O novo Firefox para Android (versão 29, por sinal) já fez sua estréia com uma função que pode ser considerada uma promessa: fazer com seja possível rodar os aplicativos desenvolvidos para o Firefox OS como se os apps fossem de origem do sistema Android.

Caso isso tudo corra bem, os usuários poderão fazer o download e usar tranquilamente os apps que até então eram disponibilizados apenas para o Fire OS. As informações são do site Android Community.

De acordo com as informações divulgadas, o sistema usado para tornar tudo possível se chama Open Web Apps (OWA). O nome foi dado pela própria Mozilla para indicar aqueles web apps que foram desenvolvidos com o Firefox OS, mas que podem funcionar em outros sistemas operacionais.

Vale ressaltar que os aplicativos do Firefox OS não são lá um bicho de sete cabeças, uma vez que são criados com base em linguagens usadas e bem comuns na web, como é o caso do HTML5 e também do Javascript. E claro, também rodam através de seus navegadores. 

Um ponto que convém chamar a atenção é para uma simples vantagem: os tais open apps apresentam o ponto bom de não estarem condicionados a nenhum tio de navegador para funcionar, o que, de fato, inclui na lista o Firefox OS e o Android.

No caso do Android, os aplicativos desenvolvidos seguindo o sistema do OWA se comportam como se fossem nativos do próprio sistema. Isso quer dizer que aparecem como aplicativos comuns, o que inclui até um eventual ícone na tela inicial do aparelho.

Outro detalhe é de que esses apps podem ser desinstalados da mesma maneira, usando os mesmos recursos que são aplicados para os demais apps. Isso é válido tanto se for pelo gerenciador de aplicativos quanto pelas configurações.

De qualquer forma, a novidade divulgada é mais uma conquista para a Mozilla, que como se costuma dizer ainda continua enraizada na web e volta e meia tenta e as vezes consegue se reinventar por meio de algumas inovações direcionadas para o mercado móbile, que como todo mundo sabe anda crescendo sem pedir permissão para ninguém.

Vale ressaltar que essa questão de desenvolver um aplicativo que possa rodar em outras plataformas acaba se tornando também um fator interessante para os desenvolvedores.

Clique no link e fique por dentro de como irão funcionar os ditos Open Web Apps: www.youtube.com/watch?v=9QSyGKjj1F0

Por Denisson Soares

Foto: divulgação


O primeiro aparelho smartphone com sistema operacional Firefox já foi lançado há algum tempo, mas agora é um aparelho próprio da Mozilla, rodando o firefox OS. Trata-se do smartphone Flame, que já está disponível para pré venda no e-commerce Everbuying.com. Quem comprar um receberá o em casa em até 4 semanas, segundo o site.

Vale ressaltar que o sistema operacional da Mozilla, o Firefox OS foi um dos destaques dão Mobile World Congress, em Barcelona, já que vários fabricantes como Alcatel OneTouch, a ZTE e a Huawei, colocaram em exposição modelos de smartphones e tablets equipados com o Firefox OS.

O sistema é indicado principalmente para desenvolvedores de aplicativos de todas as plataformas, principalmente as de código aberto, que é o caso do Firefox OS e o Android da Google, cuja base é o Linux.

O Flame já está disponível para pré-venda desde o dia 27 de maio e já tem um público interessado. O aparelho foi desenvolvido em parceria com a ThunderSoft, empresa que irá fabricar e atualizar o Flame.

O modelo que é considerado um dispositivo de referência vem equipado com processador dual-core Qualcomm Snapdragon de 1.2 GHz, memória RAM ajustável entre 256 Mb a 1 Gb , além de espaço de armazenamento de 8 GB, que pode ser expandido usando micro SD.

A tela do aparelho é de 4,5 polegadas sensível ao toque com resolução 854×480 pixels. O Flame possui um sensor de câmera traseira de 5 megapixels, e outro para a câmera frontal de 2 megapixels, para selfies e vídeo-conferência. O modelo aceita dois chips e possui conexão Wi-Fi e Bluetooth. Para dar conta das funções, ele vem equipado com uma bateria de 1.800 mAh.

O aparelho que tem um preço acessível para o mercado europeu e norte americano. Ele custa no valor de 128,17€ (aproximadamente R$ 380,00), incluso o valor de entrega. Só não foi informado se há entrega para o Brasil e nem quando será lançado oficialmente por aqui. 

Por Robson Quirino de Moraes

Foto: divulgação


Depois de várias especulações, a Fundação Mozilla finalmente anunciou que a plataforma para aparelhos móveis, Firefox OS, está chegando ao mercado.

O anúncio foi feito no dia 1º de julho e os primeiros aparelhos compatíveis com o sistema operacional já começaram a ser vendidos no dia 2 de julho. Os dois gadgets compatíveis com o Firefox OS são o Alcatel One Touch Fire e o ZTE Open, mas a Sony já anunciou que lançará um gadget no ano que vem com os SO.

A nova plataforma da Fundação Mozilla é toda baseada em HTML5 e conta com código aberto. Com isso, a Mozilla tem esperanças de que essas características já sejam suficientes para conquistas os usuários de outros sistemas, como Windows Phone 8 e iOS.

Além disso, um dos principais diferenciais do Firefox OS é uma ferramenta chamada de Adaptive App Search, que significa busca adaptável de apps em português. Essa ferramenta tem a capacidade de se adaptar ao que o usuário está buscando naquele momento, visando gerar resultados mais qualificados.

Além disso, é claro que o Firefox OS tem características comuns como player de música, navegador de internet e sistema de envio de mensagens.

Junto do lançamento do sistema operacional, a Mozilla lançou a Firefox Marketplace, que é parecida com a App Store e com a Google Play. Algumas grandes empresas já se mostraram interessadas no potencial do Firefox OS, como o Twitter, que já anunciou que vai disponibilizar seu app oficial para a plataforma.

Os brasileiros que se interessaram não precisarão aguardar muito, pois a Mozilla tem intenção de trazer ao Brasil já as primeiras remessas dos smartphones com o Firefox OS.

Por Guilherme Marcon


A empresa sul-coreana LG anunciou que irá lançar até setembro deste ano um modelo com sistema operacional Firefox OS. O LG LEO será lançado também no Brasil em parceria com a Telefônica/Vivo, que é parceira da Fundação Mozilla, desenvolvedora do sistema operacional.

A LG é a primeira grande fabricante a oferecer o Firefox OS. A primeira foi a chinesa ZTE, que prevê lançar o Open até o fim do ano. Após o anúncio da fabricante chinesa, a LG também informou, durante a Mobile Word, os planos de ter o modelo de software livre em um de seus modelos.

Até agora, somente há dois smartphones com o OS instalado. O Keons e o Peak desenvolvidos pela Geeksphone são direcionados a desenvolvedores. A versão para o público em geral será vendida a partir de junho, mas ainda não há previsão para o lançamento no Brasil.

O Firefox OS é um sistema operacional criado pela Mozilla, a mesma fundação que criou o navegador Firefox, lançado em 2013 com um sistema de código aberto. Utilizando linguagem HTML5, o sistema operacional permite a criação de aplicativos que rodam no próprio navegador.

Outras fabricantes também se interessaram em desenvolver sistemas de código aberto, principalmente em oferecer aparelhos com o Firefox OS, a fim de concorrer com outros sistemas já consolidados no mercado como o Android e iOS.

LG LEO com Firefox OS

Por Robson Quirino de Moraes


A Mozilla, empresa responsável pela criação do navegador FireFox e do recentemente lançado FireFox OS para dispositivos moveis resolveu criar uma ótima estratégia para divulgar e ajudar o seu novo sistema operacional. A empresa decidiu oferecer aparelhos gratuitos para desenvolvedores que desejam criar e testar alguma aplicação para novo sistema operacional da empresa.

Para conseguir concorrer aos smartphones oferecidos pela empresa é preciso enviar uma proposta de um novo aplicativo que contenham todos os dados técnicos para que a empresa avalie e se acha que o aplicativo convenha e fará sucesso no sistema.

Caso consiga a aprovação da empresa, o desenvolvedor recebe inteiramente grátis um smartphone com o nome de Geeksphone Keon, que apesar do nome sofisticado, não é um aparelho com configurações tão robustas como os que estamos acostumados a ver no top de linha de outros sistemas.

O Geeksphone conta com um display VGA de 3,5 polegadas, um processador SnapDragon S1 de 1 GHZ e 512MB de memória RAM, além de contar com uma câmera de 3 megapixels. Apesar de não ser uma “super máquina” o celular é extremamente útil para aqueles que desejam criar algum aplicativo e testar em uma plataforma extremamente nova.

Por Henrique Nicolau


A Mozilla, desenvolvedora do bem conceituado navegador para internet Firefox, entrou para o ramo dos smartphones e começará a vender celulares com seu próprio sistema operacional, o Firefox OS.

Inicialmente os países onde o aparelho será comercializado são Brasil, Portugal, Venezuela, Polônia e Espanha.

Segunda a empresa, seu foco está em países emergentes, mas grandes mercados, como o norte-americano, também fazem parte dos planos da empresa. No entanto, esperam tornar o sistema operacional mais estável e otimizá-lo antes de entrar no acirrado mercado dos Estados Unidos.

A empresa já havia anunciado meses atrás aparelhos exclusivamente para desenvolvedores. Agora serão lançados dois modelos desenvolvidos pela Geeksphone, o Keon, como modelo de entrada, mais simples, e o Peak, em um patamar um pouco superior. 

O sistema entrará atrasado na briga pelos mercados contra os já consolidados iOS da Apple, Android, Windows Phone e BlackBerry.

O desenvolvimento teve como base os padrões de código aberto disponíveis na rede mundial de computadores, a exemplo do Android do Google.

A Mozilla conta com fãs e usuários fiéis desde o já ultrapassado navegador Netscape e vai usar essa credibilidade para galgar seu espaço no mercado.

Por Bruno Hardt


No começo do mês de julho foram divulgadas as companhias que iriam fabricar smartphones voltados para o sistema operacional Firefox. Para aumentar ainda mais a expectativa, de acordo com o site Slash Gear, a plataforma móvel da Fundação Mozilla já entrou em fase de testes.

De acordo com a publicação, mesmo o sistema sendo específico para celulares inteligentes e tablets, os desenvolvedores poderão experimentá-lo no Mac OS X, Linux e Windows. Até o momento, os programadores possuem acesso limitado a um kit de desenvolvimento do novo sistema operacional.

Todos os desenvolvedores que já operam com o Firefox deverão facilmente se adaptar com as ferramentas de criação para o sistema operacional Mozilla. Isso porque essa plataforma é totalmente baseada em tecnologias específicas para a internet, inclusive o CSS e HTML5.

Algumas imagens foram publicadas pelo blog do desenvolvedor DKnite e mostram que o sistema supostamente possui traços similares ao Android e ao iOS, os dois sistemas que possuem maior prestígio atualmente. A semelhança do Firefox OS com estas duas plataformas não é por acaso, já que o sistema operacional da raposa irá rodar aproximadamente 75% dos aplicativos feitos para iOS e Android.

A previsão é que o Firefox OS seja lançado em 2013, embora essa informação ainda não tenha sido confirmada pela empresa.

Por Guilherme Marcon





CONTINUE NAVEGANDO: