Wi-Fi pode ser substituído pelo Li-Fi



  

O nosso "velho" e conhecido WiFi pode estar próximo de ganhar de um novo substituto que seria o Li-Fi , uma nova modalidade de sinal totalmente inovadora  capaz de superar a velocidade de conexão que já conhecemos podendo ultrapassar a média de os 3,3 mbps.

Após a descoberta feita pelos chineses (embora  haja especulações de que tenha sido uma idéia  em que os americanos também supostamente já tiveram a iniciativa ), cientistas de Xangai anunciaram que a lâmpada de uso residencial pode ser com certeza capaz de emitir o sinal de internet nas residências, que também levaria destaque pelo baixo custo e praticidade.

A descoberta recebeu o nome de Li-Fi (Light Fidelity ou Fidelidade da Luz) e a novidade que já possui uma página no Wikipédia,  tem data marcada para ser apresentadoa em uma feira da China no próximo mês.

Cada lâmpada será capaz de emitir sinal para até quatro computadores próximos ao componente que acompanhará um microchip que seria o principal  responsável pelo sinal.  As lâmpadas utilizadas foram baseadas em LEDs e pensando em um futuro sem as tradicionais lâmpadas incandescentes ou fluorescentes, o sucesso seria total onde o sinal estaria presente em praticamente qualquer local.





O professor da Universidade de Edimburgo e um dos "gênios" da lâmpada, o alemão Harald Haas, afirmou que mesmo com o auto custo que este tipo de lâmpada apresenta atualmente, com o tempo as lâmpadas de LEDs deixariam de ser evitadas devido a popularização de mercado, o que favoreceria o custo benefício dando espaço maior para expandir o LiFi e substituir por completo o atual sinal Wireless Fidelity (que em Junho passou a ser palavra chave também para as empresas sob lcença da Anatel).

De fato, a substituição está sendo analisada e embora possa se levar alguns anos, o chineses apoostam em um lançamento nacional a curto prazo.   

Por Luciana Ávila



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *