WhatsApp irá encerrar Suporte a Sistemas Antigos



  

Empresa anuncia que deixará de oferecer suporte para os sistemas BlackBerry, Nokia S40, Symbian S60, Windows Phone 7.1 e Android 2.1 e 2.2.

O Whatsapp é o maior aplicativo mensageiro do mundo, tendo sido comprado recentemente pelo Facebook, o que aumentou ainda mais o poder do mensageiro mais querido do mundo. Porém, muitos usuários devem ficar sem o Whatsapp em breve, já que a empresa anunciou que irá abandonar o suporte a alguns sistemas.

O Whatsapp não possui suporte apenas aos sistemas mais conhecidos como o iOS e o Android, mas também mantinha suporte a plataformas nem tão usadas assim e de baixo custo. Porém, muitos desses sistemas devem ficar sem suporte ao mensageiro em breve, já que a empresa anunciou que vai encerrar o suporte a sistemas antigos e ao BlackBerry.

Além do BlackBerry, o Nokia S40, o Symbian S60, o Windows Phone 7.1 e o Android 2.1 e 2.2 perderão o suporte ao aplicativo, fazendo com que os usuários tenham de comprar smartphones mais modernos para poder utilizar o mensageiro.

A mudança deve ocorrer completamente até o final desse ano. Segundo a empresa, a mudança foi feita pensando nos próximos 7 anos e visando estar presente nos sistemas mais utilizados pelos usuários. A empresa alega que atualmente esses sistemas que agora não vão mais possuir suporte ao Whatsapp não possuem mais condições necessárias de continuar recebendo os recursos presentes no mensageiro.





O objetivo da mudança é melhorar a qualidade dos serviços oferecidos, mesmo que isso acabe por implicar em um número um pouco reduzido de usuários, tendo sido uma decisão difícil para a empresa, exatamente por isso.

A empresa também aproveitou o comunicado presente no seu site oficial para anunciar que nos próximos meses o Whatsapp deve receber atualizações com foco na segurança do aplicativo, para que o mensageiro se torne ainda mais seguro para que os usuários possam continuar conversando com familiares e amigos.

Tal mudança, embora ainda sequer podemos afirmar algo, acabou deixando alguns usuários com uma pulga atrás da orelha, já que o WhatsApp não é tão ''liberal'' quanto o Telegram quando o assunto é segurança e liberdade de seus usuários. O Telegram inclusive vem sofrendo com acusações de manter extremistas islâmicos em seu aplicativo sem comunicar as autoridades locais mesmo que isso resulte em quebra de privacidade para os usuários. A notícia do fim do suporte a esses sistemas, embora completamente compreensível, também não agradou muito os usuários.

Por Isis Genari.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *