Problemas com aquecimento e incêndios fizeram a Samsung decretar o fim do aparelho.

Depois de ter mais de 3 milhões de smartphones Galaxy Note 7 vendidos em vários países, entre eles os Estados Unidos, Coreia do Sul e a China, a Samsung anunciou o final da produção deste aparelho.

Desde o seu lançamento e início das vendas, centenas de pessoas relataram problemas em seus aparelhos colocando a segurança do Galaxy Note 7 em xeque.

Em um comunicado oficial, a Samsung solicitou aos proprietários do Galaxy Note 7 que mantenham seus aparelhos desligados e pediu que todas as lojas e operadoras suspendam a venda do aparelho imediatamente.

Super aquecimento e incêndios

O Galaxy Note 7 chegaria ao Brasil com o valor aproximado de R$ 4.299 e disputaria o mercado com iPhone 7 Plus. Contudo, o Galaxy Note 7 começou a apresentar sérios problemas de super aquecimento da bateria e alguns casos, segundo o relato de algumas pessoas, chegou a causar incêndios.

Ressarcimento

A Samsung se comprometeu a fazer o ressarcimento dos valores pagos à todos compradores do aparelho.

As vendas no Brasil começariam no dia 22 de agosto deste ano, contudo, por causa dos problemas apresentados, a comercialização foi adiada.

Para os brasileiros que possuem o aparelho Galaxy Note 7 comprados no exterior, a Samsung recomenda que seja feito o contato direto com SAC telefônico da empresa.

Segurança da aviação

As autoridades responsáveis pela aviação dos Estados Unidos informaram que passaram a exigir que os proprietários do Galaxy Note 7 desligassem os aparelhos visando a segurança de todos os ocupantes dos voos. A aviação brasileira também tornou este procedimento padrão.

Galaxy Note 7

A ficha técnica do aparelho informava que ele possuía tela de 5,7 polegadas, processador octa-core e 4GB de memória RAM. O smartphone tinha 64 GB de armazenamento, com possibilidade de extensão através do uso de um cartão de memória. As câmeras do aparelho também se destacavam, elas possuíam 12 MP e 5 MP.

Fabiana Batista Santos


Apesar de muitos rumores sobre o novo Samsung Galaxy Note 3 estarem rodando pela internet, recentemente o site SamMobile liberou algumas informações que segundo o site são diretamente de contatos na Samsung.

As informações descartam de vez os boatos que o novo aparelho da Samsung poderia vir com uma tela flexível e um corpo de alumínio, principalmente pela tendência que a empresa vem seguindo em seus novos lançamentos.

Segundo o site, um dos grandes problemas com as tecnologias citadas anteriormente é que o tempo para o lançamento do novo aparelho esta curto e que a empresa pode optar por fabricá-lo com a mesma estrutura do Galaxy S4, com uma tela de vidro sólido e uma estrutura feita de plástico.

Além dessas informações da parte externa do aparelho, algumas informações sobre o hardware do dispositivo já foram divulgadas também. O novo Note 3 pode contar com um processador octa-core e até 3 GB de memoria RAM.

Os boatos não são oficiais, porém, segundo o SamMobile o contato de dentro da empresa raramente erra e que a fonte é extremamente confiável. Agora só nos resta esperar o próximo grande evento da Samsung para conferir de perto as novidades.

Por Henrique Nicolau


Alguns consumidores do Galaxy Note podem ter se sentido ignorados com a chegada das atualizações para a segunda versão do smartphone. Como a Samsung é uma empresa que se preocupa com o relacionamento entre ela e seus clientes, resolveu lançar o pacote Premium Suite para o aparelho, porém isso está garantido apenas para os consumidores que moram nos Estados Unidos.

Graças a esse pacote, o smartphone irá trazer diversos recursos novos, com o objetivo de melhorar a performance do aparelho e até proporcionar maior praticidade e oferecer mais alternativas de utilização para seu dono. Entre os recursos estão o Popup Note, Suporte para múltiplas janelas, Photo Note/Photo Frame, Paper Artist, Easy Clip, Enhanced S Note, Suporte para escrita à mão e Atualização para o Android Jelly Bean.

Além disso, como destaque, o pacote traz o Google Now com transmissão de informações personalizadas baseadas no histórico, no horário atual e na posição dos donos do aparelho. Graças a todas estas informações, o software é capaz de mostrar quais são os amigos que estão por perto e que podem ser visitados.

Até o momento, não se sabe quando o Premium Suite chegará aos outros países.

Por Felipe Santos Bonfim





CONTINUE NAVEGANDO: