Vendas de smartphones no Brasil



  

A venda de smartphones tem crescido a passos largos devido à disponibilização de novos recursos.  Além disso, a nova safra de aparelhos também realiza o sonho do consumidor classe C, por custar menos.

Entretanto, declara a IDC, que os produtos com preços mais altos também têm sido bem aceitos, já que os números mostram um acréscimo nas vendas dos aparelhos mais caros.

 “A IDC acredita que existem dois movimentos de transição simultâneos no mercado. Quem tem um celular básico está migrando para um smartphone de entrada e quem já tem um dispositivo com dados, está comprando um smartphone mais robusto, mais premium”, explica Leonardo Munin.

Dos 10,4 milhões de aparelhos de smartphones vendidos no terceiro trimestre, 90% eram dispositivos com sistema Android. No acumulado do ano o percentual se mantém: os aparelhos Android são 90% do total dos 23,3 milhões aparelhos vendidos até o início de outubro.

No mundo, as vendas de smartphones para o consumidor final representam  quase 52% das vendas  de celulares no segundo trimestre de 2013. Desta forma, supera pela primeira vez a venda de featura phones, segundo dados do Gartner.

“Olhando para o futuro, temos a expectativa de outro grande salto nas vendas para o quarto trimestre e um novo recorde para o mercado de smartphones mundial”, afirma Leonardo Munin.





Existe a expectativa de que o mercado consiga estar próximo da impressionante marca de um milhão de aparelhos até o final de 2013.

Sobe também a aquisição de linhas pós-pagas, de acordo com a Anatel. Parece que o mercado está comprando mais linhas pós-pagas, cujas vendas superam 2012. O mesmo crescimento não aconteceu com as linhas pré-pagas.

De qualquer forma, existe a expectativa de que o Brasil deva terminar o ano de 2013 com 273 milhões de celulares ativos. 

Por Eliane Leivas

Vendas de smartphones

Foto: Divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *