Novo YotaPhone, o celular com duas telas



  

A maioria dos brasileiros não vai lembrar-se do celular russo YotaPhone. O aparelho nunca foi lançado no Brasil, mas faz sucesso em seu país de origem. E, por isso, a marca que produz o equipamento acaba de anunciar sua segunda geração.Isso porque o celular tem uma peculiaridade que inexiste nos aparelhos mais vendidos no mercado brasileiro: um produto que possui duas telas. E nesta nova versão, a marca fez questão de aprimorá-los.

A tela do YotaPhone é de tamanho comum, medindo cinco polegadas com resolução de 1080p. É um dispositivo de alto desempenho, que conta também com um display e-ink, bem parecido com os integrados nos equipamentos do modelo Kindle da marca Amazon, na traseira, com 4,7 polegadas, com resolução de 960×540.

O diferencial do aparelho, em comparação com outros, é que o display traseiro tem um consumo muito baixo de bateria, o sonho de muitos adoradores de smartphone. Assemelha-se, novamente, com os Kindles, que conseguem funcionar por várias semanas sem recarga.

E, vale lembrar de novo, o celular possui duas telas, colocando por terra a teoria de alguns de que isso poderia levar um consumo extremo de bateria. Justamente por isso o aparelho possui o display de e-ink, que aumenta o tempo entre uma recarga e outra.

O usuário então pode usar a tela traseira sem precisar desativar a tela principal. A segunda tela, sensível ao toque, pode ser usada para verificar notificações e realizar ações, como completar chamadas e digitar textos. O display da frente é aconselhado para o uso de redes sociais, jogos e entretenimento em geral, o que a segunda tela não realiza com qualidade.





Além desse interessante uso mútuo das duas telas, o YotaPhone é capaz de competir com outros modelos de alto desempenho, como é o caso do Galaxy Note 3, LG G2 e o Xperia Z2. O aparelho russo tem 32 GB de armazenamento e 2 GB de memória RAM, além de um chip Snapdragon 800 no clock de 2,3 GHz.

A baixa do celular é a câmera fraca, de sensor de 8 megapixels, flash de LED na traseira e um sensor frontal de 2MP.

Por Carolina Miranda

Foto: divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *