Os diversos tipos e modelos de telefones móveis presentes na atualidade tem cada vez mais opções e tecnologias.

No entanto, estava faltando um celular mais simples que atendesse a uma importante parcela da população mundial: idosos e crianças.

Pensando nisso, a Gradiente criou o SafePhone com números em tamanhos maiores – quase 1 centímetro – em uma tela de 1,8 polegadas com um display bem simples de ser manuseado.

Além disso, o novo aparelho possui uma tecla SOS que ao ser acionada manda mensagens e chamadas para números cadastrados bem como mostra a localização do aparelho por GPS.

Fonte: Htvdigital

Outras características interessantes são a câmera digital e a possibilidade de inserir um cartão de memória com até 16 GB.

O SafePhone que, apesar de não ser bonito é muito funcional e prático para o público ao qual se destina, pode ser adquirido por valores iniciais de 500 reais.

Por Ana Camila Neves Morais


Como todos os mercados merecem ter um produto acessível para si, com a terceira idade não é diferente. Uma das coisas mais corretas que fizeram atualmente: a empresa sueca Doro lançou um aparelho, no Mobile World Congress, com teclas grandes e a tela sensível ao toque adaptada.

Por mais que o aparelho passe longe de um iPhone, atende bem muitas necessidades da terceira idade – que na sua maioria nem gostam de iPhone. O smartphone chama-se Doro Phone Easy 740 e pode ser operado tanto pela tela touch como pelos botões. A tela tem 3,2 polegadas e os contatos vêm com fotos em tamanhos maiores para facilitar a visualização, além de um inovador botão de emergência na parte traseira, pois caso a pessoa se sinta mal, pode chamar a emergência mais facilmente.

Mesmo sendo um smartphone comum que utiliza Android 2.3, tem conectividade 3G e tira fotos, ele vem com botões numéricos maiores e mais sensíveis ao toque, tudo pensando na dificuldade que a terceira idade encontra em um aparelho de telefonia móvel.

É muito interessante ver que há empresas focadas em diversos tipos de público, “customizando” os aparelhos mais atuais conforme suas necessidades.

Por Guilherme Marcon





CONTINUE NAVEGANDO: