Problemas com BlackBerry resultam em Processos contra RIM



  

Escritórios de advocacia dos Estados Unidos e do Canadá haviam anunciado neste mês de outubro que poderiam processar a RIM (Research In Motion) devido a uma pane de alguns dias em alguns serviços dos BlackBerrys, ocorrida no começo do mês. A partir desta semana os consumidores dos smartphones passam a efetivamente abrir processos contra a fabricante.

A queda nos sistemas, que ocorreu no início do mês em todo o planeta, deixou milhares de usuários sem acesso a e-mails, mensagens instantâneas ou navegação na internet. Nos Estados Unidos, o processo foi registrado em um tribunal na cidade de Santa Ana, no estado da Califórnia, e acusa a RIM, em nome de todos os usuários de BlackBerry que têm contratos com direito a mensagens, e-mails e navegação, de quebra de contrato, negligência e até de enriquecimento indevido.





No Canadá, o processo aberto na quarta-feira (26 de outubro) afirma que a RIM não restituiu o prejuízo que cada cliente teve ao ficar sem receber mensagens instantâneas, sem ler e-mails e sem internet em geral. A promotoria pede que a companhia seja responsável e arque com esses danos.

Por Mozart Artmann



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *