Google Now – Assistente virtual ganha novos recursos para conquistar mais usuários



  

Os assistentes virtuais ganharam um lugar de destaque na nova geração de smartphones. Como sempre, a Apple foi a grande pioneira com a criação da Siri, uma assistente simpática e com um senso de humor que é capaz de realizar ligações, agendar eventos e até bater um papinho com o usuário.

Seguindo essa tendência, o Google também não ficou por fora e tratou de melhorar o seu assistente que apesar de não ter tanta “personalidade” quanto a Siri, também é capaz de auxiliar o usuário nas mais diversas atividades do cotidiano.

O Google Now como é conhecido, é capaz de agendar compromissos, enviar e-mails, executar programas, realizar pesquisas na web, fazer chamadas e muito mais. Em alguns modelos como no Moto X da Motorola basta o usuário dizer “Ok Google” para que o assistente seja capaz de compreender qualquer comando seguinte, o que dispensa o uso das mãos em diversas situações como nos automóveis, por exemplo. Recentemente, o assistente do Google ganhou melhorias significativas que o colocam frente à frente com seus maiores concorrentes do setor.

Além de fazer todas as tarefas já citadas, o Google Now agora possui uma voz feminina que responde à algumas perguntas do usuário, como por exemplo “Quem é Dilma Rousseff?”, “Vai chover hoje?” entre outras. A falta desse recurso era um dos principais gargalos que impediam que o assistente pudesse lutar de frente com a concorrência. Outra grande melhoria é a capacidade do assistente em lembrar o usuário de suas contas a pagar, baseado em mensagens de cobrança que chegam ao Gmail. Caso o usuário permita, o assistente pode emitir lembretes periódicos de contas a serem pagas juntamente com seus valores, data de vencimento e até mesmo quais são as empresas que as emitiram.





Sem dúvida esse é um grande passo para o assistente da companhia que deve colocá-lo à frente na corrida dos assistentes pessoais em smartphones. Resta apenas saber quando a novidade estará presente nos aparelhos com a plataforma Android.

Por Ebenezer Carvalho

 



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *