Como Bloquear o Whatsapp em Caso de Perda ou Roubo



  

Aplicativo pode ser bloqueado no caso de você perder seu smartphone ou ser roubado. Veja como.

O Whatsapp é o mensageiro queridinho do Brasil! Fazendo parte do nosso cotidiano, o app é o mais usado em território nacional. Mas o que aconteceria se as suas conversas caíssem em mãos erradas?

Fazemos uso do wpp para conversas familiares, com amigos, com namorados, maridos e esposas, além de contatos com colegas de faculdade e grupos do trabalho. As milhares de informações que você troca, sendo elas íntimas ou confidenciais da sua empresa, não poderiam ser expostas ou enviadas para pessoas.

Existem casos divulgados na internet como cômicos, onde o ladrão do celular envia mensagens para o parceiro da pessoa roubada, mostrando conversas indecentes que ele está tendo com outra pessoa. Ainda que isso seja uma brincadeira, não é impossível que fotos de alguém sejam expostas na internet ou que algum mal intencionado mande mensagens como se fosse você, causando um enorme transtorno em sua vida.

Para evitar que esse tipo de situação aconteça, ao ser roubado ou perder o seu aparelho e consequentemente o acesso às aplicações, existe uma forma de fazer o bloqueio do mensageiro.

Vamos ensinar e, caso isso aconteça, bloqueie o acesso o quanto antes!

O primeiro modo, seria cadastrar o seu Whatsapp em um aparelho novo, com o número antigo. Mas como nem sempre se recupera o número imediatamente, existe uma forma não tão intuitiva de fazer o bloqueio, fornecida pelo próprio suporte do Whatsapp.

Primeiramente, entre em contato com sua operadora para bloquear seu número. Depois de fazer o bloqueio de seu chip, use o seu e-mail para entrar em contato com o suporte do Whatsapp. Você deve encaminhar o e-mail para o endereço support@whatsapp.com.





No campo de assunto, você deve escrever "Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta". No corpo do texto, você deve digitar o mesmo texto ("Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta"), ambos sem as aspas.

Outro item que deve constar no e-mail, é o seu número de telefone dentro do formato internacional. No Brasil, o formato é +55DDNNNNNNNNN, sendo o D os 2 números correspondentes ao DDD de onde você reside e N o número do seu celular. Se você mora em São Paulo, por exemplo, o DDD é 11, então o número ficaria +5511 seguido de seu número.

O número deve ser digitado logo após o pedido de desativação da conta.

De qualquer forma, devemos alertar que manter uma senha no celular é uma boa parte de pelo menos atrasar algum fiasco com suas informações pessoais.

Nunca podemos saber quando nossas informações vão cair em mãos mal intencionadas, mas podemos nos prevenir, sabendo esses protocolos de emergência, tanto para o Whatsapp quanto para os outros aplicativos que você faz uso. Principalmente quem realiza transações bancárias ou obtém informações confidenciais de clientes, por exemplo, precisa estar sempre atento à questão de segurança de dados. O mundo da internet possibilita muito acesso, então por isso precisamos ficar atentos.

Vale lembrar que o conteúdo das mensagens do Whatsapp, bem como a localização compartilhada (última configuração adicionada na atualização do app) são criptografadas, portanto, muito menos suscetíveis a ataques cibernéticos. Contudo, ninguém está imune a perder o aparelho e ser roubado, por isso, caso isso aconteça com você ou com algum conhecido, use o método o e-mail para bloqueio e o ensine às pessoas próximas, para que ninguém passe desnecessariamente por uma situação vexatória por conta das informações do mensageiro.

Por Carolina B.

Whatsapp



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *