PhotoMath – Novo app é capaz de resolver equações matemáticas



  

A matemática é certamente o maior terror dos estudantes. Seja por não se empenhar o suficiente ou por não ter um professor de qualidade, o aluno muitas vezes acaba ficando em uma enrascada e muitas vezes, repetindo o ano.

Assim como é previsível, os aplicativos de celular estão cada vez mais focados nas fraquezas da população e utilizando a informática para dar aquela ajudinha. Pensando nisso, a empresa MicroBlink desenvolveu o poderoso PhotoMath. Um aplicativo capaz de ler equações escritas em um livro ou um pedaço de papel é a resolve em poucos segundos.

O aplicativo funciona da seguinte forma, você utiliza a câmera de seu smartphone e captura a imagem da equação. Em poucos segundos o aplicativo analisa a sentença e fornece a resposta com extrema precisão.

Segundo a desenvolvedora, o aplicativo foi criado para ajudar os estudantes que se perdem naquelas contas mais complexas, dando aquela força nos estudos e otimizando seu rendimento escolar. Porém, o aplicativo também pode se tornar o terror dos pais e professores. Tudo isso porque, além de resolver as sentenças, o aplicativo também descreve passo a passo como resolver aquela equação. Para aqueles que conseguem agir na surdina, certamente é um prato cheio para colar com eficiência. Afinal, você vai confiar naquele seu colega do lado, ou num aplicativo que conta com um algoritmo poderoso?

Mesmo sendo uma arma contra o conhecimento, se usado com sabedoria, pode auxiliar e muito as lições de casa, dispensando horas e horas a fio tentando entender algum passo de uma certa equação. Basta que seja usado com sabedoria e você pode ir muito além em seus estudos.





Ainda segundo a desenvolvedora, estão em seus planos uma possível expansão do aplicativo. Ou seja, no futuro será possível analisar outros tipos de informação para auxiliar nos estudos. O aplicativo já está disponível para iOS e Windows Phone. A versão para Android deve sair no início de 2015.

Por Felipe Henrique de Souza

PhotoMath

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *