Celulares poderão rastrear pessoas desaparecidas



  

Os aparelhos celulares têm cada vez mais ganhado utilidades que a princípio não eram inerentes ao aparelho.

Hoje aparelhos celulares servem para muito mais do que apenas fazer ligações, e caso o projeto PLC 54/2013 que já foi aprovado pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática, seja sancionado pela presidente Dilma Russeff, os celulares terão ainda mais uma utilidade.

A intenção do projeto é que as operadoras possam alugar suas redes, possibilitando a instalação de serviços para ajudar em buscas de pessoas desaparecidas.

As pessoas que tiverem feito o cadastro terão por meio do GPS do aparelho a possibilidade de que este seja rastreado, e isso será feito por envio de mensagem ou internet.

Valdir Colatto (PMDB-SC) é o autor desse projeto, e diz que foi motivado por conta da grande quantidade de desaparecimento de pessoas no Brasil.





Esse sistema de rastreamento por GPS, não é novo, já vem sendo utilizado para rastrear cargas e automóveis roubados, para o rastreamento são usados chips de identificação.

O senador Walter Pinheiro (PT-BA) afirma acreditar que é interessante a ampliação do uso deste tipo de tecnologia para diversos casos, até mesmo, por exemplo, para um médico que precise acompanhar o resultado de exames feitos em regiões remotas.

Por Francine Araujo

Fonte: Agência Senado



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *