Evolução da tecnologia – Influência na vida das pessoas



  

A cada semana, praticamente um gadget é lançado, seja para reprodução de imagens ou sons, seja como aplicativos que potencializam e oferecem uma maior utilização aos smartphones. Mesmo em meio a tanta movimentação das empresas de tecnologia, certa expectativa é gerada em torno de alguns aparelhos, como o Google Glass da gigante Google, e o Samsung Galaxy Gear, possível nome do relógio inteligente da empresa coreana.

Tanto o óculos do Google quanto o relógio da Samsung podem permitir a realização de chamadas, visualização de imagens e reprodução de músicas, localização via GPS e outros recursos encontrados nos atuais smartphones. O que fica no ar é em que ponto vestir a tecnologia implica na vida das pessoas?

Partindo do conceito tecnológico, significa um avanço visto até então apenas no cinema, onde a integração homem  – máquina é cada vez mais entrelaçada. Desse modo, os primeiros óculos de realidade virtual, popularizados entre os anos de 1995 e 2000, hoje são considerados peças de museu. O mesmo cabe a rádios comunicadores, com frequência/distância limitada, já que os atuais smartphones contam com recursos de rádio-transmissão. A certeza que fica é de que com a transmissão de internet sem fio, os gadgets passaram a ser vistos como obras de arte, aliando design, conceito e praticidade em forma de tecnologia. Tudo será monitorado, o tempo todo. A informação até então restrita aos smartphones poderão ser compartilhadas na tela da TV, computador, do console do carro e outros.

No âmbito social, depende do ponto de vista do usuário. Primeiramente, é preciso levar em conta que nem todos terão poder aquisitivo suficiente para comprar os gadgets, principalmente na atual conjuntura socioeconômica do país, mesmo sendo uma das economias que mais crescem no mundo.

Com o passar do tempo, a exemplo do que ocorreu com os primeiros telefones celulares, os preços podem se equiparar em uma faixa acessível, ainda mais com as facilidades de crédito e pagamento que o mercado oferece.





Vestir a tecnologia permite a divagação do pensamento sobre quais passos serão adotados após os lançamentos do Google e Samsung.

Projeção de imagens e virtualização de ambientes já são quase uma realidade por conta do IlumiRoom, possivelmente produzido para o console Xbox One. Trata-se de um sistema de reconhecimento do ambiente, como os móveis e dimensões da sala, aliado ao Kinect, projetando imagens dos jogos para além da tela da TV.

A certeza que fica é que em pouco tempo, ambientes semelhantes ao laboratório de Tony Stark (Robert Downey Jr.) da trilogia “Homem de Ferro” poderão ser reais.

Por Junior Almeida



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *