Galaxy S7 com chipset Exynos 8890 tem grande autonomia de bateria



  

Testes revelaram que o desempenho do chipset Exynos 8890 é melhor do que o Snapdragon 820.

O Galaxy S7 decepcionou recentemente, em testes quanto à autonomia da sua bateria nos dispositivos com o chipset da Qualcomm, o Snapdragon  820. Porém, a versão a ser vendida em solo tupiniquim é outra, e essa, aparentemente, apresenta um desempenho muito mais satisfatório para os usuários, segundo dados revelados pelo site Techspot, após a homologação do dispositivo no Brasil pela ANATEL.

Embora, nos testes, também tenha se percebido que a versão com o chipset da Samsung, Exynos 8890, possui um desempenho um pouco abaixo da versão com o Snapdragon 820. Para se ter uma ideia da decepção com a versão com o chipset da Qualcomm, o site PhoneArena realizou testes com essa versão e descobriu que ela é mais lenta até mesmo que o Galaxy S6, que, surpreendentemente, possui uma bateria menos potente que a do novo S7.

Na versão com o Exynos 8890, segundo o site Techspot que realizou testes em dispositivos com o chipsets, o desempenho é muito melhor do que no antigo Galaxy S6 e também, evidentemente, muito melhor do que os obtidos pelo S7 com o Snapdragon 820 da Qualcomm. Embora, vale ressaltar, os testes feitos com a bateria de smartphones com o chipset da Qualcomm, foram realizados por outro site, o PhoneArena.

Para se ter uma ideia de como os resultados obtidos foram diferentes, no teste do Techspot, o  S7 Edge conseguiu cerca de 7 horas de autonomia com brilho em cerca de 50% na tela e acessando a internet a cada 20 segundos, para simular o uso de um usuário real. Com esse resultado, o dispositivo acabou se tornando o mais potente em questão de bateria, com seus 3.600 mAh e a duração de 7 horas, em média.





Outro ponto extremamente positivo para os usuários é que mesmo sem o Quick Charge 3.0, desenvolvido pela Qualcomm, já que o Exynos não possui suporte a versão 3.0, o S7 Edge carrega em apenas 98 minutos, cerca de praticamente 1h 40min, acabando com a desconfiança dos usuários quanto a uma possível demora no carregamento do aparelho já o Quick Charge 3.0 presente.

O Galaxy S7 já está disponível em alguns países do mundo e segue sendo lançado em outros.

Por Paulo Henrique

Galaxy S7

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *