Um dos programas utilizados para executar músicas e vídeos em computadores de maior sucesso recentemente, o VLC Player, acaba de ter uma versão para Windows Phone disponibilizada.

O programa, conhecido pelo seu ícone de cone de trânsito, já teve uma versão beta disponibilizada para alguns usuários restritos durante o ano de 2014, porém, no dia 4 de janeiro de 2015, a versão completa foi adicionada à Windows Phone Store.

Devido a problemas de licenciamento, o app já esteve presente na App Store da Apple, porém foi retirado e é cogitada sua volta. Por não ser a primeira plataforma móvel a receber o aplicativo, acredita-se que ele será muito bom nos dispositivos móveis da Microsoft.

De acordo com representantes da desenvolvedora do app, essa versão não é uma atualização da beta lançada, ou seja, a versão antiga não receberá mais atualizações e os usuários deverão baixar o novo aplicativo em seus smartphones.

Como um sinal de que a empresa dará suporte aos usuários deste aplicativo, uma atualização já foi lançada na terça-feira, apenas dois dias após seu lançamento, com algumas correções de erros e a adição de alguns recursos.

Essa preocupação, quanto ao lançamento de atualizações, vem de um histórico da Microsoft de não dar o suporte que os usuários esperavam em seus aplicativos disponíveis na loja. Essa realidade mudou recentemente, quando a Microsoft decidiu entrar de cara no ramo dos dispositivos móveis, crescendo significativamente o número de apps na loja.

Outro sinal de que a empresa de Bill Gates está focada no ramo da telefonia foi o recente lançamento do Lumia 535, que deixou de usar a marca Nokia que os antigos usavam, passando a ser exclusivamente Microsoft.

Pode-se dizer que essa preocupação da Microsoft veio um pouco tarde, já que os usuários do iOS da Apple e do Android do Google estão em números significativamente maiores que os do Windows Phone e a quantidade de pessoas que já possuem um smartphone hoje é muito maior que há uns dois anos atrás, por exemplo.

Talvez, se esses investimentos tivessem acontecido anteriormente, muitos usuários que compraram seu primeiro smartphone poderiam ter escolhido um Windows Phone. Mas, para aqueles que escolheram a opção da Microsoft, o VLC Player pode ser baixado gratuitamente através do link da Windows Phone Store.

Por Rannier Ferreira Mendes

Foto: divulgação


Oficialmente divulgado há poucos instantes, a Apple atualizou a versão brasileira do seu site incluindo os preços do iPhone 6 e do iPhone 6 Plus no Brasil. Os aparelhos entraramm em pré-venda na última sexta-feira (7). As entregas, bem como a disponibilidade nas lojas físicas, terão início na próxima sexta-feira (14).

A versão mais simples do smartphone, o iPhone 6 com 16 GB de armazenamento, custará R$ 3.199. A versão mais cara de todas, o iPhone 6 Plus com 128 GB de armazenamento, chegará às mãos do consumidor por R$ 4.399.

No site da Apple é possível parcelar os valores em até 12 vezes sem juros ou em 24 vezes, com juros que variam de 0,9% a 3,9%. Para pagamento à vista há desconto de 10%.

Confira os preços oficiais dos novos iPhones no Brasil:

iPhone 6 com 16 GB – R$ 3.199

iPhone 6 com 64 GB – R$ 3.599

iPhone 6 com 128 GB – R$ 3.999

iPhone 6 Plus com 16 GB – R$ 3.599

iPhone 6 Plus com 64 GB – R$ 3.999

iPhone 6 Plus com 128 GB – R$ 4.399

Segundo o site da Apple, estarão disponíveis aqui versões nas cores prateada, dourada e cinza espacial. Os aparelhos comercializados por esse valor são desbloqueados e compatíveis com conexão 4G de qualquer uma das operadoras brasileiras.

Diante dos valores abusivos do novos aparelhos no Brasil, resta saber quais as prioridades dos brasileiros diante da crise que nos assola, e que foi "mascarada" pelos interesses do atual governo no período eleitoral.

A inflação descarada massacrando os brasileiros desde abril, o aumento da gasolina, da taxa de energia elétrica e dos juros e queda nas ações da Petrobrás. 

É possível que o mercado brasileiro não atenda às expectativas da Apple. Pois o ajuste financeiro está bem abaixo da expectativa de mercado, desfavorecendo às empresas brasileiras. Ao mesmo tempo, a Presidente Dilma Rousseff anunciou que há necessidade de redução de gastos, neste momento.

Por Isabelle da Rocha Camara

Foto: divulgação


O “crowdfunding”, ou financiamento coletivo, está cada vez mais lançando novidades. No início deste ano, uma empresa chamada Looksery apareceu no site mais famoso da categoria, o Kickstarter, com o objetivo de levantar fundos para elaborar um novo tipo de aplicativo de chat por vídeo para celulares.

Agora o leitor pensa: “Mas já há vários aplicativos de chat por vídeo disponíveis…”. E é aí que entra a novidade. A proposta do novo app é permitir que os usuários pareçam mais atraentes em vídeo, usando efeitos especiais que podem remover manchas, mudar a cor dos olhos, afinar o rosto e muito mais.

O aplicativo, disponível na App Store a partir de hoje, também permite mudanças mais drásticas, como se transformar num avatar, para uma conversa mais descontraída.

O programa dispõe de várias opções para quem quer apenas se divertir. O usuário pode escolher entre se parecer com um panda, uma lagartixa, um gato rabugento, um zumbi, monstros ou até mesmo o motoqueiro fantasma, com uma caveira em chamas cobrindo seu rosto.

Mas para uma conversa mais séria, digamos, com segundas intenções, a maior funcionalidade do Looksery é justamente ter disponível uma câmera em tempo real em que você aparece para a outra pessoa sem manchas no rosto, espinhas, olheiras, escurecendo ou clareando o tom da pele, removendo rugas, desinchando a cara de sono ou abrindo os olhos de preguiça, diferente de todos os outros programas de edição, que têm ferramentas para melhorar apenas suas fotos, não seus vídeos. Muito menos em tempo real.

O segredo está no trabalho que a empresa vem fazendo de elaborar um sistema que funciona sem atraso, utilizando um software que otimiza arquivos de vídeo através da sua compreensão de quais partes do rosto estão se mexendo, e quais não estão.

Isso permite que o app mantenha os tamanhos dos arquivos menores e a comunicação por vídeo mais rápida. Mesmo assim, a empresa tem ciência de que será difícil conquistar espaço num mercado tão saturado de aplicativos para conversa em tempo real, principalmente porque nem todo mundo quer que o outro saiba que a imagem recebida pode não ser fiel à realidade.

Por Felipe Foureaux Freitas

Foto: divulgação


A Técnica de Pomodoro é um método de gestão de tempo desenvolvido na década de 80 por Francesco Cirillo e se baseia na divisão do trabalho em períodos de 25 minutos, com intervalos entre três e cinco minutos de descanso entre elas, evitando assim a fadiga mental e consecutivamente o aumento da produtividade.

Baseado nesta técnica, surge o Focus Keeper, um aplicativo para iPhone que intenta acompanhar e aumentar a sua produtividade, sem que haja esgotamento. O Focus Keeper, entretanto é mais do que um cronômetro simples. Ele permite que os usuários criem metas especificas, além de criar gráficos para medição da produtividade. Um gráfico pode mostrar resultados de produtividade no período que compreende uma semana ou os últimos 30 dias.

O tempo é predefinido, considerando 25 minutos de trabalho, acompanhados de pausas curtas de cinco minutos. Este período pode ser ajustado, através de um botão virtual na tela ou acessando o menu de opções que também permite ao usuário estabelecer o número de atividades a serem desempenhadas para uma meta diária.

Através do menu de opções é possível também desativar o alarme do aplicativo. É possível escolher entre cinco sons diferentes, os esquemas de cores do app também pode ser ajustado de acordo com a escolha do usuário.

O Focus Keeper é um aplicativo para iPhone simples mas considerado bem eficaz  e que funciona bem e não apresenta problemas quando usado como atividade de fundo, quando o iPhone tem a opção de hibernação ativada, ou até mesmo enquanto outros aplicativos são acessados​​.

O Focus Keeper tem custo $ 0,99 e está disponível para aquisição na App Store para dispositivos que atuam com iOS em sua versão iOS 7 ou posterior.

O app pode ser bem usual, especialmente para quem atua com serviços onde o tempo é fator critico ou para quem atua no Home Office e tem dificuldades em organizar suas atividades e mensurar sua produtividade.

Por Jaime Pargan

Foto: divulgação


No dia 12 de novembro, a novidade da Apple na mídia brasileira havia sido a publicação de algumas vagas de emprego no Brasil. Após o primeiro estranhamento, alguns jornais publicaram que, possivelmente, a empresa tinha planos para abrir uma Apple Store no país.

Na terça-feira (13/11), a empresa confirmou as expectativas e anunciou que a primeira loja da marca será aberta no Rio de Janeiro. De acordo com informações da companhia, no Brasil, a Apple já possui clientes de longa data e aguarda com ansiedade para abrir esta primeira loja. A companhia espera oferecer a “experiência única” de varejo que a Apple possui para os consumidores cariocas e de toda a região próxima ao Rio.

As vagas de trabalho que foram publicadas no portal da empresa apresentavam 12 oportunidades para a área de vendas. Entre elas estavam: Líder de Loja, Gerente, “Experts” e “Genius” em produtos da Apple, que oferecem produtos da empresa para os clientes, além de tirarem suas dúvidas sobre o funcionamento dos aparelhos.

Esta será a primeira loja oficial da Apple no Brasil. Atualmente, já existem algumas revendedoras com autorização para comercializar produtos da empresa, mas que não são consideradas Apple Stores. Desta forma, a empresa desenvolve o mercado de trabalho e a economia do Rio de Janeiro e apresenta novas opções para os consumidores.

Por Marcelo Araújo


A Apple Store lançou nesta sexta-feira (dia 29 de junho) o aplicativo "NaTV", que tem por objetivo oferecer informações sobre a programação da TV aberta e a cabo, além de também dar acesso à programação dos cinemas brasileiros. O aplicativo estará funcionando, a princípio, somente para os aparelhos iPhone e iPad.

Utilizando o app, o usuário também poderá fazer um check-in para que os amigos saibam o que ele está assistindo.

O "NaTV" foi criado pelo publicitário André Franco, que se inspirou em outros aplicativos já existentes, como o "GetGlue".

O programa foi criado em parceria com a Fox. Além disso, outros convênios estão sendo feitos e, com isso, o conteúdo deverá ser ampliado e melhorado com o passar do tempo. Aliás, o criador do aplicativo pensou em até vender os itens que estão sendo apresentados numa novela, por exemplo, sem precisar sair do aplicativo.

No Brasil, outro aplicativo semelhante ao "NaTV" já tinha sido criado. É o "Viva Cinema", que traz a programação dos filmes na TV e no cinema e oferece a possibilidade do check-in, assim como o "NaTV".

O aplicativo já está disponível na Apple Store.

Fonte: Apple Store

Por Matheus Camargo


Recentemente foi adicionado a App Store um novo aplicativo chamado de KLiK, que identifica as pessoas, em tempo real, em qualquer foto. O app funciona através de reconhecimento facial e surgiu a partir da uma necessidade percebida em festas e eventos, pois são locais onde muitas fotos são tiradas e poucas pessoas são identificadas nelas.

O funcionamento do aplicativo acontece a partir da conexão com o Facebook, pois é na lista de amigos do usuário, nesta rede social, que o software vai checar e comparar as fotos dos contatos para descobrir quem é a pessoa na imagem. Portanto, está excluída a ideia de que será possível fotografar alguém na rua e descobrir quem essa pessoa é.

Além disso, quando a pessoa quiser que um amigo, que não está no Facebook, seja identificado na foto, é possível “ensinar” o programa a identificar o amigo em questão, apenas apontando a câmera e indicando qual é o nome da pessoa.

Mas todos podem ficar tranquilos, porque há uma grande preocupação com a questão de privacidade e, por isso, todo e qualquer dado do programa ficará armazenado apenas no celular do usuário e não será divulgado.

Por Guilherme Marcon


Escapar dos engarrafamentos nas grandes cidades brasileiras parecia impossível. Parecia, até a semana passada. Isso porque a Porto Seguro lançou o PortoVias, serviço/app que oferece informações em tempo real sobre o trânsito no Rio de Janeiro e em São Paulo. Se você mora em uma dessas regiões, talvez seja a oportunidade de chegar mais cedo em casa.

O aplicativo possibilita que o usuário consulte as condições das principais vias da cidade, as melhores rotas em tempo e em distância, além de oferecer a possibilidade do usuário criar as suas rotas e comparar para saber qual delas é mais vantajosa.

Entre as funcionalidades do aplicativo estão: a visualização das condições climáticas do dia ou da semana e a personalização de alertas de rodízio para o dia e a hora que o usuário desejar.

No Twitter oficial do aplicativo, é possível compartilhar e consultar informações sobre o trânsito e sugestões de trajetos.

Mesmo sendo uma empresa de seguros, a Porto Seguro disponibiliza o aplicativo tanto para segurados como para não segurados.

PortoVias está disponível para download gratuito na Apple Store (é compatível com iPods e iPhones e requer iOS 5.0 ou superior).

Fonte: PortoVias

Por Isabella Moraes


Profissionais de Botânica e amantes das plantas com certeza irão adorar está notícia.

Uma equipe de cientistas americanos resolveu criar um aplicativo capaz de identificar as espécies de plantas por meio de fotos de suas folhas.

O programa foi chamado de Leafsnap é gratuito.

O aplicativo funciona da seguinte forma, ele analisa a foto da folha da planta e identifica o padrão da folha. Após fazer isso ele disponibiliza uma série de opções de plantas com aquele padrão de folha.

Vale lembrar que o aplicativo disponibiliza, por enquanto, apenas plantas do nordeste dos EUA.

Faça o download do aplicativo aqui.





CONTINUE NAVEGANDO: