Anatel e Oi falam sobre acusações de favorecimento contra multas



  

A Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações e a Oi publicaram notas em que se defendem das acusações de favorecimento quanto a diminuição nos valores das multas aplicadas pela Agência à concessionária. Há suspeitas que houve jogadas políticas para a diminuição dos valores.

Segundo a revista Veja, o deputado Vicente Cândido do PT de São Paulo procurou o conselheiro da Anatel, Marcelo Beracha, para discutir quais os valores que ele receberia para que a Oi não tivesse que pagar todo o valor de suas multas, que chega a R$ 2,1 bilhões. Porém, os valores corrigidos chegariam a R$ 21 bilhões.

A Anatel afirmou que não houve corrupção e que a agência trabalha com a ideia de usar TACs, em que as concessionárias reverteriam as multas em promessas de investimentos e melhorias na rede. Já a Oi informou que repudia qualquer método ilícito, que não possui nenhuma ligação com o deputado e que ele não possui mandato para falar em nome da empresa. 





É válido ressaltar que ano que vem haverá consulta pública para que a população opine quanto às ações das prestadoras. Será o momento da população mostrar o que pensa das teles para mudanças na renovação das concessões que ocorrem em 2015.    

Por Robson Quirino de Moraes



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *