Shopee – Como Pedir Reembolso de Compras



Saiba aqui como pedir o reembolso de compras na Shopee.

O marketplace asiático Shopee, que vem crescendo no mercado brasileiro de forma muito grande, agora mostra por meio de seus canais de comunicação como pedir reembolsos de seus produtos.

A pandemia do novo coronavírus trouxe algumas alterações quanto aos hábitos de vida da população brasileira, como melhoras as formas de higiene pessoal e apresso ao isolamento social, afinal, qualquer mero espirro pode trazer consequências fatais. Fora isso, alguns setores tiveram queda de arrecadação, como indústria e prestação de serviços, a queda também afetou de forma drástica o consumo das famílias e a demanda no setor de investimentos.



Com o PIB brasileiro tendo uma previsão de queda de 4,05% em 2020 e recuperação prevista apenas para o ano de 2022, interrompendo uma ascensão de 3 anos do Produto Interno Bruto nacional, mostrando a maior taxa de retenção desde 1996, quando o PIB passou a ser medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e não mais pela Fundação Getúlio Vargas, com tantos problemas de retração econômica como os recordes na Indústria (-12,3%), Serviços (-9,7%) e Construção Civil (-5,7%), apesar de todos os problemas causados pela pandemia, alguns setores da economia apresentaram alta, como o setores de e-commerce aos quais cresceram 26% em 2020, apresentando um faturamento de R$110 bilhões, consolidando o poder das lojas virtuais e dos Marketplaces.

E a consolidação do poder dos Marketplaces não se deram apenas com o aumento do consumo de clientes no setor de e-commerce, alguns setores como a evolução logísticas destes (Marketplaces) e seus serviços comprovam a alta do consumo no setor frente a pandemia, aos quais os consumidores se mostraram confortáveis em comprar de forma online para suprirem as necessidades básicas do seu dia a dia, falando-se em números, cerca de 95% dos consumidores que comparam pela internet, pretendem continuar a comprar desta mesma forma.

Leia também:  Google altera apps para conseguir mais espaço com publicidade


E se o público se agrada cada vez mais do comércio eletrônico, o Marketplace de Cingapura Shopee, grande proeminente e atrativo aos comércio e marketing de massas, ataca como estratégia de não oferecer tarifas extras como frete aos vendedores (Sellers) e nem aos compradores, o que muito atrai um público de produtos baratos, ocasionados por compras rápidas. Mas se durante o processo de compra algo der errado, a Shopee através de seu aplicativo para Android pode devolver o seu dinheiro. Logo abaixo seguem os passo para que ocorra a devolução.

O reembolso ao comprador pode ser efetuado quando a entrega do produto não for realizada, quando o volume do pedido for incompleto, quando os produtos vierem com defeito ou quando ocorrer o arrependimento de compra. Para a realização da devolução pelo aplicativo, deve constar o status da compra em –A receber- e os detalhes do produto devem constar em –pedido entregue- para que a ação do reembolso seja efetuada.

Passos: para efetuar a compra, no aplicativo do marketplace Shopee, abra a aba “EU”, logo em seguida toque no menu “Minhas compras” e para visualizar o pedido na tela, toque em “A receber”, por conseguinte selecione o pedido e acesso a opção “Pedido de Reembolso”. Para dar prosseguimento a ação o cliente deve descrever o motivo para solicitar o reembolso, logo clique na opção “Selecionar Motivo”, entre as opções o cliente deve enviar uma foto do produto para que este seja analisado para a comprovação da ação do reembolso, essas fotos podem ser selecionadas pela câmera ou galeria do celular. Por fim, o solicitante deve enviar uma descrição para preterir o reembolso, e para finalizar sua solicitação, clique na opção “Enviar”. A opção “Detalhes do Pedido” mostra os detalhes do Marketplace Shopee, frente ao pedido de reembolso do cliente.

Leia também:  Samsung reduzirá 30% dos modelos de smartphones

De acordo a Ebit/Nielsen, o ano de 2021 virá com um acréscimo de 16% no número de pedido no e-commerce, e um aumento no valor das compras de 9%, resultando em valor médio de compras por produto de R$ 490,00 – sendo que as categorias que mais devem crescer são: Casa e decoração; Bebês e acessórios; Alimentos e Bebidas; Artes e Antiguidades. Boas Compras!

Tiago Cesar Miguel Kapp

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *