Por que a Nintendo não quer que instalem o iOS 14?



Não é novidade para ninguém que alterações de grande porte em sistemas operacionais tendem a causar diversas incompatibilidades com os mais variados aplicativos presentes nos smartphones, fazendo com que desenvolvedores se desdobrem em um curto período de tempo para providenciar a implementação de ajustes, que se tornam quase obrigatórios.

E com a gigante Apple não seria diferente. E a partir do lançamento do IOS 14, muitas empresas direcionaram mensagens para seus públicos solicitando que estes, sendo portadores de dispositivos da empresa americana, pelo menos por enquanto, contenham seu ímpeto em relação às novidades associadas a nova versão do sistema operacional.



Segundo essas empresas, a Nintendo dentre elas, algumas falhas podem acontecer com seus aplicativos, por muitas vezes deixando de funcionar, como é o caso, por exemplo do jogo Animal Crossing: Pocket Camp, da fabricante japonesa.

O perfil oficial da Nintendo no Twitter orientou seus usuários com dispositivos Apple a não realizar a atualização para o IOS 14 até que a gigante japonesa consiga consertar o problema apresentado. O perfil ainda informa que dentro de aproximadamente um mês será disponibilizada uma correção à seus usuários.



Um mundo de reclamações

No último dia 15 a Apple divulgou um comunicado oficial alertando aos profissionais envolvidos sobre a necessidade de validar se suas estruturas estão prontas a receber o novo sistema operacional da empresa americana.

Somente após esta validação seria possível submeter suas atualizações à revisão, lhes concedendo um dia de prazo apenas, diferentemente do ocorrido no ano anterior, onde, conforme informações da BBC, foi concedido prazo superior a uma semana.

Como se poderia imaginar, as redes sociais em todo o mundo foram inundadas com reclamações e piadas, com fortes críticas ao prazo disponibilizados para as equipes, considerado inviável. Sobre o prazo informado a Apple não se pronunciou oficialmente.

Leia também:  Apple lança iPhone 4 em mais 17 Países

O IOS 14

A décima quarta versão do sistema operacional móvel da Apple, o IOS 14, desenvolvido para os modelos da linha HomePad, iPhone e iPod Touch, foi anunciado durante a Worldwide Developers Conference da companhia no dia 22 de junho de 2020 e lançado para o público, oficialmente, no último dia 16 de setembro.

Um conjunto de alterações foi realizado para a nova versão do sistema operacional voltado para a redução do espaço visual dedicada às interfaces de tela cheia da versão anterior. Agora essas interfaces ficam na parte de frontal de um aplicativo, o que permite que este seja tocado por trás (opção multitarefa).

As interfaces para chamada de voz, o que inclui o telefone e demais aplicativos, como Skype, por exemplo, são consideravelmente menores, tomando o espaço necessário apenas para uma notificação, além da interface dedicada a Siri que agora é compacta.

O Picture-in-picture é um modo que permite aos usuários permanecer assistindo a reprodução de vídeo ou atendendo chamadas de voz em miniatura após saírem do aplicativo. Além disso,este recurso permite o redimensionamento da tela em menor proporção através de gestos de zoom ou de sua movimentação, temporariamente, para fora da tela e chamada novamente através da multitarefa.

No momento o modo Picture-in-picture é suportado por Face-Time e Safari, não contando com suporte para o YouTube. Neste caso seus usuários deverão utilizar o modo Picture-in-picture no site do Youtube através do Safari.

Outros recursos importantes atualizados no IOS 14 são o App Clips que expande a funcionalidade da App Store e o CarKey, desenvolvido para permitir que o iPhone funcione como uma chave virtual de carros através da tecnologia NFC, com os modelos automotivos compatíveis.

Leia também:  LG K61 - Especificações, Características

Com tantas atualizações e novidades, é compreensível a preocupação de desenvolvedores e do público em relação aos problemas enfrentados por dispositivos móveis devido a incompatibilidade com o novo sistema operacional. Por ora resta aguardar uma posicionamento oficial da Apple para que os desenvolvedores consigam realizar os devidos ajustes a tempo de atender as necessidades do público.

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *