Apple atingiu o topo das vendas de smartphones no último trimestre de 2014 nos Estados Unidos



  

Mesmo com a grande disponibilidade de marcas e modelos de smartphones no mercado, a Apple conseguiu a façanha de manter-se isolada no topo do mercado dos Estados Unidos, batendo o recorde no último ano e alcançando 50% do total de vendas de smartphones com o iPhone no último trimestre.

A pesquisa que trouxe esses resultados foi realizada pela Consumer Intelligence Research Partners e demonstrou que o iPhone sozinho representou cerca de metade do número de smartphones que foram ativados nos últimos três meses de 2014.

No mesmo período, porém no ano de 2013, as vendas do iPhone compuseram cerca de 48% do total de smartphones registrados, demonstrando que para 2014 houve um acréscimo de 2% no número de vendas em comparação às outras empresas.

Em segundo lugar, com uma diferença gritante da Apple, está a Samsung, empresa da Coreia do Sul, que compôs 26% do total de vendas nos meses analisados. Porém, diferentemente da Apple, houve uma redução de cerca de 5% da participação da Samsung no mercado.

Em terceiro lugar, a LG, que também distribui smartphones com Android, assim como a Samsung, teve 11% de participação nas vendas.

As demais empresas que vendem em solo estadunidense não passaram de 5% na participação do mercado. Dentre elas está a Motorola, a HTC, a BlackBerry, a Amazon e a Nokia.





Curiosamente, a Nokia, que agora pertence à Microsoft, rival histórica da Apple no mercado, possui apenas 2% de participação no mercado de venda de smartphone, mesmo com a gama de modelos da família Lumia disponíveis no mercado. Porém, com o anúncio recente do Windows 10 pela Microsoft, possivelmente essa porcentagem da empresa subirá um pouco no ano de 2015.

A empresa criada por Steve Jobs foi desacreditada depois de sua morte, porém ela mostrou que a fidelidade de seus clientes se manteve e continuou a inovar e manter a qualidade de seus produtos durante os últimos anos. O resultado pode ser confirmado com pesquisas e opiniões de usuários.

Por Rannier Ferreira Mendes

iPhone

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *