HTC One M8 – Grande parte dos compradores do modelo vieram de marcas concorrentes



  

É célebre o ditado que diz que “quem não dá assistência abre espaço para a concorrência”. No atual momento da HTC isso é mais do que verdade, olhando pelo lado positivo. Assim como em qualquer outra área comercial as empresas fabricantes de celulares além de objetivarem um alto número nas vendas de seus dispositivos também querem a todo custo conquistar a fidelidade de seus usuários. E é exatamente nesse ponto que a HTC tem se dado bem. A empresa não marca presença entre as que são líderes desse mercado. Mas isso não impediu que seus usuários continuassem fiéis à marca. De acordo com informações divulgadas através do site GSM Arena, no mínimo 46% dos compradores do recém-lançado smartphone HTC One M8 já possuíam um dispositivo da companhia.

De acordo com dados levantados pelo CompareMyMobile, um site especializado no que concerne a troca de aparelhos e que também analisa e divulga dados em relação a receptividade de novos modelos em comparação a opções anteriores, do número apontado acima, cerca de 13% já eram possuidores do dispositivo topo de linha da marca, o HTC One. Essa parcela trocou a versão 2013 pela versão 2014 do aparelho sem pestanejar.

Agora uma informação que realmente preocupa alguns – menos a HTC – diz respeito às análises gerais e aos números que foram apresentados pelas mesmas. Para se ter ideia do que acontece nessa fase boa da companhia basta citar o fato de que os índices de troca de smartphones da Apple e também da Samsung pelo novíssimo HTC One M8 se revelaram bastante altos.

Segundo as informações divulgadas uma parcela total de 23,7% dos novos clientes da marca são oriundos de outras empresas, mas em especial das duas citadas acima. O fato é comprovado quando os detentores dos maiores índices de abandono são o iPhone 5 e o Galaxy S4. No caso do Galaxy o percentual de abandono é de 8% enquanto que para o iPhone é de 7%.





Por Denisson Soares

HTC One M8

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *