Nova bateria será capaz de ser recarregada em 2 minutos e irá durar até 10 mil recargas



  

Uma coisa ninguém pode negar: os celulares, de uns tempos para cá, evoluíram, e muito. São tantos recursos que o celular, hoje chamado de smartphone, é considerado praticamente como uma parte do corpo humano. Exageros a parte, o celular é sim uma grande ferramenta e que possui recursos muito úteis para a vida das pessoas. Porém, tais recursos exigiram de seus aparelhos uma bateria muito melhor do que as de antigamente.

Além disso, com o uso constante, a bateria de um celular dura muito menos que antigamente, mesmo com as poderosas baterias já desenvolvidas.

Se você sofre com isso, lá vem um alívio. Pesquisadores da Universidade de  Nanyang, em Singapura, estão desenvolvendo uma bateria que é capaz de recarregar seu celular de 0% a 70% em apenas dois minutos. E para quem pensa que isso é papo futurista e que está bem distante da nossa realidade, esse sonho de consumo pode virar realidade ainda em 2016.

A tecnologia já foi patenteada pelos pesquisadores e a fórmula consiste de baterias de lítio com ânodos de dióxido de titânio em forma de nanotubos 100 vezes mais finos que um fio de cabelo humano. Graças a essas especificações, a superfície de contato dos ânodos aumenta drasticamente, justificando essa recarga tão rápida do dispositivo.

Vida útil prolongada:

Em média, as baterias convencionais têm uma vida útil de 500 recargas até começarem a apresentar defeitos. Já com essa nova tecnologia, a vida útil seria prolongada para até 10 mil recargas, o que contabilizado em tempo daria mais ou menos uns 20 anos.





Inevitavelmente, qualquer pessoa que possui um smartphone reclama por conta da curta duração da bateria. Logo, esse tipo de tecnologia veio para finalizar de vez esse tipo de problema.

Além de útil, esse sistema também é muito simples de ser construído e de fácil adaptação por conta da indústria. Sendo assim, é uma tecnologia superviável.

Vale lembrar que esse tipo de recurso pode ser aplicado a outros setores como o automobilístico. Deixando assim, os carros elétricos, por exemplo, muito mais viáveis. Resta esperar e torcer para que essa ideia dê muito certo.

Por Felipe Henrique de Souza

Bateria inovadora ser? lan?ada at? 2016

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *