Conserto de Celulares com Android custam caro para Operadoras



  

A Apple, a RIM e a Microsoft conquistaram uma importante vitória nesta quinta-feira (3 de novembro) contra o Google, forte concorrente no mercado de sistemas operacionais para smartphones e tablets. Um estudo divulgado pela WDS revelou que os aparelhos baratos equipados com o Android, sistema operacional do Google, tendem a estragar e a custar caro para as operadoras, devido aos gastos com consertos sob garantia.

Modelos como o iPhone (da Apple), o BlackBerry (da RIM) e os aparelhos equipados com Windows Phone (da Microsoft) também estragam, mas apresentam custos muito menores de conserto em comparação aos aparelhos com Android.





Os aparelhos que acabam custando mais caro na hora de ir para a “oficina” são os modelos que custam em torno de 100 dólares para serem produzidos. Esses aparelhos geralmente são mais baratos para o consumidor e são os principais responsáveis pela popularização do serviço e pela ascensão do Google nesse mercado.

A pesquisa revela ainda que o custo que as operadoras têm com cada aparelho que vai para conserto sob garantia é, em média, de 127 dólares.

Por Mozart Artmann



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *