Gmail para Android ganha Sincronização com Microsoft Exchange



  

Nova funcionalidade visa facilitar a vida dos usuários.

É cada vez mais comum ver o trabalho se unindo a vida pessoal de cada indivíduo com a integração cada vez maior entre tecnologia e as possibilidades de se levar seu trabalho para casa. Um dos principais pontos é o email corporativo, que muitos funcionário possuem e permitem que possam contatar profissionalmente outras pessoas e empresas, além de criar uma networking entre os empregados da empresa.

Agora, essa integração será ainda maior, visto que a Google anunciou que a partir de agora o Gmail será integrado, no caso dos usuários do Android, aos emails Exchange, permitindo a sincronização do seu email corporativo com o pessoal no Gmail, para receber todas as notificações e mensagens em um só lugar, facilitando e muito a vida dos usuários que não precisarão conferir conta por conta para verificar avisos e mensagens importantes.

Anteriormente, apenas alguns usuários tinham acesso a essa função, que já era exclusiva do Android, porém, agora qualquer usuário irá poder fazer uso da sincronização com o Microsoft Exchange. Porém, é importante que o usuário que tenha interesse em sincronizar a conta com o Gmail, entre em contato com o responsável pelo setor de TI da empresa, visto que a sincronização poderia causar o bloqueio da conta no Exchange.





Outra novidade a partir de agora no Gmail, é que a Google passa a permitir aos usuários que, além de integrar sua conta no email da empresa com o Microsoft Exchange, agora também será possível integrar sua conta do Gmail com outro email pessoal, como uma conta no Yahoo, Outlook e outros serviços de email, mais uma facilidade que deve agradar e muito aos usuários, visto que não é novidade ter de mudar de um email para o outro para verificar sua caixa de mensagens, além de cansativo por vezes era extremamente irritante.

A única polêmica em torno da atualização do Gmail no Android é a possibilidade de indo embora facilitar e muito a vida dos usuários, melhorando os serviços oferecidos pela Google. Por outro lado, de certa forma a medida viola a lei antitruste, já que cria um certo monopólio onde o usuário não necessita instalar os apps dos terceiros para poder utilizar estes serviços.

Murilo Couto



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *