Samsung lança o novo Samsung Z na Rússia




Grandes novidades estão chegando nessa metade do ano, no mercado tecnológico. Um dos produtos mais vendidos atualmente por oferecer facilidades acopladas em um único aparelho, o smartphone, encabeça a lista dos mais procurados e faz aumentar ainda mais o desenvolvimento de novos sistemas e funcionalidades.

Em um evento de tecnologia realizado na Rússia, neste mês, foi anunciado pela Samsung; uma das maiores empresas do segmento, o Samsung Z, que promete chamar a atenção dos aficionados em aparelhos eletrônicos.


O Samsung Z, que é o primeiro com o sistema Tizon OS apresenta sensor de digitais, tela de 4,8 polegadas Super Amoled HD e hardware potente e não deixa nada a desejar. Ele conta ainda, com processador quad-core Snapdragon 800 de 2,3 GHz.

Sua memória é de 2GB de RAM e 16 GB de espaço para armazenamento por expansão por micro SD, além de bateria de 2.600 mAh.

Apesar de competir com um dos queridinhos de mercado, o Android, o smartphone apresenta algumas funcionalidades presentes no Galaxy S5. O Samsung Z conta com sensores de batimentos cardíacos, NFC e sensor infravermelho.


E os componentes são cada vez mais sofisticados, a câmera do aparelho vem acompanhada de um sensor de 8 megapixels e tem também uma câmera, de 2,1 megapixels, especialmente para tirar as famosas selfies.

O produto vem ainda com download booster, que permite downloads com mais rapidez, e a função Ultra Power Saving Mode, que deixa a tela nas cores preto e branca, economizando a bateria.

Mas de fato, o que mais chama atenção neste lançamento é o uso de seu software, o Tizen OS. O seu destaque se dá pela capacidade de memória aprimorada, por ser rápido e pela qualidade de sua navegação.

Porém, a animação, por enquanto deve ser contida, pois as vendas do Samsung Z foram anunciadas apenas para a comercialização na Rússia, a partir do próximo mês.

Outra informação dada de acordo com a empresa é de que o celular não será lançado nos Estados Unidos e no mercado europeu. O Brasil também não foi citado. Valores sugeridos também não foram divulgados. 

Por Juliana Alves de Souza

Foto: divulgação

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *