Blitz Brigade, um dos apps mais baixados em 2013



  

Blitz Brigade foi eleito um dos melhores e mais procurados e baixados apps do ano de 2013 e, para essa temporada, continua sendo uma grande aposta. O fato é que esse jogo criado pela empresa Gameloft está disponível para celulares, smartphones, gadgtes e demais dispositivos móveis com sistema operacional Android.

Esse é um jogo, um aplicativo simples e bacana que pode ser adquirido de forma gratuita na APP Story do Google Play. Estamos falando, no entanto, de um jogo de tiro que veio para juntar vários estilos. O jogo é cheio de fases e etapas, cenários que vão de lugares pequenos até lugares cheios de surpresas e mistérios. É um game de uma pessoa e que foi baseado em vários consoles já tradicionais.

Você domina sua arma e vai matando seus inimigos e passando de fase, conforme seu nível esteja bem superior. Você pode jogar o jogo a partir de um tutorial ou por meio do jogo normal. Ao longo das etapas, em todo o caso, o jogador vai ganhando novas armas e itens importantes para o aplicativo. A Gameloft afirmou que esse app será um sucesso porque é uma plataforma que consegue dialogar e se comunicar com uma série de linguagens e públicos da maneira geral.

O modo de jogar é mais pautado no tradicional e convencional single player. Nesse modo, seja como for, você vai passando de fase e ganhando novos itens. Você pode ir destravando missões aos poucos. Vale dizer que as missões são bem diferentes e bem feitas, com gráficos bacanas e com uma resolução de primeira linha.

O jogador, no entanto, também pode optar por diferentes tipos de jogos como: o domination e o deathmatch. No primeiro, em todo o caso, você deve proteger seu território. No segundo modo, por sua vez, você mata para ganhar. É um jogo mais indicado para maiores de idade.





O fato é que, na verdade, quando o jogo se inicia, o jogador deve escolher em qual equipe vai ficar; isso é bacana porque muda a lógica da partida conforme o grupo que você faz parte. Também é possível personalizar, customizar suas armas, de modo que isso deixa o personagem com a sua cara, com seu estilo, trazendo um pouco de subjetividade e individualidade para todo o jogo.  

Por Juan Wihelm

Foto: divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *