Durabilidade das baterias dos smartphones



  

Um dos problemas da era dos smartphones é a durabilidade das baterias. Quando muito usados, os aparelhos têm pouca autonomia, principalmente devido ao uso da tela e dos sistemas operacionais. Mesmo com várias opções de economia de energia, se você usa muito o aparelho, dificilmente ele aguenta um dia inteiro.

A Motorola sempre teve problema em desenvolver uma bateria que durasse o suficiente para deixar seus clientes felizes. Desde os primórdios, suas baterias duram pouco. Garante que o Moto G tem uma bateria que dura bem. Testamos o Moto G e o Moto X. Com a carga máxima e usando o WattsApp ininterruptamente, fazendo e recebendo ligações, enviando mensagens de texto e às vezes jogando um pouquinho, o Moto G conseguiu ficar ligado das 08h às 15h12. O Moto X apagou antes das 14h30.

Aparelhos da Samsung e Nokia tiveram resultados semelhantes, sendo que a Nokia teve vida útil maior, chegando perto das 17h. No quesito Recarga de bateria, ou seja, quanto tempo precisa ficar na tomada para recarregar, os modelos da Motorola estavam com a carga máxima em no máximo 2 horas. Samsung precisou de quase 3 horas e Nokia, 3,5 horas.

Mas esses problemas podem estar perto do fim. O próximo ano promete aparelhos com cargas que duram semanas, meses e até eternamente. O Nokia 225 promete carga durante 36 dias, ou até 48 dias dependendo de como o celular for usado. A Nokia também traz o TAG Heuer. Esse traz a promessa de realizar o nosso maior sonho desde que os celulares foram inventados: bateria infinita. Uma tela de cristal de safira se encarregará de manter a bateria do telefone sempre cheia. Enquanto não temos acesso a essas tecnologias, podemos economizar uma “carguinha” mantendo o telefone em Stand by quando não estivermos usando, não acionar a tela a todo momento, pois aquela “carguinha” perdida pode fazer muita falta para uma ligação de emergência.

Por Luciana Viturino

Moto G e Moto X





Nokia 225

Nokia TAG Heuer

Fotos: Divulgação

 



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *