Prestadoras deverão informar preços dos serviços de forma simples e padronizada aos usuários



  

A Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações está cada vez mais rígida com a ação das prestadoras. Desde o dia 10 de novembro, os clientes das empresas de telefonia, internet e TV por assinatura terão mais transparência ao escolher uma delas. Isso porque elas deverão informar os preços dos serviços prestados e demais informações úteis aos usuários de forma simples, padronizada e gratuita. E não só é essa a novidade já que as prestadoras também terão de guardar as informações referentes a reclamações por até 3 anos, sem ônus.

Ambas as regras são parte do  Regulamento Geral de Direitos do Consumidor de Serviços de Telecomunicações (RGC) e já estão em fase de implementação. A regra que passou a valer no dia 10 estabelece a criação de uma ferramenta para a comparação de preços e ofertas oferecidas pelas empresas. Segundo a Anatel a medida foi tomada porque o consumidor tem dificuldade em escolher quais as ofertas são mais interessantes já que cobrança dos serviços de telecomunicações tem muitas variáveis.

Uma simples ligação entre operadoras pode ter preços diferentes de acordo com o local e horário, diz a Anatel. As prestadoras terão de disponibilizar de forma online ou por download as informações sobre os preços e ofertas disponíveis, as quais poderão ser usadas por quaisquer usuários para comparar preços e assim fazer a escolha mais adequada.

O registro de reclamações também será prolongado, devendo as prestadoras guardarem por até três anos as reclamações, pedidos e solicitações para depois serem fornecidas ao consumidor, sem nenhuma cobrança. E não é só isso, elas também terão de disponibilizar uma consulta online do histórico das demandas pelos os últimos seis meses. Devem estar disponíveis o protocolo de solicitação, data, horário do registro e da conclusão do atendimento, bem como a classificação, síntese e encaminhamento da solicitação. As informações deverão ser repassadas ao usuário por e-mail ou no site. 





Por Robson Quirino de Moraes

Novas regras da Anatel para as Prestadoras

Foto: Divulgação



1 comentário em “Prestadoras deverão informar preços dos serviços de forma simples e padronizada aos usuários

  • Pelo amor de DEUS ! socorro !!!
    a TIM ENLOUQUECE QUALQUER UM !!!
    ESTA OPERADORA NÃO FOI PUNIDA ATÉ AGORA POR QUE??????
    TEM CONTROVÉRSIAS NA PUBLICIDADE COM O QUE OFERECE – E AS COBRANÇAS NÃO CONFEREM COM O QUE OFERECE !!!

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *