Oracle acusa Google de Ter Violado Patentes do Java na Criação do Android




De acordo com informações que circulam na internet, a Oracle está tentando ganhar uma participação financeira do Android alegando que possui direitos de propriedade intelectual, mesmo sem ter se envolvido em nenhum momento com a produção do sistema operacional para smartphones e tablets do Google. Na última terça-feira, as duas empresas voltaram ao Tribunal Federal para retomar o processo judicial.

Segundo a Oracle, o motivo por ter entrado com o processo contra o Google é que o Android passa por cima dos direitos de propriedade intelectual do Java, além de infringir as patentes de programação deste software, tendo em vista que a empresa adquiriu todos os direitos quando comprou a Sun Microsystems.


Enquanto isso, o Google alega não ter violado as patentes da Oracle no desenvolvimento da plataforma para os dispositivos móveis.

Robert Van Nest, o advogado do Google, rebateu as acusações reconhecendo que os executivos da empresa já tinham negociado no passado a possível parceria entre eles e a Sun Microsystems para que pudessem desenvolver o sistema operacional. Porém, as negociações falharam e a parceria não foi fechada. Sendo assim, os engenheiros do Google resolveram criar o Android sozinhos e não utilizaram nenhuma tecnologia da Sun.

Por Guilherme Marcon




1 comentário em “Oracle acusa Google de Ter Violado Patentes do Java na Criação do Android

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *