Executivos da Samsung afirmam que a companhia não irá mais desenvolver seus próprios aplicativos e passará a dar destaque somente para os apps do Google. Após o buscador ter vendido para a Lenovo a sua fabricante de celulares Motorola, a parceria entre ele e a Samsung será ainda mais forte. Dessa forma, ela irá parar de desenvolver seus aplicativos genéricos para o Android, unindo suas patentes.

As negociações entre as empresas começaram ainda na feira Consumer Electronics Show (CES) 2014, que foi realizada em Las Vegas. O resultado foi como uma “grande mudança, uma alteração radical nas poucas e últimas semanas”, segundo a matéria feita por uma revista.

Provavelmente, a Samsung irá perder serviços de Media Solution Center e o app WatchON, oferecidos pelo Samsung Hub. Haverá uma alteração, ou um possível fim da Magazine UX, apresentada na mesma feira nos dispositivos TabPro e NotePro.

Nas negociações feitas entre as duas empresas, o Google parece ter ganhado. As duas irão compartilhar pelos próximos 10 anos as suas inovadores patentes. Ainda não se sabe o que a Samsung receberá em troca das concessões, mas está confirmado somente no caso das patentes. Segundo sites internacionais, a fabricante de smartphones deverá ser incluída no desenvolvimento dos futuros dispositivos móveis do modelo Nexus, um projeto que as tornavam rivais no mercado.

A Samsung e o Google, que no passado eram rivais em certos mercados de tecnologia, agora irão se unir. O maior buscador do mundo possui o sistema operacional Android, além da sua enorme lista de aplicativos usados nos aparelhos.

Já a fabricante sul-coreana é a responsável pela venda de 40% dos smartphones com esse sistema. A recente parceria promete unir as duas gigantes da tecnologia de dispositivos móveis por muitos anos, que irão criar futuramente ótimos aparelhos com a interface Android. Agora cabe aos consumidores esperarem para os seus futuros lançamentos.

Por Danilo Gonçalves

Foto: divulgação


Durante o Google I/O que aconteceu na última quarta-feira, 15 de maio, o Galaxy S4 roubou a cena. Uma das novidades que marcou o evento foi a apresentação do top de linha da Samsung com Android “puro” da linha Nexus.

Antes do evento já havia surgido alguns rumores a respeito do assunto, mas a maioria dos sites especializados não acreditaram muito nesta informação. Então Hugo Barra, vice-presidente da divisão Android, confirmou as especulações e levou o S4 com Android “puro” para o palco.

Hugo mostrou a interface do Android 4.2.2 Jelly Bean igual à dos aparelhos da linha Nexus e só depois começou a falar do que se tratava. Esta versão tem as mesmas especificações técnicas do modelo tradicional, que possui 16 GB de armazenamento.

De acordo com a Google, o Galaxy S4 receberá os updates em primeira mão assim que eles forem lançados, da mesma forma que acontece com os aparelhos da linha Nexus.

A nova versão do S4 será lançada dia 26 de junho, primeiramente, o modelo será lançado para os consumidores dos Estados Unidos através da Google Play e irá ser vendido por US$ 649, aproximadamente R$ 1.300 para a versão desbloqueada compatível com a rede 4G LTE das operadoras AT&T e T-Mobile.

Até o momento não há nenhuma informação sobre a chegada do aparelho aos mercados internacionais.

Por Felipe Santos Bonfim


Os fãs do sistema operacional Android do Google podem se prepara, pois tudo indica que em pouco tempo ele terá uma nova versão.

Esta afirmação se justifica porque um smartphone da Sony com nome de LT30i está em fase de testes com a versão 5.0 do Android.

Segundo o site Pocket-Lint, a Sony estaroa produzindo um smartphone para concorrer de forma direta com o iPhone 5 e o Samsung Galaxy S III e que pode ser este aparelho misterioso.

Além disso, as relações entre Google e Sony estão cada vez mais estreitas justificando o teste do Android 5.0 em um modelo desta marca japonesa.

Ainda segundo especulações na internet, o novo smartphone da Sony terá uma tela em HD com resolução de 1280 X 720, processador Qualcomm e o inédito Android 5.0 como seu sistema operacional.

A partir destes testes é esperado que o novo Android com o nome “Key Lime Pie” seja lançado no início de 2013.

Por Ana Camila Neves Morais


A HTC, empresa considerada a quinta maior fabricante de celulares em todo o mundo, lançou dois modelos de smartphones com foco nos usuários do Facebook. A companhia divulgou também o lançamento do primeiro computador tablet, o Flyer que tem tela de 7 polegadas, a qual o usuário poderá manusear com uma caneta stylus.

Aproveitando a boa aceitação do mercado mundial, a HTC inseriu no mercado novas versões dos modelos de sucesso Desire, Wildfire e Incredible. Toda essa leva de novidades está sendo produzida com o sistema Google Android, líder no mercado.

A empresa quer aproveitar o embalo das redes sociais que impulsionou a pequena INQ Mobile, hoje muito bem posicionada no mercado devido aos aparelhos desenvolvidos exclusivamente voltados para esse nicho.

Por Vivian Fiorio





CONTINUE NAVEGANDO: