Celular de até R$ 1.000 – Melhores Smartphones 2017



  

Confira aqui a lista com os melhores smartphones com preço de até R$ 1.000.

O valor de R$ 1.000 ainda é considerado bastante salgado para muitos brasileiros, principalmente no atual momento econômico. Isso sem falar que o produto pode sofrer desvalorização de mercado e pior, tem o fator perda, roubo ou acidentes que podem deixar o aparelho totalmente danificado.

Contudo, para esse segmento do mercado esse valor é bastante razoável, pois as diferenças que apresentam entre si são pequenas e somente aos modelos mais top de linha, em torno de R$ 1.500, são reservados maiores destaques.

Esses aparelhos, mesmo sendo lindos, podem se desvalorizar antes de 1 ano no mercado pelo fato do seu hardware ter menos potência. O melhor é pesquisar bastante antes de adquirir um aparelho novo, muitas pessoas não ligam para isso, mas outras preferem investir num aparelho mais caro e potente.

Os melhores celulares pesquisados e que chegam ao teto de R$ 1.000 são esses:

1° Lugar: Moto G5 (Motorola)

Excelente no desempenho das funções mais simples como internet e redes sociais, além de suportar jogos pesados sem aquecer. O Moto G5 da Motorola, entre os clássicos intermediários, pode se considerar dos melhores. Ele apresenta o corpo de plástico e funciona com apenas 2 GB de memória RAM. A câmera é OK e a bateria consegue aguentar 2 dias carregada, quando pouco uso.

Seu preço médio é de R$ 850, nas promoções pode custar bem menos. Por esse motivo foi eleito em primeiro lugar. Mas fique atento as outras opções.

2º Lugar: Galaxy J7 Prime (Samsung)

O design desse aparelho é maravilhoso, seu corpo de metal tem formas simétricas e cores bem contrastantes. A memória de 3GB RAM suporta bem todas as funções em uso, além de apresentar um leitor digital e câmera considerados acima da média por esse preço.

Por um preço médio de R$ 999, às vezes tem descontos se comprados à vista, o J7 Prime pode ser considerado o top da Samsung nesse segmento. Contudo, como qualquer outro aparelho, ele não está livre de dar problemas, somente por esse motivo não foi eleito o campeão.

3º Lugar: K10 Novo (LG)





O novo modelo da LG ficou no lugar do antigo K10 lançado em 2016 e continua apresentando bom desempenho, ganhou algumas melhorias para superar o original, a exemplo da bateria com melhor desempenho, câmera frontal com modo angular maior e o dobro das memórias interna e RAM (32 GB/2 GB). E o que é melhor, continua lindão mesmo com corpo de plástico.

Depois de lançado, o preço caiu para R$ 700. Seu único defeito está na câmera traseira, bem inferior aos modelos acima, além da tela ser de baixa resolução. Não fosse isso poderia ser um campeão no segmento.

4º Lugar: Zenfone 3 Max (Asus)

De acordo com testes feitos nos modelos Zenfone e 3 Deluxe, deu para perceber que o Android 6.0 desses modelos é similar ao do Max 3, já que não foi possível testá-lo. A Asus deu uma modificada em seu modelo mais simples, mas ele continuou poluído e saturado de apps, que infelizmente não podem ser desinstalados. O carregador, um Mediatek MT6737 de 1,25 GHz, mostrou-se um tanto fraco.

Mas o Zentafone 3 Max já foi o primeirão com bateria acima de 4.000 mAh, ele possui 4.100. A memória é de 16 GB de RAM, sua bateria de uso normal suporta 1 dia sem carregar e seu preço atual é de R$ 800.

5º Lugar: Xperia L1 (Sony)

Lançado este ano, perdeu no teste por sua configuração não condizer com o preço que atualmente é de R$ 975, mas pode ter desconto à vista. Porém, ele já custou até R$ 1.200. A câmera se mostrou fraca e lento desempenho, se comparado a outros modelos no mercado.

O Xperia XA da Sony pode ser comprado ainda mais barato, R$ 900, só que o modelo é de 2016. Lembrando que a configuração é parecida com o atual, mas a bateria é maior e Android é 7.0.

Por Ruth Galvão



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *