Mercado de tablets está perdendo força



  

O fim dos tablets pode estar próximo. Empresas não investem mais em lançamentos e aparelhos podem estar ficando obsoletos.

Há já vários anos atrás, quando o primeiro iPad foi lançado no mercado pela maçã, Apple, houve um grande ''boom'' desses aparelhos no mercado, que ao que pareciam, iriam substituir os computadores, por serem mais portáteis, contarem com telas grandes, ótimas para leitura, navegação na internet e exibição de vídeo.

Na realidade, quando os tablets surgiram, eles substituíram os finados Netbooks, que se acreditava na época, tomaria todo o mercado dos Notebooks, mesmo tendo um hardware mais potente, por serem mais portáteis e fáceis de serem carregados, feitos para tarefas do dia a dia.

Porém, há 3 anos, esse mercado vem perdendo praticamente toda a força que havia conquistado com o iPad e outros modelos. Em 2015, não foi diferente. O número de vendas dos tablets foi novamente menor do que em períodos anteriores.

Em 2015, cerca de 206,8 milhões de tablets, foram vendidos, representando uma queda nas vendas em cerca de 10,1%, em relação ao ano anterior, 2014. Para se ter uma noção do tamanho desses números, no último trimestre de 2015, quando passamos por épocas festivas como o Natal e Ano Novo e número de vendas desses produtos costuma crescer, a queda foi ainda maior, representando vendas 13,7% menores em relação ao mesmo período, no ano de 2014.





Os dados são da IDC, que também diz que por outro lado, o último trimestre foi bom para o iPad Pro, da Apple e Surface Pro, da Microsoft, que atingiram a marca de 8,1 milhões de dispositivos, representando, mesmo com a queda na vendas dos tablets, o dobro de dispositivos se comparado com o ano anterior.

Porém, mesmo com esses dois dispositivos estando em alta, em um mercado que está cada vez mais em baixa, a tendência é que o fim dos tablets esteja cada vez mais próximo, visto que as empresas já sequer se preocupam em fazer lançamentos anuais e bem trabalhados desses dispositivos, estando boa parte dos tablets, ''paralisados no tempo'', contando com configurações de hardware de anos atrás, servindo nesse momento, como uma boa opção mais para usuários que desejam ler livros no dispositivo, uma das melhoras funções dos tablets.

Por Isis Genari

Tablets

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *