Todo mundo sabe o quão o Android é personalizado. Muitos usuários acabam recorrendo às mesmas para fugir das pesadas modificações que as fabricantes inserem no Android. Isso deixa o sistema com menos recursos exclusivos, mas, ao mesmo tempo, dá um ar de leveza e pureza ao sistema da Google.

Algumas delas merecem destaque como o CyanogenMod que tem uma infinidade de dispositivos suportados e também a OmniROM. Pois bem, nesta semana as duas roms personalizadas receberam os nightlies da nova atualização do Android, a 4.4.3 que antes era restrita apenas as linhas do Moto, Google Play Edition e Nexus.

Isto por que, como o Android é livre o seu código livre sempre é divulgado dias após o lançamento. E não foi diferente neste caso. A novidade chega a estas roms por que a Google subiu no AOSP o código fonte, fazendo a festa dos desenvolvedores.

Quem tomou a dianteira dos times de desenvolvimento foi a Omni. O lançamento foi quase que simultâneo com a linha Moto, que está recebendo aos poucos a nova versão.

A lista de dispositivos suportados não é tão ampla assim, mas deve contentar a grande maioria de quem usufrui as roms do time de desenvolvimento. Como as compilações ainda estão sendo feitas, não deve demorar tanto para chegar a outros dispositivos.

Já a CyanogenMOD não teve um lançamento nem anúncio oficial, mas já circula em sites na internet que os desenvolvedores já lançaram ROMS com base no Kit Kat 4.4.3 para os dispositivos suportados (Moto G é um deles).

Isto vem a calhar em um momento onde o Moto G vem aos pingos de água, por assim dizer, a receber a nova versão. A grande maioria dos brasileiros ainda não recebeu o novo update, porém ele está garantido de forma oficial. Mas para os mais apressadinhos, o CyanogenMod já disponibilizou.

Lembrando que nem todos os dispostivos com Android são suportados. A grande maioria dos tablets ainda não tem, dando uma vantagem aos smartphones com o sistema da Big G.

Para uma versão nova ser lançada, os desenvolvedores têm que compilar os códigos fontes, o que deve As versões estão em estágio recente e podem ter bugs e outros problemas.

Por Leandro de Souza

Foto: divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: