Novo smartphone da Lenovo chegará ao mercado custando R$ 999.

A Lenovo continua com seus planos na busca de agradar cada vez mais os consumidores do mercado nacional. Pouco tempo depois de colocar no mercado os intermediários Vibe A7010 e o Vibe K5 e também o modelo de entrada Vibe C2 a companhia decidiu apostar numa edição especial de um de seus dispositivos. Assim, aqueles que quiserem poderão pagar um pouco mais caro para poder contar com alguns acessórios exclusivos.

Bom, estamos tratando aqui do Vibe K5 Music. De acordo com as informações divulgadas até o momento o aparelho irá chegar ao mercado custando R$999. Porém, já pode ser encontrado em algumas redes varejistas por valores inferiores.

O modelo é comercializado em duas cores: dourado e branco trazendo o tradicional design que cativou muita gente por aqui uma vez que é bem provável que não teremos, ao menos por enquanto, smartphones com um padrão de elegância elevado e que custem menos de mil reais.

Como o próprio nome sugere o principal diferencial apresentado nessa versão é o seu foco no público apaixonado por música. Na embalagem do produto o usuário vai encontrar incluso fones de ouvido produzidos pela consagrada JBL. Segundo as informações da fabricante o acessório foi desenvolvido visando tirar o máximo de proveito possível da tecnologia Dolby Atmos que se encontra presente no K5. Com isso, os usuários podem esperar uma boa qualidade na experiência com o áudio.

Além dos fones a edição especial do Vibe K5 ainda traz uma proteção extra já na embalagem. Aqui vamos ter uma capa de plástico transparente além de uma película protetora para deixar os menos cuidadosos um pouco mais seguros.

A parte chata é que a fabricante não deu informações detalhadas sobre esses acessórios, mais especificamente com relação aos materiais dos mesmos. De qualquer forma isso deve agradar quem anda a procura de uma proteção a mais.

Além do já citado acabamento, muito bom para a faixa de preço do aparelho, o K5 ainda traz outras coisas interessantes como o sistema de áudio com alto-falantes estéreo que conta com certificação da tecnologia Dolby Atmos.

A tela do aparelho é uma IPS de 5 polegadas. A resolução é em Full HD de 1080 x 1920. Temos o Chipset Qualcomm MSM8939v2 Snapdragon 616 64-bit Octa-Core com clock máximo em 1,5 GHz. São 16 GB de espaço para armazenamento interno, expansível via cartão microSD de até 32 GB e 2 GB para a memória RAM.

A câmera principal traz 13 megapixels e a frontal cinco megapixels.

Por Denisson Soares

Vibe K5 Music


Pesquisa revelou que usuários do Android estão migrando para aparelhos com iOS.

Ao que tudo indica, a Apple deve estar extremamente contente com os resultados alcançados recentemente com o iOS, por meio do seu novo Smartphone, o iPhone 6s. Por que? Uma pesquisa divulgada nesta semana pelo Consumer Intelligence Research Partners (CIRP) mostrou que nunca tantos usuários do sistema operacional Android optaram por comprar um smartphone com sistema operacional iOS instalado.

Segundo a pesquisa do instituo norte-americano, um dos motivadores dos donos de Android comprarem um iOS, é a versão Plus dos celulares da Apple, que possuem uma tela maior. Por outro lado, a versão Plus sai mais cara, o que é ótimo para Apple, que acaba por conseguir um lucro maior. Estima-se que no ano anterior, a versão Plus foi escolhida por 25% dos consumidores, enquanto neste ano, a escolha pela versão com tela maior, foi de 37% dos consumidores, uma alta de 12%.

A pesquisa mostra que 26% daqueles consumidores que compraram o iPhone 6s no mês de seu lançamento, já possuem um dispositivo Android, número superior ao de versões anteriores, como no lançamento do iPhone 6, onde 12% eram usuários Android (14% de aumento) e no caso do iPhone 5s, onde 23% possuíam um aparelho Android em casa (aumento de 3%).

Segundo Mike Levin, que é um dos fundadores da Consumer Intelligence Research Partners, essa pesquisa mostra uma tendência, que é a opção dos consumidores por aparelhos com o iOS, num período de longo prazo, em detrimento dos aparelhos Android.

A dúvida que fica é como esses dados seriam, ou são, no Brasil, onde os preços dos produtos da Apple são altíssimo e limitados a poucas pessoas com reais condições de comprar, e alguns que arriscam tudo para ter um aparelho da marca.

Por outro lado, o fato da maior parte dos consumidores do iPhone estar nos Estados Unidos e Europa, comprar um iOS tendo um Android, não pode ser classificado logo de cara como uma troca, visto que nesses países, é comum encontrar pessoas com smartphones dos dois sistemas operacionais que dominam o mercado atualmente.

Por Gabriel Mazzo

Android e iOS


Nova versão turbinada no Moto G 3ª geração conta com proteção contra água e poeira e carregador com TurboPower 15, que recarrega o aparelho com rapidez.

O novo aparelho da Motorola, o Moto G Turbo Edition, que é a versão turbinada do Moto G terceira geração, como o próprio nome já entrega, chegou ao Brasil, mas não com um preço acessível, como é a característica do aparelho. O valor estimado é de R$ 1.299, um pouco superior do que a sua versão mais básica do Moto G 3º geração que custa R$ 900.

A nova versão do Moto G veio poderosa. A Motorola deixou de lado o processador Snapdragon 410 e agora usa o Snapdragon 615, o mesmo usado no aparelho Moto X Play, que é superior ao Moto G, o Moto X Play custa em torno de R$ 1.499. O Moto G Turbo Edition ainda conta com IP67 que protege o smartphone contra água e a poeira, enquanto o Moto G terceira geração possui o IPX7 que protege o aparelho somente contra a água. A bateria não mudou, continua com 2.470 mAh, mas o carregador do Moto G Turbo Edition é potente, a Motorola incluiu o TurboPower 15 que recarrega o aparelho com rapidez.

Essas características citadas foram as maiores mudanças, as outras especificações continuam as mesmas do Moto G terceira geração.

As especificações do novo Moto G Turbo Edition são: tela de 5 polegadas com resolução HD (1280×720 pixels) de 224 ppi e Gorilla glass3,  2 GB de memória RAM, 16 GB de armazenamento interno, câmera traseira de 13 megapixels e câmera frontal de 5 megapixels, bateria garantida para um dia inteiro com QuickCharge 2.0 que garante recarga rápida (essa é uma exceção do Moto G Turbo Edition), suporte para o Moto Maker e sistema operacional  Android 5.1.1 Lollipop com atualização garantida para a mais nova versão do Android, o Marshmallow.

Mesmo com a nova versão, o Moto G terceira geração continua a ser vendido nas lojas brasileiras, sendo a versão mais barata do aparelho, custando na versão mais básica de 8GB R$ 999 e a mais completa, R$ 1.129. Talvez pagar um pouco mais caro pela versão mais recente e turbinada compense mais.

Por Camila Batista

Moto G Turbo Edition

Moto G Turbo Edition

Fotos: Divulgação


Novo modelo será lançado no final de setembro e contará com ótimas características.

A cada dia surgem novas informações no mercado da tecnologia sobre o surgimento do Nexus 6P, que é um smartphone produzido pelo Google junto com a Huawei.

Esse modelo que é um dos phablets (dispositivo com uma tela que chega a ser superior a 5,5 polegadas, mas que ao mesmo tempo é inferior a 7 polegadas, sendo sensível ao toque, mas com recursos bem semelhantes aos que existem em smartphones e tablets, e com uma integração opcional com relação a uma caneta do tipo stylus), chega ao mercado com as seguintes características:

  • Uma tela menor com 5,7 polegadas para uma resolução de exatamente 1440 X 2560 pixels;
  • Com uma velocidade de 1,9 GHz temos o Chipset Snapdragon 810 octa-core;
  • Memória RAM de 3 GB;
  • Câmera traseira de 11 megapixels;
  • Câmera frontal de 7 megapixels;
  • Versão atualizada do Android;
  • Gravação com uma resolução na casa dos 4K.

No lado da Huawei temos conforme mencionamos acima o Nexus 6P, enquanto que é também aguardado no mercado o modelo Nexus 5X da LG (é conhecido dentro da empresa como Project N3), que apresenta as características de:

  • Uma tela de 5,2 polegadas que apresenta uma resolução Full HD com uma configuração de 1080 X 1920 pixels;
  • Uma velocidade máxima de 1,8 GHz para o chipset Qualcomm Snapdragon 808 hexa-core 64 bits;
  • Memória RAM de 2 GB;
  • Armazenamento interno pode ser de 32 GB ou senão 64 GB;
  • Câmera frontal de 5 megapixels;
  • Câmera traseira de 13 megapixels;
  • Bateria com uma capacidade de 2.700 mAh;
  • Leitor Biométrico;
  • Android 6.0.

O Nexus 6P (sucessor um pouco distante do famoso modelo Nexus 6 da Motorola) e o Nexus 5X (sucessor bem direto do Nexus 5 lançado em 2013 pela LG) têm a previsão de serem lançados na mesma data, ou seja, dia 29 de setembro, mas infelizmente sem a confirmação se serão divulgados para a compra em todos os países.

Por Fernanda de Godoi

Nexus 6P

Foto: Divulgação


Já surgem rumores sobre a nova versão do iPhone que será lançada em 2016.

Em meio as expectativas de lançamento do iPhone 6S e do iPhone 6S Plus que irão acontecer dia 9 de setembro já surgem rumores sobre a geração do iPhone 7 que será lançada em 2016.

Ming-Chi Kuo, analista que pertence à KGI Securities, enviou uma carta para alguns investidores da Apple, afirmando que o iPhone 7 será provavelmente o smartphone mais fino já desenvolvido pela Apple,  vale lembrar que Ming-Chi Kuo possui credibilidade no meio, pois já acertou diversas previsões do aparelho em versões anteriores.

A especulação gira em torno da espessura do iPhone 7, que deve possuir entre 6,0 e 6,5 milímetros e que provavelmente serão acompanhadas de algumas diferenças no design do novo aparelho, é bom ressaltar que o iPhone 6, tem 6,9 milímetros e a versão Plus tem 7,1 milímetros.

Historicamente a Apple, fundada por Steve Jobs, redesenha os seus iPhones a cada 2 anos, introduzindo um “S” nos intervalos entre os aparelhos, que significa um upgrade na aparência e em alguns detalhes técnicos dos aparelhos, uma espécie de correção e aprimoramento.

Dentre as melhorias esperadas para o iPhone 6 há destaque para um processador mais rápido "A9", de 2 gigabytes de memória RAM, mudanças na bateria e no que diz respeito à aparência os rumores apostam no Rose Gold, uma versão na cor rosa. Quem duvida que o lançamento da nova cor será um sucesso de vendas?

Por enquanto, nos resta aguardar o lançamento e conferir as novidades do 6S e do 6S Plus que prometem superar as expectativas do público e acabar com a ansiedade que está girando em torno da revelação.

Vale lembrar que apesar da alta taxa de acerto nas previsões do analista, não há nada confirmado e que, portanto, a informação a respeito do iPhone 7, apesar de ser bastante animadora, ainda é um rumor.

Por Beatriz Duarte

iPhone 7

Foto: Divulgação


Cada vez mais, celulares simples estão perdendo mercado e sendo substituídos pelos smartphones.

O fraco desempenho econômico brasileiro também está refletindo na indústria de eletrônicos. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), o País obteve uma queda significativa nas vendas de celulares no primeiro semestre deste ano. Os dados da associação mostram que os números de aparelhos vendidos de janeiro e junho caíram 17%, para 27,4 milhões de unidades.   

As informações fornecidas pela Abinee representam os dispositivos vendidos pelos fabricantes aos varejistas e distribuidores em todo território nacional. O fraco desempenho no período teve impacto acentuado na retração de 78% referente às vendas de aparelhos convencionais, que ficaram em 2 milhões de unidades. Em 2014, no mesmo período, o número foi de 9,3 milhões de aparelhos "feature phones" vendidos.   

Os consumidores estão investindo cada vez mais em smartphones, o que diminui o interesse por celulares simples, sem muitas funcionalidades. A queda de preço, tornando-os mais acessíveis também contribuiu para a queda dos "feature phones".

No Brasil, a maior parte de toda a demanda tem sido atendida pela fabricante Positivo. Visto que a chinesa Alcatel One Touch deixou o mercado nacional, a empresa brasileira está aproveitando para desovar seu estoque. Desde a retirada a companhia estrangeira, a Positivo Informática viu suas vendas saltarem 422%, para 313,3 mil unidades no primeiro trimestre.   

Já os smartphones apresentaram um bom desempenho no semestre. Segundo a Abinee, as vendas conseguiram atingir crescimento de 8%, para 25,4 milhões de aparelhos. No entanto, no segundo trimestre as vendas sofreram com uma queda de 13%, reflexo do consumidor desconfiado com a economia. Os smartphones já representam 93% do mercado brasileiro. 

A indústria de smartphones espera se recuperar principalmente no quarto trimestre, onde as vendas de final de ano tendem a elevar as aquisições dos aparelhos. Vale lembrar que os últimos três meses do ano são os melhores para o mercado de telefones inteligentes.

Por William Nascimento

Venda de celulares

Foto: Divulgação


Novo phablet foi lançado em duas versões na China e será lançado no dia 19 de agosto em outros mercados onde a Xiaomi atua.

A chinesa Xiaomi anunciou seu mais novo aparelho na quinta-feira (13/08). Trata-se de um 'phablet', dispositivo que combina tamanho quase proporcional a um tablet com recursos de smartphone, chamado Redmi Note 2. Ele será um dos principais produtos da companhia neste segundo semestre de 2015. A empresa também anunciou uma atualização no sistema operacional móvel que equipa seus aparelhos, a MIUI.  

A empresa certamente utilizou a data para competir com a Samsung que também apresentou seu novo 'phablet', o Samsung Galaxy Note 5. A empresa sul-coreana também lançou uma variante do Galaxy S6 Edge, chamado de Galaxy S6 Edge Plus.  

O Redmi Note 2 será lançado em duas versões, uma custando cerca de 800 iuanes, cerca de R$ 440 na conversão direta, e outra versão Prime, que custará 1 mil iuanes – cerca de R$ 545 na conversão direta.

De acordo com a empresa, os dois aparelhos foram disponibilizados na China a partir deste domingo (16).

As configurações do Redmi Note 2 são bastante agradáveis e o sistema MIUI é agradável, lembrando muito o iOS da Apple.  

O dispositivo da Xiaomi conta com 5,5 polegadas nas duas versões. Os usuários poderão escolher entre capas coloridas para personalizar seus aparelhos. A câmera traseira é 13 megapixels que trabalha junto com 2 GB de memória RAM, que é suficiente para executar multitarefas.

Os dois modelos anunciados pela fabricante chinesa se diferenciam pela capacidade de armazenamento. O mais barato oferece 16 GB de armazenamento interno, sendo que a versão mais cara é de 32 GB. O processador da versão Prime também apresenta superioridade no quesito desempenho.  

A Xiaomi conseguiu surpreender o mercado ao disponibilizar uma nova versão da série Redmi, que tem feito sucesso suficiente para conseguir vender mais de 70 milhões de unidades em todo mundo. Com preços atraentes e bom desempenho, a empresa asiática tem conseguido cativar usuários em todo mundo, em especial em seu continente, onde se tornou uma das principais fabricantes de smartphones. Já no Brasil, a companhia chegou no mês de julho, oferecendo apenas um modelo de smartphone. Trata-se do Redmi 2, um aparelho intermediário com preço em torno de R$ 500.  

Vale lembrar que a Xiaomi liderou o mercado de smartphones na China durante o segundo trimestre de 2015. Esse feito foi bastante comemorado pela empresa.  

No lançamento do Redmi Note 2, a empresa também anunciou a MIUI 7, nova atualização de seu sistema para dispositivos móveis. Baseado no Android, o sistema recebeu sua sétima atualização. O modelo já está disponível na China, e chegará ao restante do mundo, onde a empresa atua, no dia 19 de agosto. Certamente, o Brasil estará entre os países que receberão o aparelho nesta semana.

Por William Nascimento

Xiaomi Redmi Note 2

Xiaomi Redmi Note 2

Fotos: Divulgação


Novo modelo foi apresentado neste mês e traz ótimas configurações, com destaque para a bateria de 5.000 mAh.

A Asus divulgou na última quinta-feira, dia 6 de agosto, o Zenfone Max que apresenta uma poderosa bateria de 5.000 mAh, bem superior aos modelos anteriores como o ZenFone 2 e o Zenfone 6.  Nas próximas linhas vamos explicar com detalhes informações comparativas sobre cada um desses três modelos.

Primeiro temos o modelo ZenFone 2 que apresenta as seguintes características:

  • Bateria de 3.000 mAh;
  • Display de 5,5 polegadas;
  • Bateria de 3.000 mAh com a tecnologia BoostCharge;
  • Suporte para dois SIMs;
  • Câmera dianteira de 13 megapixels;
  • Câmera frontal de 5 megapixels;
  • Processador Intel Atom Z3560 de 1,83 GHz ou Z3580 de 2,33 GHz;
  • Memória RAM de 4 Gb e com armazenamento interno de 64 Gb, expansível até 128 Gb com o uso do microSD;
  • Tela IPS de 5,5 polegadas e resolução de 1920 X 1080 pixels;
  • Processador Snapdragon 800.

Já o modelo Zenfone 6 apresenta as seguintes configurações:

  • Bateria 3.300 mAh;
  • Tela de 6 polegadas HD, com resolução de 1280 X 720 pixels;
  • Processador Intel Atom dual-core;
  • Sistema Android 4.3 (Jelly Bean);
  • Memória RAM de 1 Gb;
  • Câmera frontal de 2 megapixels;
  • Câmera traseira de 13 megapixels;
  • Conexão Wi-fi;
  • GPS;
  • Entrada para cartão microSD de até 64 Gb;
  • Gravação de vídeos em Full HD (1080p).

Agora que sabemos as configurações dos outros modelos, o Zenfone Max chegou nesse mês com os seguintes tipos de características:

  • Bateria de 5.000 mAh que pode ser utilizada como um tipo de banco de carga para realizar o carregamento de outros aparelhos e segundo a ASUS tem autonomia suficiente para não receber nenhum carregamento adicional e o usuário conseguir utilizar o aparelho por até dois dias.
  • Câmera frontal de 5 megapixels;
  • Câmera traseira de 13 megapixels com foco automático a laser, parecida com o modelo Deluxe;
  • Flash duplo de lED;
  • Tela de 5,5 polegadas, protegida pelo Corning Gorilla Glass 4;
  • Processador Snapdragon 410 qual-core a 1.2 GHz;
  • Memória RAM de 2 GB;
  • Memória interna de 16 Gb que pode ser expandida através do cartão microSD;
  • Resolução máxima de 720p.

Com isso vemos que a cada modelo a ASUS vem aumentando a capacidade dos seus aparelhos para atender um mercado exigente.

Por Fernanda de Godoi

Asus Zenfone Max

Asus Zenfone Max

Fotos: Divulgação


Novo modelo será vendido por R$ 799,00 e disponibilizará aos usuários experiência de modelos premium.

A empresa LG divulgou que nessa primeira quinzena de agosto de 2.015 vai lançar no mercado brasileiro o LG Prime II, já conhecido em outros mercados como LG Bello II e que vem para bater de frente com os modelos Galaxy Gran Prime Duos, da Samsung e também o Moto G, da Motorola.

O LG Prime II está vindo para o mercado com custo bem acessível, no valor de exatamente R$ 799,00 e ao mesmo tempo com ferramentas de experiência premium, no qual temos uma tela de cinco polegadas, uma câmera frontal de 5 MP, mais os conhecidos recursos de software da LG, como o Quick Selfie e o Virtual Flash.

Para ter uma ideia desses dois últimos itens, temos as seguintes informações:

1.       O Quick Selfie apresenta uma tecnologia que consegue reconhecer o abrir e o fechar da mão do usuário perante a frente da câmera, fora que ainda apresenta uma contagem regressiva automática e com isso a foto é batida sem a necessidade do uso de um clique no botão ou também é possível realizar uma configuração antecipadamente;

2.       Já o Virtual Flash tem uma câmera frontal já ativada que quando é apertado o botão “flash”, é possível ter um acesso direto ao quadro branco de alto brilho, e esse quadro realiza a simulação de um flash que acaba iluminando o rosto que vai ser fotografado.

Abaixo temos uma descrição mais detalhada sobre as características do aparelho:

  • Processador Quad Core de 1.3 GHz – Mediatek MT6582;
  • TV Digital com uma antena retrátil embutida;
  • Tela FWVGA (854 X 480 pixels) de 5 polegadas;
  • Bateria de 2.460 mAh removível e 2.540 mAh típico;
  • Compatibilidade com a rede 4G;
  • Memória interna de armazenamento de 8 GB expansível via micros/ 1 GB de RAM;
  • Câmera frontal de 5 megapixels;
  • Câmera traseira de 8 megapixels;
  • Sistema operacional Android 5.0 Lollipop;
  • Conectividade Bluetooh 4.0 / NFC / Conexão USB / Wi-Fi 802.11 b/g/n;
  • Conexão de rede 3G, mas sem suporte para o 4G/LTE;
  • Dimensões 140.8 X 71.6 X 9.6 mm
  • Peso de 158 g.

Por Fernanda de Godoi

LG Prime II

LG Prime II

Fotos: Divulgação


Novo modelo conta com um processador potente e caneta S Pen.

A companhia sul-coreana Samsung lançou este mês no Brasil o Galaxy Tab A, um gadget médio que tem como tarefa substituir o Galaxy Tab 4. As principais características do tablet são o processador potente e uma caneta S Pen, especial para usar com o aparelho. O modelo foi apresentado na sede da Samsung em São Paulo, juntamente com outros lançamentos da marca.

O Tab A é o novo modelo de tablet da empresa e tem como marca a caneta inteligente, cujo objetivo é facilitar a vida do usuário. O foco é atingir tanto os usuários comuns quanto o público mais profissional. Entre as possibilidades da caneta estão a "Seleção Inteligente", a qual permite o recorte de uma página de maneira simples, sendo mais fácil para gravá-la, tal qual um print screen. Outra função é o "Clip de Imagem", para ajudar no recorte de fotos, de acordo com a marcação feita pela caneta.

Visivelmente mais bonito que outras versões anteriores, o lançamento conta com um design mais moderno que os antecessores, além do peso de 450 gramas. O tablet está disponível nas cores branco e cinza e em dois tamanhos: 8 polegadas e 9,7 polegadas. A tela dois tem a proporção de 4:3 para facilitar atividades como a leitura, uma vez que a proporção é a mesma de um caderno ou livro.

As duas versões apresentam um processador quad-core de 1,2 GHz e vem equipado com o Android Lollipop. Ambos possuem 2 GB de RAM e capacidade de armazenamento interna de 16 GB, expansíveis até 128 GB, quando utilizado cartões microSD. Ainda há versões com conexão 4G, contudo todos apresentam conexão Wi-Fi e Bluetooth.

O valor dos tablets da série são de 1.399 reais nas versões de 8” com conexão 4G e de 9,7”, somente com conexão Wi-Fi. Já a versão de 9,7 polegadas que apresenta a conexão 4G custa 1.649 reais

Por Ana Rosa Martins Rocha

Samsung Galaxy Tab A

Samsung Galaxy Tab A

Fotos: Divulgação


Novo modelo conta com novas cores, melhoria na câmera e novo hardware.

A Apple anunciou seu novo iPod Touch que agora, além de estar disponível em novas cores, também traz uma câmera bem melhor, para atender ao mercado que tem valorizado cada vez mais as boas imagens.

O novo hardware do novo iPod Touch é um dos destaques, além da câmera que está melhor, as cores que atendem os clientes da marca, mas também vai custar mais caro, como já era de se esperar.

A cor amarela não vai estar nesta nova geração do iPod Touch, no lugar dela entrou a cor dourada que já vem fazendo parte de todos os lançamentos da Apple.

O preço mais alto já vinha sendo apontado, porque há quase dois anos a Apple não trazia nenhuma melhora praticamente para o aparelho que agora conta com um processador A8 de 64 bits, igual ao que é utilizado nos novos iPhone e também nos iPads. Claro que esta melhora tem um custo e ele está sendo repassado.
O chip contextual M8 é a nova tendência dos aparelhos da Apple e a principal função é ficar monitorando os passos, as subidas e descidas, entre vários outros movimentos, sendo muito utilizado nos aplicativos fitness que é uma tendência nos dias atuais, pois as pessoas estão contando com vários aplicativos para ajudá-las a perder peso e a manter a boa forma.

E a câmera que antes oferecia 5MP, agora vem com 8MP, oferecendo uma aberta de f/2,4, porém, a tela retina ainda é a mesma dos modelos já lançados, mantendo-se com 4".

Com a nova geração do iPod Touch vai ser possível gravar vídeos em 1080p a 30 quadros por segundo, garantindo uma qualidade muito superior e ainda vai ser possível contar com a "estabilização cinemática do vídeo", sendo este um ótimo recurso que consegue impedir que a gravação fique tremida. E se o usuário quiser, ainda pode gravar em câmera lenta, a 120 fps, para criar vídeos com um recurso que vem sendo muito procurado atualmente.

O iPod Touch vai sair da loja como o sistema operacional iOS 8.4, já estando prontinho para o Apple Music.

Por Russel

iPod Touch

Foto: Dviulgação


Rumores indicam que novo modelo da Apple terá acabamento em alumínio e será capaz de gravar vídeos em 4K.

No início deste mês de julho, mas precisamente no dia 1º, quarta-feira, o mundo foi surpreendido por supostas imagens do iPhone 6S que é o próximo smartphone da Apple, mesmo a empresa ainda não tendo confirmado o nome, mas todos já se referem ao próximo lançamento como sendo o 6S.

As fotos que vazaram na internet trazem detalhes do aparelho, mas o que mais chamou a atenção foi o fato do novo iPhone 6S ser capaz de gravar vídeos em 4K.

O último modelo lançado pela Apple traz uma câmera com 8 megapixels, capaz de gravar em 1080p, mas este novo iPhone poderá ter uma câmera traseira com 12 megapixels, garantindo uma qualidade muito superior das imagens.

E de acordo com o documento que trouxe as supostas fotos do iPhone 6S, que foi divulgado na rede social chinesa, a Weibo, o novo iPhone estará disponível no mercado a partir do mês de setembro, chegando para os chineses no dia 25 do mesmo mês.

A pessoa responsável pela divulgação das fotos também informou que o novo iPhone será chamado, a princípio, de "New iPhone", como já foi feito em relação à linha de iPads.

A informação de que o novo iPhone irá gravar vídeos em 4K, veio a confirmar o que já havia sido sugerido por um programador que no mês passado descobriu um código no iOS 9 beta, que é para desenvolvedores, que já dava a entender esta possibilidade.

Outra novidade do novo iPhone, que certamente vai agradar aos consumidores, é o seu novo acabamento em alumínio. Especialistas indicam que o motivo da Apple estar investindo tanto em detalhes externos é porque o aparelho terá somente um pequeno upgrade em relação ao hardware.

A nova geração do iPhone já está sendo produzida pela Foxconn e também pela Pegatron, de acordo com o DigiTimes e a produção estaria acelerada, para não haver nenhum atraso, já que a Apple considera o final do mês de setembro, como uma data estratégica para garantir boas vendas do novo iPhone.

Apesar da pouca melhoria feita em relação ao hardware, o aparelho deverá contar com um novo processador e seguir o Force Touch, um recurso desenvolvido pela própria Apple.

Por Russel

iPhone 6S

Foto: Divulgação


Apple pretende lançar iPhone 6C com corpo de metal e outro modelo com maior capacidade de armazenamento.

Com a concorrência entre os smartphones cada vez maior, investir na qualidade é fundamental e a Apple, conhecida por oferecer produtos de ótima qualidade aos seus clientes, teve sua credibilidade em jogo, depois que alguns se seus iPhones apresentaram problemas e os últimos lançamentos vêm sendo bastante questionados quanto a este quesito: a baixa qualidade dos aparelhos.

E para conseguir novos mercados, a Apple propositalmente investiu em aparelhos mais “baratinhos” e, claro, aparelhos estes que ofereciam acabamento em plástico. Mas para o próximo iPhone a ser lançado, a empresa pretende voltar o foco para a qualidade e os aparelhos poderão ter corpo de metal, já a partir do próximo ano, com a chegada do iPhone 6C.

E o corpo em metal deverá ser uma das poucas novidades do iPhone 6C, até mesmo para não ser preciso encarecer ainda mais o aparelho, já que a concorrência está dificultando os projetos da Apple.
O iPhone 6C contará com a mesma tela de 4" e cores variadas, mas com um chassi de metal.

A Apple inclusive já teria encomendado para a Foxconn a estrutura em metal, para não haver atrasos no lançamento.
Outra novidade que os novos iPhones deverão ter, já no iPhone 6S e o iPhone 6S Plus, que serão disponibilizados no mercado ainda este ano, é um aumento na capacidade de armazenamento, já que as marcas concorrentes têm oferecido mais espaço para seus clientes.

O perfil do usuário vem mudando bastante e ter um bom armazenamento no smartphone tem sido um dos principais requisitos na hora de se comprar um smartphone novo.

E de acordo com as informações do jornal Korean Times, a Apple tem intenção de lançar uma super novidade no mercado, que são os aparelhos com capacidade acima dos 128GB que atualmente é o limite máximo dos iPhones, pois a empresa sabe que os usuários estão precisando cada vez mais de espaços.

Acontece hoje com os smartphones algo bem semelhante ao que aconteceu com os computadores no passado, quando no início os HD's suportavam pouquíssimo espaço para armazenamento mas rapidamente foram sendo lançados computadores com HD's que ofereciam mais e mais espaço, à medida que os computadores se popularizavam e passavam a fazer parte do dia a dia de pessoas e empresas.
Hoje está acontecendo isso com os smartphones e a Apple que sempre esteve à frente do seu tempo, está atenta a tudo isso.

Um iPhone 6C com corpo de metal e maior resistência e um outro modelo que ofereça mais espaço para armazenamento são alguns dos principais projetos desenvolvidos hoje pela Apple.

Por Russel

iPhone 6C

Fotos: Divulgação


Novo sistema poderá receber novo protocolo IMAP IDLE para e-malis, com alterações e novidades interessantes.

Depois que a Cyanogen anunciou finalmente as versões atualizada da CM11 e também da CM12, agora a empresa pode focar todo seu trabalho na ROM CM12.1 e para garantir que não haja atrasos e que fique o melhor possível, a equipe agora conta com Jorge Ruesga e Danny Maumann, de forma que os fãs da CyanogenMod possam contar com muitas novidades.

E o que os usuários do sistema Android mais querem é que seja implantado o protocolo IMAP IDLE, para o aplicativo de e-mail, para que possam receber todas as alterações dos e-mails, como novas mensagens ou até mesmo modificação e exclusão das que já existem. Isso será possível com a manutenção de uma conexão que seja ativa, permitindo ao servidor o envio de notificações de todas as mudanças realizadas para os clientes de e-mail.

Havendo a manutenção de uma conexão ociosa, irá garantir uma importante redução de sobrecarga de tempos em tempos. Isso vai garantir maior durabilidade à bateria e, claro, melhorar consideravelmente o desempenho.
Mas o aplicativo nativo de e-mail já irá trazer novidades com as novas Nightlies CM12.1, inclusive importantes melhorias como a implementação do protocolo IMAP IDLE. O acesso a esta função está nas configurações da conta IMAP, ou então, configurando uma nova conta. O intervalo de sincronização da conta deverá ficar no modo automático.

As novidades não param por aí, tem as notificações por pasta e dias de sincronização, disponíveis no aplicativo de e-mail, mas que estão disponíveis somente para IMAP e as contas do Exchange. Com esta nova funcionalidade, será possível configurar vários conjuntos de notificações para as mais diversas pastas e ainda, configurar quais as pastas que deverão ser atualizadas, seja para as sincronizações ociosas ou as periódicas.

Novidade também no gerenciador de redes Wi-Fi, pois o Android não consegue usar a rede que for mais eficiente, pelo menos na grande maioria das vezes, mas agora com a CM11 é possível mover a rede do trabalho ou de casa para o topo da lista, o que garante que o Android sempre vai escolhê-las como primeira opção.

Os usuários mais avançados poderão até escolher sua rede Wi-Fi favorita, já que agora está disponível esta funcionalidade com a CM 12.1, é só ir em: Configurações / Wi-Fi / Menu / Redes Armazenadas.

Nas próximas semanas, outras novidades da CM12.1 serão reveladas.

Por Russel

Cyanogen


Novo modelo conta com processador superpotente e configuração bastante moderna.

Um dos grandes lançamentos da Sony para 2015, bem como uma das grandes apostas da empresa é o Xperia Z3+ que foi lançado recentemente. Vale destacar que o lançamento do novo modelo top de linha entre os smartphones da empresa foi bastante discreto: o lançamento foi feito na última terça-feira, 26 de maio, através do site da empresa. Um dos principais destaques do aparelho é o seu processador extremamente potente e sua configuração bastante moderna. Confira outros destaques na continuação desta matéria.

Como já foi destacado acima, o processador do Xperia Z3+ é um dos principais destaques do aparelho. Trata-se do Snapdragon 810 de 64 bit. Com isso, através deste incrível processador será possível executar aplicativos e jogos bastante pesados.

Além disso, saiba que outro grande destaque desse aparelho é sem sombra de dúvidas o corpo com bordas de alumínio brilhante que trás um toque bastante sofisticado para o seu design. O aparelho dispõe de apenas 6,9 mm de espessura, o que faz do Xperia Z3+ um dos mais finos do mercado. O Xperia Z3+ é a tão esperada versão global do Xperia Z4, que foi lançado em abril com exclusividade para o mercado japonês.

Uma novidade bastante interessante é que o novo top de linha da Sony agora conta com porta micro USB, mas que não perdeu a proteção contra infiltrações. Além disso, outra mudança bastante importante em relação à geração anterior é sem sombra de dúvidas o espaço de armazenamento interno. Dessa forma, a versão de entrada dispõe de 32 GB enquanto que as versões mais caras dispõem de 64 ou 128 GB. A tela continua com 5,2 polegadas e a memória RAM também não sofreu mudanças: 3 GB disponíveis.

E para aqueles que curtem uma boa foto, saibam que o Xperia Z3+ conta com a nova câmera frontal de 5 megapixels acompanhada de lentes Wide Angle de 25 mm (tal lente deve deixar as selfies com maior qualidade). A câmera traseira, por sua vez, não sofreu mudanças e continua com 20,7 megapixels.

Por Bruno Henrique

Sony Xperia Z3+

Sony Xperia Z3+

Fotos: Divulgação


Operadoras de celular não cumpriram o indicado de 100% das determinações de qualidade da Anatel.

A  briga com as  companhias telefônicas está sendo constante na  vida de todos os  usuários.

As quatro empresas de telefonia do Brasil (Claro, Vivo, Oi e TIM) vem sendo alvo de  reclamação constante por seus clientes.

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicação), que em julho de 2012 proibiu a  comercialização de  chips de  duas operados (Oi e TIM) nos estados em que  cada uma delas, foram campeãs em reclamação na  época.

Na época, a TIM ficou cerca de 11 dias sem poder  fazer o cadastro de novos clientes em 18 estados inclusive o Distrito Federal.

A Claro foi  punida em três estados e a Oi em cinco estados, a  Vivo não teve punição na época, pois não registrou os piores índices em nenhum estado.

A Anatel apurou esses indicadores no período de agosto de  2012 a  julho de  2014, onde fez uma média em cada um dos 26 estados mais o Distrito Federal em cerca de 81 cidades com população média de  300 mil habitantes. Ao final do processo, em julho de 2014, teve o registro que  a empresa  Claro cumpriu cerca de 93,1% das mediações realizadas, a TIM teve 86,1%, a  Vivo teve 85,3% e a Oi, 78,1% das  mediações realizadas.

Assim, a Anatel confirmou que nenhuma das empresas cumpriu as determinações, onde seria o indicado em 100%, desta  forma as  empresas estarão sujeitas a multas pelo não  cumprimento das  determinações  pedidas pela Anatel.

De acordo com a Anatel, houve uma queda nas reclamações nesse período de dois anos, cerca  de  9% das  operadoras. As queixas sobre a  qualidade  dos serviços de  voz e  internet tiveram uma  queda de 25% em  julho de 2014 quando comparadas a  2012.

As empresas Vivo e TIM  tiveram um  aumento no número de  reclamações no período, as  queixas por problemas de  qualidade  da  Vivo chegaram em 26% e a TIM obteve queda de  41%.

Apesar do  aumento obtido pela Vivo em  matéria de reclamações, a  empresa ainda tem o menor índice comparado com as outras  três operadoras, obtendo assim o  menor  número de  reclamações.

Por André Escobar

Operadoras de celular


Dispositivo pode ser acoplado na entrada micro USB de tablets e smartphones com Android.

Desde a popularização dos Tablets e Smartphones com a usual entrada compatível para micro USB, os usuários encontram certa frustração com relação ao uso integrado com outros dispositivos com entrada USB. Essa dificuldade encontrada leva ao incômodo de utilização conjunta com dispositivos maiores como computadores de mesa e “notebooks”.

Pensando nisso, a Multilaser lançou uma novidade no mercado. Trata-se do Pendrive OTG Dual USB, um dispositivo que vai animar os usuários de Smartphones e Tablets com o sistema operacional Android. O novo dispositivo tem a capacidade de ser acoplado na entrada micro USB que esses aparelhos possuem.

O novo gabget tem a mesma funcionalidade de um pen driver comum. O armazenamento ocorre da mesma forma, podendo ser guardadas as fotos, músicas, vídeos e outros arquivos diversos. Além disso, os arquivos armazenados no Pendrive OTG podem ser reproduzidos nos aparelhos Smartphones e Tablets sem a necessidade de transferência para o aparelho.

Dessa forma o gabget pode funcionar como uma extensão de memória para o dispositivo, isso sem falar na possibilidade de realização de “backup” dos arquivos sem o incômodo de acessar um computador ou notebook. Com isso o usuário poderá manter o aparelho com utilização razoável da memória e garantirá um desempenho razoável, sem sobrecarregar a memória interna do aparelho.

Além da utilização nos dispositivos móveis, o gabget pode ser acessado em computadores, desde que possua sistema operacional Mac ou Windows. A restrição para dispositivos móveis está no sistema operacional, pois o novo pen drive funciona apenas com o Android 4.0 ou sistema operacional mais recente (ficam de fora o Windows Phone, iPad e iPhone).

Os interessados podem acessar o endereço eletrônico da Multilaser. O novo pen drive está disponibilizado pelo valor de R$ 29,90 para o modelo com capacidade de 8 BG e no valor de R$ 49,90 para o modelo com capacidade de 16 GB.

Por André César

Pendrive OTG Dual USB

Foto: Divulgação


Para utilizar o novo serviço, os proprietários de iPhones precisam fazer a atualização do app no iTunes.

O WhatsApp fez a liberação das chamadas de voz para o iPhone. Para ter mais esta funcionalidade no seu smartphone os proprietários de iPhones devem baixar no iTunes a versão 2.12.1 que já está disponível, atualização esta que permite, dentre outras funcionalidades, que os usuários consigam fazer ligações de graça por meio do aplicativo WhatsApp.

Desde março, quando estas ligações foram liberadas para os usuários do sistema operacional Android, os usuários do iPhone estão aguardando, a fim de que pudessem, finalmente, fazer a utilização desta funcionalidade, com relação aos demais aparelhos que têm o sistema operacional iOS. As ligações serão liberadas de modo gradativo durante as próximas semanas.

Para fazer estas ligações utilizando o aplicativo WhatsApp os proprietários de telefones necessitam, obrigatoriamente, possuir conexão com a internet e não créditos ou minutos da operadora. Quando forem fazer as ligações, os usuários só têm que clicar no nome do contato para o qual deseja realizar a chamada e por meio do novo botão de chamadas que fica localizado na parte inferior da foto do contato a chamada é iniciada. Vale ressaltar que na parte inferior da tela principal está presente o botão “Recentes”, onde é possível visualizar as ligações feitas, bem como as ligações perdidas. Para a realização da atualização do WhatsApp, os usuários do aplicativo devem baixar a versão mais recente deste para o sistema operacional iOS.

No sistema operacional Android o recurso de ligação somente era ativado depois que o usuário realizasse a atualização do WhatsApp, sendo que era necessário receber uma ligação de outro contato para liberar a função, o que funcionava como uma espécie de convite. Já nos demais aparelhos que utilizam o sistema operacional iOS a forma como será feita a liberação da função ligação ainda não foi divulgada.

O certo é que já estava passando da hora dessa funcionalidade ser liberada para os usuários do sistema operacional iOS que, diga-se de passagem, é utilizado nos aparelhos mais modernos da atualidade.

Por Adriano Oliveira

Chamada de voz pelo WhatsApp

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: