O Android Lollipop já está sendo distribuído e muitas novidades irão melhorar, e muito, a experiência dos usuários. Conheça algumas delas que facilitarão seu dia a dia:

– Gerencie suas notificações:

As notificações que chegam a você agora podem ter prioridade definida ou até mesmo serem bloqueadas. Ao pressionar uma notificação longamente, você verá um botão, que pode definir se aquela notificação é uma prioridade ou se você deseja bloqueá-la.

– Volte aos apps abertos ao reiniciar:

Agora, com o Android Lollipop, se você reiniciar o aparelho com apps abertos, eles aparecerão na tela de Overview (antiga área de multitarefa) e se lembrarão o que você estava fazendo. Ou seja, os mais apressados poderão reiniciar sem precisar fechar os aplicativos que estiverem usando.

– Tela fixa:

Você pode fixar a tela de um aplicativo para evitar que alguém acesse as demais telas. Assim, pode emprestar o celular para uma pessoa fazer uma ligação sem se preocupar com sua privacidade em outros apps.
– Modo Convidado:

Semelhante à opção anterior no que diz respeito à privacidade, você pode ativar o Modo Convidado para emprestar o aparelho a outras pessoas sem dar acesso a todos os privilégios. Puxe a área de notificações e pressione o ícone de usuário. Na tela você poderá adicionar um novo usuário ou ativar o Modo Convidado.
– Acessibilidade para daltônicos:

A acessibilidade é uma das preocupações quando o assunto é design e experiência de usuários. Afinal, não é bom que uma parcela das pessoas tenha suas experiências de uso limitadas ou prejudicadas. O Google deu um ótimo passo em relação ao problema do dautonismo e criou uma funcionalidade experimental. Os que necessitam ajustar as cores para distingui-las corretamente, podem fazê-lo em Configurações > Acessibilidade > Correção de Cor.

– Extra – clone do Flappy Birds:

O easter egg do Lollipop é um clone do jogo Flappy Birds, escondido. Para jogar, vá em configurações > sobre o telefone, e toque 4 vezes seguidas em cima da versão do Android. Quando aparecer um gráfico do Lollipop, continue tocando várias vezes e o jogo aparecerá.

Por Daniel Cavalcante

Novidades do Android Lollipop

Novidades do Android Lollipop

Fotos: Divulgação


Uma das últimas novidades do Android 5.0 Lollipop anunciadas recentemente irá ajudar com problemas de armazenamento interno, principalmente para os usuários que não possuem um cartão de memória. Também irá resolver um grande inconveniente.

Provavelmente muitos já passaram pela situação de tentar remover os apps que são instalados pela operadora do seu celular – e não conseguiram. Pois é, esses apps, quase sempre inúteis, que ninguém usa, não se permitem ser removidos. Pelo menos não permitiam até agora.

Não é à toa que o Lollipop tem sido ansiosamente aguardado pelo usuários do Android. Algumas das novidades já anunciadas são inovadoras e outras já estavam sendo aguardadas. Agora a promessa é de que poderemos remover os aplicativos pré-instalados pelas operadoras.

Você já deve ter percebido: quando colocamos um SIMCard, ele instala alguns aplicativos, aqueles que você nem sabe pra que servem, e nem quer saber. Quando tentamos removê-los, não conseguimos, e temos que nos conformar com a presença indesejavel deles.

Para os que gostam de rechear a memória com músicas, fotos e vídeos, isso rapidamente se torna um incoveniente, pois os apps ficam lá, ocupando espaço.

Se pensarmos bem, esse tipo de aplicativos empurrados a todo custo e impostos aos usuários, são uma forma autoritária das operadoras tentarem forçar as pessoas a usá-los. Mas todos, até o Google, sabem que não adianta, pois ninguém os usa.

Não seria hora das operadoras perceberem que é necessário outras estratégias se quiserem ter aplicativos que as pessoas gostem de usar?

Foi Dave Burke, VP de engenharia do Android e da linha Nexus, junto com Brian Rakowski, VP de produtos, quem anunciou ao Ars Technica que haverá um serviço no Android Lollipop, o qual se chamará Google Play Auto Installs.

Ele identificará os apps de operadoras e irá “desbloquear” para a fácil desinstalação deles. No entanto, não se sabe se também permitirá a remoção dos apps dos fabricantes dos aparelhos. 

Por Alexandre S.T.

Foto: divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: