Android 4.1.1 está vulnerável ao bug Heartbleed



  

Muitos usuários são preocupados com invasões e inseguranças que a internet pode causar na sua navegação. A nova ameaça conhecida como Heartbleed afeta sites da internet, possibilitando que hackers acessam os dados do computador. A situação ainda é pior: a invasão pode acontecer também em sistemas e aparelhos conectados à internet. Para o sistema atualmente mais popular entre os usuários de aparelhos móveis, o risco também acontece. O Google confirmou que a versão 4.1.1 está vulnerável a invasões de hackers, o que leva uma insegurança a milhões de usuários de todo o mundo. O alívio que esta má notícia pode dar é apenas um: o problema afeta única e exclusivamente esta versão.

A base do sistema operacional do Google está inserida em marcas conhecidas como Samsung e HTC. O formato básico do Android está em mais de um bilhão de instalações, a situação é de que mais de 100 milhões de aparelhos espalhados pelo mundo podem ter a vulnerabilidade do Heartbleed. Segundo o Google, apenas 10% do Android 4.1.1 está instalado em aparelhos móveis.

O caso poderia ser mais simples de ser resolvido caso a situação não fosse nos dispositivos móveis. Em sites da internet, os problemas vindos do Heartbleed tiveram um conserto mais ágil, diferente do que acontece no Android. O Google liberou pacotes de atualização para resolver a falha, mas, mesmo que isso seja o desejo dos usuários também, quem tem que dar a iniciativa da atualização é somente a fabricante e operadora, e não o consumidor.

Para o usuário que não sabe qual sua versão e quer saber se o seu Android é o que está vulnerável, é preciso ir ao menu e escolher a opção “Configurações”, no final da lista estará “Sobre o telefone” e em seguida “Versão do Android”. A Microsoft, que também possui o código base do Android, declarou que seus sistemas Windows e Windows Phone não apresentam nenhum tipo de vulnerabilidade ao Heartbleed. 





Por Carolina Miranda

Heartbleed

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *