Foxconn comprou a Sharp e investe na tecnologia OLED.

A fabricante chinesa Foxconn, logo depois de chegar ao final da compra da Sharp pela cifra de US$3.5 bilhões, que foi autorizada pelas políticas antitruste praticadas pelo governo Chinês, ao que parece está planejando seus próximos passos no mercado. Tudo indica que a companhia deverá investir pesado nos próximos anos para expandir sua tecnologia de fabricação de displays.

A mais recente aquisição da Foxconn, a Sharp, já tinha se consolidado como uma das principais fornecedoras da Apple. Agora, com a “mudança de dono” a companhia chinesa terá que enfrentar o desafio de produzir um número estratosférico de painéis OLED. Tudo com foco no novo modelo do iPhone que deverá chegar ao mercado em 2017. A título de curiosidade o dispositivo da Apple previsto para o próximo ano será o primeiro da marca a contar com a tecnologia OLED.

Alguns especialistas no setor apontam que os displays OLED deverão tomar conta do mercado em uma escala muito rápida. Basta observarmos o comportamento de grandes companhias no momento atual. Continuando com a Apple temos o Apple Watch que possui o painel OLED. Mas vale lembrar que o número de vendas em relação ao relógio inteligente da Apple nem pode ser comparado com os números do iPhone. É aí que a Foxconn deve se preparar. Por conta da demanda desses dispositivos a produção dos painéis OLED seria bem maior. No outro lado da história tem aqueles que ainda continuam apostando no fato de que a Apple basicamente nunca mais conseguirá se recuperar de sua queda nas vendas por completo, mesmo investindo em novas tecnologias e tentando conquistar os consumidores de forma, às vezes, duvidosas.

Terry Gou, CEO da Foxconn, ressaltou que a união de sua companhia com a Sharp deverá contribuir muito para que os displays OLED se tornem ainda mais populares em 2017. A empresa anda planejando investir pesado para encontrar seu próprio jeito de produção dos displays, claro que fazer isso com a ajuda de sua subsidiária deixará todo o processo um pouco mais fácil.

Apesar de muita gente questionar a união das empresas isso basicamente não passa de uma estratégia que tem sido adotada cada vez mais pelos fornecedores da Apple, tudo para não perderem o posto. Ou seja, eles querem mostrar a qualquer preço que estão trabalhando duro para continuarem melhorando suas tecnologias.

Agora com a Sharp “nas mãos” é bem provável que a Foxconn consiga assegurar um contrato com a Apple ainda por vários anos.

Por Denisson Soares

Rumores do iPhone


Novos modelos ainda não foram confirmados pela marca, mas poderão ser lançados no 2°º semestre de 2015.

A Sony está investindo pesado no seu projeto de ficar entre as principais marcas mundiais no mercado de celular e, para isso, um dos seus principais objetivos é  investir nos países emergentes neste mercado e em cada localidade tem um programa diferente, por exemplo, aqui no Brasil a Sony está se preparando para lançar novos modelos que irão concorrer com os top de linha, só que por um preço bem menor. Lá na Índia, um outro mercado de grande interesse da Sony, a empresa está lançando quatro novos aparelhos para testes, para identificar melhor o perfil do público consumidor daquela região.

A novidade "vazou" graças ao site Zauba que é um dos principais controladores das importações e também das exportações da Índia, por isso, ele fica sabendo sempre em primeira mão todas as novidades que estão chegando por lá, principalmente, os novos smartphones. E foi justamente o Zauba que anunciou os quatro novos aparelhos da Sony a chegarem à Índia.

Estes smartphones ainda não estão oficialmente listados pela Sony, que continua tentando manter o segredo, mas de acordo com as informações divulgadas no Zauba, os aparelhos são conhecidos, pelo menos até agora, como Sheahawk Rex PQ, Eagle Rex AP, Sheahawk Gina AP, Eagle Rilads AP.

Claro que estes não são os nomes definitivos dos aparelhos, muito pelo contrário, são apenas codinomes utilizados pela Sony para identificar cada um dos aparelhos, sem dar mais pistas sobre suas configurações.
Porém, na página do Zauba, estão especificados os valores de cada um dos smartphones e com isso é possível fazer um comparativo com outros modelos daquele mercado e assim termos uma boa noção do que se pode esperar destes 4 modelos.

Os 4 novos smartphones da Sony para a Índia trazem o mesmo valor, de INR 39.239, cerca de R$ 1.900,00 o que indica que sejam modelos top de linha, como os que serão lançados aqui no Brasil.
E como são quatro modelos, tudo leva a crer que sejam um único aparelho em configurações diferentes, sendo que os preços iguais para todos eles seria uma forma de despistar.

Como a Sony não quis comentar absolutamente nada sobre o assunto, a Índia e o resto do mundo vão ter que esperar um pouco mais para saberem sobre os 4 novos smartphones da empresa que serão lançados por lá, provavelmente no início do segundo semestre deste ano.

Por Russel

Rumores Sony

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: