Perder o celular parece tema de pesadelo, principalmente quando fazemos dele parte da nossa memória, da nossa rotina. Guardamos senhas, fotos, links de sites úteis, números importantes, marcamos datas importantes, alarmes para lembrar-se de remédios, lembrar-se de fazer algo até mesmo de acordar.

Perdê-lo não se trata somente de não ter mais a posse o mesmo, mas também levá-lo à assistência técnica e perder todos os dados. 

Smartphone sem internet praticamente perde suas funções mais interessantes, que é estar conectado com o mundo de diversas maneiras possíveis. O problema é que, assim como no computador convencional, ele também precisa de proteção contra vírus que podem hackear informações e também interferir no bom funcionamento do mesmo.

Uma boa opção disponível para Android é o Mobile Security & Antivirus. O aplicativo protege o celular contra vírus, bloqueia aplicativos específicos, permite que o usuário receba informações como ligações e mensagens somente de quem desejar. Em caso de perda ou furto do aparelho é possível bloqueá-lo ou, se desejar, apagar remotamente informações via web, além de conseguir rastreá-lo e emitir sinal sonoro para sua localização, enviar informações de tentativas de modificações do cartão SIM e possibilita também proteção contra malwares.

O tamanho do aplicativo é de 8,8M e são muito raros os momentos em que o mesmo trava ou para de funcionar.

Mesmo para quem possui seguro do aparelho, é altamente indicado, principalmente para quem não tem nenhum tipo de proteção de suas informações. As diversas funções do Mobile Security & Antivirus surpreendem e atendem necessidades das quais menos nos preocupamos quando estamos com o celular em mãos.

Informações precisam estar seguras. O avanço da tecnologia pode confortar, porém, ao mesmo tempo, expõe a riscos e, para saber lidar com estas situações, é preciso conhecer as facilidades do mercado.

Mantenha o antivírus do celular sempre atualizado e desfrute sem medo de eventuais ocasiões.

Por Ricardo Laurentino da Silva

Foto: divulgação


Os smartphones se difundiram de uma maneira muito intensa nos últimos anos. Uma das suas maiores vantagens é a possibilidade de acessar a internet e controlar dados de uma maneira muito mais prática e eficaz. No entanto, isso acaba tendo um preço, já que que os dispositivos móveis da atualidade também estão vulneráveis à pragas virtuais que podem roubar dados e causar prejuízos financeiros aos usuários.

Segundo uma análise da McAfee, empresa especializada em segurança digital, o número de pragas encontradas em smartphones até o meio desse ano já igual ao número de pragas presentes em aparelhos durante todo o ano passado. Isso demonstra a capacidade de disseminação que os vírus possuem em plataformas móveis, como o Android, por exemplo.

Pensando nisso, a Kaprica Security desenvolveu um conceito revolucionário de anti-virus que funciona a partir de um carregador de baterias. Já foi comprovado que um virus pode enganar alguns softwares e se instalar no sistema operacional sem deixar rastros.

Um anti-virus presente diretamente no carregador poderia vasculhar o aparelho independente do sistema, tornando mais frequente as varreduras e conferindo mais proteção aos dados do indivíduo. O carregador/anti-virus chama-se Skorpion e deve começar a ser vendido ainda nesse ano ou no mais tardar, início do ano que vem segundo Doug Britton, co-fundador do projeto.

A ideia é começar com as vendas do aparelho voltadas principalmente para empresas. O valor inicial deve ser de U$ 65 com uma assinatura mensal de 3 ou 4 dólares.

Por Ebenézer Carvalho


Proteger o smartphone contra vírus e ataques é imprescindível. O motivo é que os sistemas operacionais para dispositivos móveis se tornaram tão poderosos que qualquer programa la intencionado pode ter acesso à dados pessoais.

Por isso, a Symantec acaba de lançar um poderoso pacote de segurança para a plataforma Android, o Norton Smartphone Security. E além de proteção contra malwares e vírus, o pacote também protege contra ligações suspeitas, e é capaz de bloquear o aparelho remotamente em caso de perda, e se alguém remover o chip.

Há também a opção de excluir todo os arquivos da memória para evitar o acesso às informações pessoais.

Infelizmente o NSS não é gratuito, mas é possível testá-lo por 90 dias. Outro inconveniente é a necessidade de ter um smartphone com a versão 2.0 ou acima, do Android. Clique aqui se quiser baixá-lo.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: