Apple disponibilizou uma atualização que corrige o erro 53 dos iPhones. Este erro inutilizava os iPhones 6, 6S, 6 Plus e 6S Plus quando estes eram consertados em assistência técnica terceirizada.

Nas últimas semanas, dois erros graves no iOS chamaram a atenção da mídia e incomodaram os usuários. O erro no calendário no iPhone, que faz com que, quando a data é alterada para 1º de Janeiro de 1970, o smartphone simplesmente trave e o ''erro 53'', que inutiliza os iPhones 6, 6S, 6 Plus e 6S Plus, após os usuários levarem os modelos em questão para um conserto de terceiros.

Agora, finalmente, a empresa da Maçã disponibilizou uma atualização para corrigir este último erro, que, segundo anteriormente a empresa, era para proteger os iPhones de falsificações e fraudes no Touch ID do dispositivo, porém, agora a empresa voltou atrás e ao site TechCrunch afirmou que o ''erro 53'' nada mais se trata do que um erro da própria empresa, já que tal erro seria voltado apenas para smartphones que estão prestes a sair de fábrica.

O erro aparecia aos usuários após levar seu dispositivo para a assistência técnica não certificada pela Apple, e, ao trocar o botão ''Home'', atualizando para uma versão mais recente do iOS, o aparelho simplesmente travava ou até mesmo não funcionava mais.

Com a atualização, agora é possível restaurar os seus dados usando o iTunes no MAC ou no PC convencional. A empresa também aproveitou para pedir desculpas aos usuários, já que tal falha não poderia de forma alguma, ter atingido os usuários. Ainda ao site TechCrunch, a Apple afirmou que caso algum usuário tenha recorrido a assistência técnica de terceiros, novamente, para tentar ''salvar'' seu smartphone, o mesmo deve contatar a empresa para que haja um reembolso do valor gasto com o ''erro 53''.

A falha gerou revolta na WEB nas últimas semanas, embora alguns usuários ainda tenham se postado a favor da empresa, por acreditar, na época, que tal erro seria uma forma de proteger os usuários de terceiros que se utilizam de peças remodeladas ou falsas como se fossem novas e originais para consertar o seu iPhone, porém, a grande parte dos usuários se mostrou contrária ao possível fato da empresa querer ''proteger'' seus usuários, já que acaba por tirar a liberdade dos mesmos de alguma forma.

Por Isis Genari

iPhone 6

Foto: Divulgação


O Galaxy S4, com 16 GB de armazenamento, vem dando bastante dor de cabeça para seus donos, pois ele tem apenas metade do espaço que deveria ter. Para tranquilizar seus consumidores, a Samsung informou que está buscando alguma forma de otimizar o Android do Aparelho para conseguir resolver este problema. Os usuários deverão receber em breve o update.

A Samsung se defendeu inicialmente das acusações, informando que essa falta de espaço era fazia necessária para poder oferecer recursos mais poderosos aos donos do aparelho. Agora, a empresa voltou atrás e disse que está disposta a resolver este assunto. Em uma entrevista ao CNET UK, um porta-voz da companhia afirmou que a Samsung está totalmente empenhada em escutar seus clientes e responder a todas as necessidades deles.

Diferente dos aparelhos concorrentes, como o HTC One e o iPhone 5, o Galaxy S4 conta com uma entrada para cartão de memória que aceita cartões de até 64 GB. Porém, este espaço adicional só pode ser usado para colocar músicas, vídeos e fotos, ou seja, não se pode usar este espaço para baixar aplicativos. Como o aparelho conta com games que tem até 1 GB, é bem difícil conseguir administrar os 8 GB de armazenamento interno que estão disponíveis.

Ainda que a Samsung já tenha confirmado uma otimização para o aparelho, nenhuma data de lançamento foi confirmada. 

Por Felipe Santos Bonfim


Há pouco tempo começaram a ser divulgadas diversas reclamações sobre o smartphone Nexus 4  que foram enviadas ao site Google’s Android Project.

Pelo visto, o aparelho, fruto da parceria entre Google e LG, acabou trazendo mais algumas dores de cabeça para quem o comprou – após a falha que aconteceu em novembro do ano passado com relação à reprodução de áudio. O que vem acontecendo agora é um problema no aplicativo da câmera, que para de funcionar após um período prolongado de uso, ou então após a utilização do flash em locais que tenham pouca iluminação.

Além disso, de acordo com os relatos dos usuários o aplicativo para de funcionar e não é encerrado, mesmo clicando no botão “voltar”, além de que simplesmente não aparece nos programas em cache ou no menu de execução.

Ainda não foi detectada a causa do problema com o aplicativo por parte da LG nem da Google e, assim, alguns dos proprietários do Nexus 4 acabaram improvisando soluções, reiniciando o celular ou então mudar para o modo filmagem, gravar um vídeo e depois retornar à câmera.

Até o momento nem a Google, nem a LG se pronunciaram sobre o problema.

Por Guilherme Marcon


A disputa judicial de patentes entre a Apple e Samsung parece não ter fim, mas nesta semana a Apple informou que desistiu de um processo envolvendo patente de um novo telefone da Samsung.

Este produto – o Galaxy SIII Mini – consiste em um aparelho com tela de alta qualidade e que tem como principal rival o iPhone 5.

Este acordo ocorreu porque a Samsung informou que não irá mais disponibilizar o Galaxy SIII Mini para vendas nos Estados Unidos e solicitou a sua retirada do processo judicial entre as empresas.

No entanto, a Apple divulgou que apesar de concordar com a retirada do Galaxy SIII Mini do rol de produtos presentes no processo judicial, se a Samsung voltar a realizar sua venda no mercado norte-americano irá incluir o aparelho novamente no processo.

Ao serem questionadas sobre a divulgação, representantes das empresas Apple e Samsung não quiseram comentar sobre o caso.

Por Ana Camila Neves Morais


Os recentes problemas nas operadoras de telefonia no Brasil que causaram ações enérgicas da Anatel como suspensão de vendas e da oferta de serviços levou à reação de diversos órgãos.

Por isso, a Comissão de Defesa do Consumidor irá efetuar – com o auxílio do Tribunal de Contas da União – uma auditoria nestas empresas para averiguar a situação em que elas se encontram.

Esta atuação foi aprovada através da Proposta de Fiscalização e Controle 95/2012 feita pelo deputado César Halum.

Com isso, a proposta aprovada consiste em avaliações na Tim, Oi e Claro com a convocação de seus diretores para avaliar as dificuldades e deficiências destas empresas do ramo de telefonia móvel.

Agora será necessário apenas esperar a realização desta auditoria e a divulgação de seus resultados.

Por Ana Camila Neves Morais


A Anatel está controlando de forma bastante rigorosa as operadoras de telefonia e a mais nova decisão da agência reguladora consiste no regulamento de qualidade aprovado por seus técnicos.

Esta norma refere-se ao atendimento feito por estas empresas em seus serviços de call centers e de chamadas telefônicas determinando as exigências para o funcionamento dos mesmos.

Com relação aos call centers, esta funcionalidade deverá responder a pelo menos 95% das chamadas feitas pelos usuários.

Quanto às chamadas, a Anatel irá exigir dentre de 120 dias que as empresas com mais de 50 mil clientes devem completar um mínimo de 93% das ligações locais e 92% para ligações de longa distância.

Além disso, o novo regulamento para telefonia aprovado pela Anatel determina que as operadoras possam emitir faturas erradas em um limite máximo de 2,5 faturas por mil delas que forem emitidas no mês.

Por Ana Camila Neves Morais


Um problema no display foi encontrado no novo smartphone da Apple, o iPhone 5. O defeito foi encontrado por um desenvolvedor, que prontamente divulgou o acontecido.

A falha acontece, de acordo com o desenvolvedor, após deslizar o dedo repetidamente na tela na posição diagonal. As informações foram divulgadas no Twitter da CMA Megacorp, uma empresa que desenvolve games. Depois de deslizar o dedo várias vezes o sistema começa a travar ou então para de uma vez de responder.

Para comprovar o problema, o site Recombu resolveu testar alguns iPhones, sendo um iPhone 4S rodando iOS 6.0, um 4S com iOS 6.0.1, um 5 rodando iOS 6.0 e um 5 com iOS 6.0.1. O resultado foi que a falha só acontece no iPhone 5, independente de seu sistema operacional. Sendo assim, é provável que o acontecido seja devido a algum problema de hardware.

Apesar do “barulho” que isso fez na mídia, a Apple ainda não se pronunciou sobre o assunto. Provavelmente por não saber, até então, que esse problema poderia ocorrer. Ainda assim, é provável que, se possível, a empresa disponibilize uma nova atualização no iOS para corrigir o problema.

Por Guilherme Marcon


Escritórios de advocacia dos Estados Unidos e do Canadá haviam anunciado neste mês de outubro que poderiam processar a RIM (Research In Motion) devido a uma pane de alguns dias em alguns serviços dos BlackBerrys, ocorrida no começo do mês. A partir desta semana os consumidores dos smartphones passam a efetivamente abrir processos contra a fabricante.

A queda nos sistemas, que ocorreu no início do mês em todo o planeta, deixou milhares de usuários sem acesso a e-mails, mensagens instantâneas ou navegação na internet. Nos Estados Unidos, o processo foi registrado em um tribunal na cidade de Santa Ana, no estado da Califórnia, e acusa a RIM, em nome de todos os usuários de BlackBerry que têm contratos com direito a mensagens, e-mails e navegação, de quebra de contrato, negligência e até de enriquecimento indevido.

No Canadá, o processo aberto na quarta-feira (26 de outubro) afirma que a RIM não restituiu o prejuízo que cada cliente teve ao ficar sem receber mensagens instantâneas, sem ler e-mails e sem internet em geral. A promotoria pede que a companhia seja responsável e arque com esses danos.

Por Mozart Artmann


O iPhone 4 chegou ao mundo dos smarthphones como uma revolução e avanços. Isso na teoria. Na vida real ele apareceu na mídia esquecido em uma boate por um executivo fanfarrão da Apple e assim deveria ter sido mantido….esquecido!

Ainda na coletiva de apresentação do aparelho ele deu problemas com a conexão com a internet, fato justificado devido a quantidade de jornalistas que apinharam a sala de coletiva no Vale do Silício.

Mas quem comprou o aparelho teve bem mais problemas com dificuldades de conexão. Interferência de sinal e problemas com seus widgets é só a ponta do iceberg.

Defeitos primários ocorreram até mesmo com a captação de sinal do aparelho que ao invés de possuir uma antena na parte superior, possui na lateral, justamente onde os usuários colocam as mãos para telefonar e esse é exatamente o problema, a mão interfere na capacidade de sinal.

Agora a Apple está liberando capinhas ao Deus dará e Steve Jobs assumiu em alto bom som "Não somos perfeitos.".

Perfeitos não precisa tio Steve, mas um pouco menos desligados podiam ser, hein?

Por Teresa Almeida


Há alguns dias o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), órgão ligado ao Ministério da Justiça emitiu uma norma técnica que considera o telefone celular um bem essencial. Nesse caso, se o aparelho apresentar defeito, a loja que o vendeu deve providenciar a troca imediata do mesmo. Ou seja, precisamos esperar os trinta dias conforme está no Código de Defesa do Consumidor.

No entanto, o Rodrigo Toledo, do site rodrigostoledo, verificou que as lojas e, portanto, suas respectivas operadoras, não estão cumprindo a determinação da justiça. A constatação foi feita após um problema que ele teve com o seu Motorola Milestone, que apresentou defeito.

Apesar de ter obtido êxito, e ter trocado o aparelho na loja da Vivo, ele se deparou com a falta de informação dos funcionários das outras lojas, e também com a má vontade da gerente de um dos estabelecimentos.

Por Maximiliano da Rosa


Nem tudo é perfeito no reino da maçã. Mal os primeiros consumidores colocaram as mãos no gadget mais esperado do ano, e já começam a surgir notícias de que o iPhone 4 tem apresentado problemas.

Em primeiro lugar, o sinal. Muita gente relata em fóruns da Apple que o smartphone tem sinal fraco. Esse é um problema conhecido das versões anteriores do iPhone. E, pelo jeito, ao invés de melhorar, a coisa ficou pior.

Além disso, as qualidades tão bem apregoadas do Dislpay Retina tem esbarrado num defeito: manchas amarelas aparecem em vários pontos da tela. Felizmente a Apple já garantiu troca imediata para os aparelhos com defeito, e não há uma explicação oficial sobre o problema.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: