App recebe atualização e permite que mensagens possam ser editadas mesmo depois de enviadas

Enviou uma mensagem e acabou se arrependendo depois? Com o aplicativo Telegram é possível editar a mensagem em até dois dias depois de enviada, sem precisar passar por inúmeros passos e sem complicação. O aplicativo traz a facilidade de apenas um toque na mensagem enviada para aparecer a opção "editar", juntamente com as demais opções de mensagem. Após ajustar ou reescrever a mensagem, basta apertar o botão "salvar" e o procedimento é concluído e o destinatário receberá somente a mensagem nova no lugar da anterior. É possível utilizar a edição de mensagens no chat privado ou em grupos.

O aplicativo Telegram é programado para enviar e receber mensagens, áudios, vídeos, fotos e arquivos instantaneamente assim como o Whatsapp. De modo que o Telegram é considerado um dos principais concorrentes do popular Whatsapp e com essa nova atualização para a edição de mensagens a concorrência deve aquecer significativamente. Antes da atualização, o Telegram já apresentava vários recursos, dentre eles: fazer a menção dos contatos do celular durante as conversas em grupo, a possibilidade de localizar atalhos no menu de anexo e criar atalhos das conversas na tela inicial do smartphone. Uma das vantagens que é bem valorizada pelos usuários, é a capacidade de sincronizar as mensagens em todos os dispositivos disponíveis (celular, notebook, web, ipod, ipad), sem a necessidade de estar com o smartphone por perto.

A nova funcionalidade de edição de mensagens do Telegram está disponível para todos os dispositivos compatíveis com o aplicativo, no caso dos celulares, está disponível para: Android, iPhone (iOS) e Windows Phone (somente na versão 1.25). A atualização consta como versão 3.9 do aplicativo, lembrando que o recurso de edição pode ser utilizado quantas vezes o usuário quiser em suas mensagens, a única observação é de que todas as mensagens que forem editadas e enviadas novamente aparecerá escrito ao lado da hora de envio "editado". A partir do momento que a mensagem modificada foi enviada, não é possível recuperar a mensagem anterior, ou seja, não é realizado o armazenamento do histórico de mensagens editadas. Para conhecer a nova funcionalidade do aplicativo basta fazer o download na App Store, Play Store ou Microsoft, o Telegram é gratuito para o público.

Fabiana da Rosa


Rumores indicam que novo modelo da Apple terá acabamento em alumínio e será capaz de gravar vídeos em 4K.

No início deste mês de julho, mas precisamente no dia 1º, quarta-feira, o mundo foi surpreendido por supostas imagens do iPhone 6S que é o próximo smartphone da Apple, mesmo a empresa ainda não tendo confirmado o nome, mas todos já se referem ao próximo lançamento como sendo o 6S.

As fotos que vazaram na internet trazem detalhes do aparelho, mas o que mais chamou a atenção foi o fato do novo iPhone 6S ser capaz de gravar vídeos em 4K.

O último modelo lançado pela Apple traz uma câmera com 8 megapixels, capaz de gravar em 1080p, mas este novo iPhone poderá ter uma câmera traseira com 12 megapixels, garantindo uma qualidade muito superior das imagens.

E de acordo com o documento que trouxe as supostas fotos do iPhone 6S, que foi divulgado na rede social chinesa, a Weibo, o novo iPhone estará disponível no mercado a partir do mês de setembro, chegando para os chineses no dia 25 do mesmo mês.

A pessoa responsável pela divulgação das fotos também informou que o novo iPhone será chamado, a princípio, de "New iPhone", como já foi feito em relação à linha de iPads.

A informação de que o novo iPhone irá gravar vídeos em 4K, veio a confirmar o que já havia sido sugerido por um programador que no mês passado descobriu um código no iOS 9 beta, que é para desenvolvedores, que já dava a entender esta possibilidade.

Outra novidade do novo iPhone, que certamente vai agradar aos consumidores, é o seu novo acabamento em alumínio. Especialistas indicam que o motivo da Apple estar investindo tanto em detalhes externos é porque o aparelho terá somente um pequeno upgrade em relação ao hardware.

A nova geração do iPhone já está sendo produzida pela Foxconn e também pela Pegatron, de acordo com o DigiTimes e a produção estaria acelerada, para não haver nenhum atraso, já que a Apple considera o final do mês de setembro, como uma data estratégica para garantir boas vendas do novo iPhone.

Apesar da pouca melhoria feita em relação ao hardware, o aparelho deverá contar com um novo processador e seguir o Force Touch, um recurso desenvolvido pela própria Apple.

Por Russel

iPhone 6S

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: