Desenvolvedores podem testar o novo Android 7.0 Nougat.

Se você quer conhecer o Android 7.0 Nougat, saiba que a quinta e última versão de teste já está liberada. Dessa forma, caso seja um desenvolvedor ou se deseja somente testá-lo, basta acessar o site androidpit-br.digidip.net/visit?url=https%3A%2F%2Fdeveloper.android.com%2Fpreview%2Fsupport.html%23dp4&ppref=https%3A%2F%2Fwww.google.com.br%2F e baixar as imagens da prévia do sistema. No entanto, se você faz parte do programa de testes deste último, obterá em seu dispositivo a edição de forma automática. Essa opção estará disponível para os aparelhos Nexus 9, Nexus 6, Nexus 6P, Nexus 5X, Nexus Player e Pixel C.

Independente de qualquer uma dessas possibilidades saiba que a instalação estará sujeita a bugs. Acesse no site developer.android.com/preview/download.html mais informações em língua portuguesa.

Android 7.0 já apresenta surpresas:

Em maio deste ano, a Google anunciou que receberia sugestões de nomes para a próxima versão do Android. Então, seguindo a tradição de ideias apresentadas anteriormente, a companhia disse que deveriam estar relacionadas com algo doce, e que o fossem iniciadas com a letra “N”. Pois bem, depois de um tempo Nougat foi a escolhida. Em inglês, este é o nome de um tipo de doce, geralmente encontrado em barras de chocolate. Por outro lado, esta notícia pode ser considerada como uma pista para uma nova surpresa da Google: o jogo Neko Atsume Kitty Colector. Ele se encontra de forma oculta, e acabou sendo descoberto nessa versão por alguns usuários. Uma curiosidade é que a palavra Neko, além de também começar com a letra “N”, em japonês significa “gato”. Adorável, não?

Outra novidade é que o sistema apresentará 72 novos emojis. Entre eles, destacam-se os relacionados ao universo feminino. Haverá ainda opções para escolha do tamanho de tela e de letra (fonte). Tais alterações permitirão que você adeque esses recursos de acordo com sua vontade, sendo bastante interessante em casos de pessoas que tenham algum tipo de dificuldade para enxergar textos ou imagens.

Já aqueles que apresentam problemas auditivos terão melhor acessibilidade por meio da “integração mono play”, em que será possível definir a configuração de som e áudio do dispositivo que o suporta, obtendo assim melhor audição do que for reproduzido.

A versão final do Android 7.0 Nougat está programada para ser liberada até o terceiro trimestre deste ano.

Por Camilla Silva

 

Android 7.0 Nougat


Mudança ocorre devido a uma correção realizada pelo Google.

O Android N acabou por ser liberado antes do esperado pela Google, em uma build para os desenvolvedores do sistema da empresa, o que é claro, possibilitou que usuários comuns também conseguissem instalar a futura nova versão do Android em seu sistema. Entre as mudanças percebidas, uma delas deve agradar muito os usuários, já que a mesma irá deixar seu dispositivo mais rápido do que ele é atualmente.

A novidade, na verdade, trata-se de uma correção a mudança feita no Android Lollipop que alterou a máquina virtual de Dalvik para ART, na expectativa da mudança acabar deixando o sistema mais rápido, porém, o problema é que quando o dispositivo é atualizado ou simplesmente uma limpeza de cache é feita no sistema, todos os aplicativos necessitam ser recompilados, o que não irá acontecer mais a partir do lançamento do Android N.

A otimização pode ter sido resultado da troca do Oracle da Java pelo OpenJDK, no sistema, o que pode ter gerado uma otimização maior, já que praticamente todos os usuários que tiveram acesso ao Android N garantiram que com ele o sistema fica consideravelmente mais rápido do que antes de instalarem a nova versão do sistema do robozinho verde, diminuindo o tempo para ações como a recompilação dos aplicativos.

Para se ter uma ideia da possível otimização do sistema, ao instalar aplicativos a instalação é feita de maneira muito mais rápida do que o normal, apenas alguns segundos após os aplicativos terem sido baixados, o que possivelmente foi causada pelo fato de que no Android N o sistema não precisará mais otimizar todo o código dos seus apps ao ser inserido na memória do seu smartphone.

Outra excelente novidade é que a partir de agora, as atualizações do sistema e também a atualização mensal do pacote de segurança não demorarão mais como atualmente, mostrando o quanto a Google vem trabalhando para que o Android seja tão otimizado quanto o iOS, considerado referência hoje no assunto otimização.

A expectativa por enquanto fica para quando o sistema será lançado (o que ainda deve demorar um pouco) e quais dispositivos serão os primeiros a serem lançados com o novo sistema, ao menos por enquanto, os rumores apontam para um possível novo Nexus feito pela HTC.

Por João Trajano


A Apple deixou de assinar a versão iOS 9.2 para todos os seus dispositivos móveis. Com isso, os usuários não poderão mais fazer o downgrade e retornar à versão anterior do sistema.

No dia 4 de fevereiro, a Apple deixou de assinar a versão anterior do iOS 9.2.1, o iOS 9.2, para todos seus dispositivos móveis, iPhone, iPad e iPod Touch. Tal mudança faz com que os usuários dos aparelhos da Maçã não possam mais fazer o downgrade e retornar à versão anterior do sistema, o que poderia ser feito pelo iTunes até então.

A notícia já era esperada, visto que a Apple faz um grande esforço para manter todos seus usuários com a versão mais recente do sistema, não somente por questões de segurança, já que cada atualização conta com correções de bugs e erros no sistema, mas também pelas atualizações no sistema acabarem por dar um pequeno ''upgrade'' nos dispositivos, tornando-os muitas vezes, mais rápidos e otimizados do que nas versões anteriores do sistema. Além, é claro, do fato de cada atualização contar com novos recursos para os usuários, além de facilitar a vida dos desenvolvedores de apps.

A mudança deve ter um impacto um pouco maior, entre aqueles que utilizam o jailbreak em seu dispositivo, uma espécie de desbloqueio do sistema da Apple que garante aos usuários poder instalar aplicações provenientes de terceiros em seu aparelho.

Porém, como existem diferenças mínimas entre ambas as versões do sistema, a mudança acaba por não ser tão impactante assim, mesmo para esses usuários, já que a última versão do iOS conta muito mais apenas com correções de erros e pequena otimização no desempenho do sistema da Apple, do que novas funções ou grandes mudanças no SO.

Outro fato que faz com que a impossibilidade do downgrade não seja preocupante para os usuários é que a última versão do iOS não apresentou grandes problemas ou erros após seu lançamento, e, inclusive, o fato da Apple não assinar mais a versão anterior do sistema, mostra que, provavelmente, na visão da empresa, o sistema atual é estável o suficiente para manter os usuários na última versão do iOS.

A Apple atualmente está trabalhando na próxima versão do iPhone, que chega a sua sétima geração e esse sim, deve contar com grandes e importantes novidades para os usuários, e informações a respeito do dispositivo devem ser liberadas em breve.

Por Isis Genari

iOS 9.2

Foto: Divulgação


O sistema operacional mais utilizado no Brasil apresenta algumas vantagens e desvantagens fazendo com que os usuários possam optar por utilizá-lo ou não.

Os aparelhos que possuem o sistema Android ainda estão entre os mais vendidos no Brasil. Embora seja muito conhecido, ele apresenta alguns problemas que aborrecem os consumidores, assim como qualidades que o tornam o preferido entre algumas pessoas.

Aqui você pode conferir algumas vantagens e desvantagens desse sistema e verificar se ele é o adequado para você.

Vantagens:

– O código do Android é aberto e baseado no código Linux, dessa forma outras empresas podem ajudar a desenvolvê-lo e melhorá-lo cada vez mais, fazendo com que o aparelho que possui o Android tenha acesso aos recursos e tecnologias feitos para o Linux.

– São diversos os fabricantes que optam pelo sistema Android, tais como: Samsung, Motorola, Sony, etc. Dessa forma, a variedade de dispositivos que o consumidor pode escolher é grande, desde aparelhos simples com telas pequenas até os maiores ou com recursos mais potentes e novos. Além de que os preços também variam de acordo com o orçamento do consumidor.  

– Há a opção de customizar o aparelho da forma que parecer mais agradável para o usuário. Uma vez que são diversos os aparelhos que utilizam o Android, diversas são as opções de design e interface disponíveis.

– A variedade de aplicativos disponíveis é grande. Não é obrigatório o uso de aplicativos desenvolvidos por apenas um fabricante específico. No entanto, devido a tamanha quantidade de aplicativos, podem surgir alguns semelhantes, e aí cabe ao consumidor testar e escolher o que mais atende as suas necessidades.  

Desvantagens:

– O sistema é aberto, logo os desenvolvedores podem fazer o que desejam no que diz respeito ao design. Isso acontece porque não há um padrão no Android. Alguns consumidores consideram que essa liberdade torna o sistema desorganizado e confuso.

– Enquanto para alguns a grande variedade de aplicativos pode parecer uma vantagem, para outros acaba se tornando desnecessária. Com tantos aplicativos é grande a quantidade de programas e jogos repetidos ou até mesmo inúteis que podem vir a aparecer na Play Store, aumentando a quantidade de aplicativos de má qualidade disponíveis.

– São vários os fabricantes que utilizam o Android em seus aparelhos. Isso faz com que a desvalorização dos aparelhos aconteça rápida e frequentemente. Um celular que utiliza esse sistema pode perder cerca de 50% do seu valor em menos de um ano devido a novos lançamentos de outros fabricantes.    

Por Isabela Palazzo

Android

Foto: Divulgação


Novo smartphone está passando por melhorias no sistema e deve ficar bem mais rápido.

Um dos grandes problemas dos celulares da Samsung sempre foi sua versão própria do Android, o Touchwiz. O sistema sofre a muito tempo com problemas de otimização e embora o problema tenha melhorado consideravelmente nos últimos tempos, muitos usuários ainda sofrem com a lentidão no sistema.

Porém, a Google se comprometeu com a empresa coreana a ajudá-la a otimizar seu sistema. E ao que tudo indica, os resultados vem agradando e muito, pois a promessa é de entregar um Galaxy S7 com um sistema mais veloz e otimizado que o IOS.

A Google estaria trabalhando no código do Touchwiz de maneira que se torne possível remover qualquer função que possa acabar causando lentidão ou problemas no Marshmallow, nova versão do Android.

Os consumidores que puderam comprar ou ao menos experimentar por algum tempo os últimos smartphones da empresa coreana, como o Galaxy S6 Edge Plus, tiveram a nítida impressão de que o sistema estava mais veloz, eficaz e leve do que nas versões anteriores.

Uma das possíveis causas da lentidão causada pelo Touchwiz é o fato do sistema da Samsung ser considerávelmente pesado, passando longe de ser uma versão pura do Android, como em muitos celulares da Motorola. O Android puro é basicamente um Android que não foi personalizado ou não sofreu quase nenhuma alteração por parte das empresas.

Mais uma novidade que deve estar presente no Galaxy S7 é que a memória expansível está de volta por meio dos cartões microSD, que havia sido removido das últimas versões, desagradando e muito os usuários.

Resta saber se a mudança irá valer apenas para o Galaxy S7 e as versões mais tops dos produtos da empresa coreana, ou também deverá vir para os modelos mais simples, os que mais sofrem com a lentidão e falta de otimização do Touchwiz, onde muitos celulares chegam até mesmo a travar constantemente.

Por Isis Genari.


Nova versão do Android chegará aos aparelhos Moto Maxx, Moto G 2014 e Moto E 2015 via OTA.

Após passar por um período de testes e transição para o Android Marshmallow, no final de 2015, em alguns de seus principais aparelhos, a Motorola finalmente anunciou a chegada da nova versão do Android para o Moto Maxx, Moto G 2014 e Moto E 2015. A atualização já era aguardada com ansiedade pelos usuários e serão feitas via OTA (over the air).

O Marshmallow foi lançado ainda em outubro de 2015, primeiramente para os dispositivos com Android Puro, como a linha Nexus. Dentro de um mês, a Motorola iniciou seu processo de transição para a nova versão, usando o  Moto X Style, Moto X 2014, Moto X Force, Moto X Play e Moto G Turbo. O lançamento deu privilégio às versões tops dos aparelhos da marca, além de acabar, por sua vez, precavendo-se de possíveis erros para os modelos mais simples.

Agora, a transição será feita para os aparelhos da Motorola que não possuem contrato com operadoras, que ainda não aconteceu, mas deve acontecer em breve. A liberação dessa atualização deverá ser gradativa assim como no caso dos aparelhos com operadora. Por outro lado, a linha de aparelhos de smartphones da Motorola que recebeu o Marshmallow agora, está completa.

Essa liberação gradativa, porém, vem causando grande desconforto entre os usuários, que alegam que as atualizações já deveriam ter sido lançadas há tempos, havendo um atraso da Motorola em liberar o Marshmallow para seus smartphones.

Mesmo com o atraso, a Motorola continua cumprindo com sua promessa de manter seus aparelhos atualizados por um período de no mínimo, 2 anos, independentemente, de serem os aparelhos mais avançados ou de entrada.

Além das novidades do Marshmallow, como maior duração da bateria, controle de volume mais simples e outras, os usuários desses smartphones irão reparar que algumas funções nativas da marca como a extensão Motorola Connect Google Chrome, foram retiradas nessa atualização.

A Motorola não se pronunciou oficialmente sobre o motivo da demora no lançamento das atualizações.

Por Isis Genari

Android Marshmallow


Atualização do sistema operacional será liberada em abril

Usuários dos smartphones Nokia Lumia e Windows Phone tiveram uma agradável surpresa no início desta semana. A Microsoft anunciou que 36 modelos destes aparelhos irão receber a atualização para o Windows 10.

A notícia é ótima, afinal, quem não quer ter a oportunidade de mudar seu smart, deixá-lo mais rápido, ou mesmo com o menu mais atrativo?

O informe da empresa de Bill Gates já havia sido anunciado em fevereiro deste ano, porém, na época, apenas seis modelos poderiam receber a nova versão (Lumia 630, Lumia 635, Lumia 636, Lumia 638, Lumia 730 e Lumia 830).  De acordo com a Microsoft poucos aparelhos seriam beneficiados com a atualização, pois, precisavam de dispositivos que tivessem espaço de armazenamento. Agora, o número subiu para 36 pelo fato da empresa ter conseguido reverter a forma de distribuição do sistema, possibilitando, assim, a moldagem do compartimento de armazenagem dos dispositivos.

Dentre as melhorias esperadas com a nova versão, a principal é a melhoria na integração de serviços. Ou seja, será possível iniciar um trabalho no computador e terminá-lo no celular, o que facilitará a vida dos usuários. Ainda, as interfaces do celular e do computador poderão ser iguais.

No entanto, apenas em abril que os usuários serão beneficiados com a novidade. E, assim que estiver disponível, os aparelhos receberão uma notificação. Caso não receba nenhum alerta, é possível fazer manualmente. Primeiramente, é preciso realizar um cadastro no Insider Program. Após, faça o download do Windows Insider e vá até a central de configurações do aparelho. Lá, estará disponível a versão. 

Confira abaixo a lista dos dispositivos que receberão a nova versão:

– Nokia Lumia 1020, 1320, 1520, 520, 525, 526, 530, 530 Dual SIM, 535, 620, 625, 630, 630 Dual SIM, 635, 636, 638, 720, 730, 730 Dual SIM, 735, 810, 820, 822, 830, 920, 925, 928, ICON.

– Microsoft Lumia 430, 435, 435 Dual SIM, 435 Dual SIM DTV, 532, 532 Dual SIM, 640 Dual SIM, 535 Dual SIM.

Por Andréa Corneli Ortis

Windows 10 atualizado

Foto: Divulgação


A Samsung não quer ficar para trás no mercado de smartphones e entra para o time das empresas que possuem sistema operacional próprio com o lançamento do Z1, o primeiro aparelho equipado com o Tizen, o sistema operacional da Samsung.

Trata-se de um smartphone modesto, porém isso nem é o foco do lançamento. Até então, os smartphones da marca contavam majoritariamente com o Android do Google como S.O., raras algumas exceções que rodavam Windows Phone.

O Z1 foi lançado primeiramente na Índia, com um valor que equivale a aproximadamente R$ 240, ou seja, trata-se de um smartphone de entrada e com o preço bem atrativo.

Dentre suas configurações, ele possui tela de 4 polegadas (o mesmo tamanho do iPhone 4S, como comparação), com resolução WVGA de 800 x 480 pixels. O processador possui dois núcleos rodando a 1,2 GHz, com 768 MB de memória RAM e 4 GB de memória de armazenamento de massa (expansível até 64 GB através de cartão MicroSD).

A câmera principal do aparelho possui 3,1 MP, enquanto que a frontal tem resolução VGA. Dentre outras características, o Z1 é Dual SIM, possui Bluetooth 4.0 e rede 3G. Os usuários ainda poderão escolher entre as cores branca, preta ou vinho.

Como um atrativo para os usuários do Tizen, a empresa permitirá acesso ao Clube Samsung, que é um meio de entretenimento com músicas, vídeos e televisão.

A iniciativa do Tizen coloca a Samsung ao lado da Apple, que possui o sistema operacional iOS desde suas primeiras versões de iPhone, e da Microsoft, que fez o caminho oposto ao da Samsung, já que possuía apenas o sistema operacional no mercado e atualmente fabrica a linha de smartphones Lumia adquirida da Nokia.

É claro que existem vantagens e desvantagens no lançamento do Tizen, pois o Android é um sistema já consolidado no mercado e a Samsung pode se arriscar por começar do zero. Fato que comprova isso é a pequena disponibilidade de apps para o Windows Phone, por exemplo, que não é tão recente, mas não abrange uma porcentagem tão significativa de usuários de smartphones como o iOS e o Android abrangem.

Por Rannier Ferreira Mendes

Samsung Z1

Samsung Z1

Fotos: Divulgação


O Android Lollipop já está sendo distribuído e muitas novidades irão melhorar, e muito, a experiência dos usuários. Conheça algumas delas que facilitarão seu dia a dia:

– Gerencie suas notificações:

As notificações que chegam a você agora podem ter prioridade definida ou até mesmo serem bloqueadas. Ao pressionar uma notificação longamente, você verá um botão, que pode definir se aquela notificação é uma prioridade ou se você deseja bloqueá-la.

– Volte aos apps abertos ao reiniciar:

Agora, com o Android Lollipop, se você reiniciar o aparelho com apps abertos, eles aparecerão na tela de Overview (antiga área de multitarefa) e se lembrarão o que você estava fazendo. Ou seja, os mais apressados poderão reiniciar sem precisar fechar os aplicativos que estiverem usando.

– Tela fixa:

Você pode fixar a tela de um aplicativo para evitar que alguém acesse as demais telas. Assim, pode emprestar o celular para uma pessoa fazer uma ligação sem se preocupar com sua privacidade em outros apps.
– Modo Convidado:

Semelhante à opção anterior no que diz respeito à privacidade, você pode ativar o Modo Convidado para emprestar o aparelho a outras pessoas sem dar acesso a todos os privilégios. Puxe a área de notificações e pressione o ícone de usuário. Na tela você poderá adicionar um novo usuário ou ativar o Modo Convidado.
– Acessibilidade para daltônicos:

A acessibilidade é uma das preocupações quando o assunto é design e experiência de usuários. Afinal, não é bom que uma parcela das pessoas tenha suas experiências de uso limitadas ou prejudicadas. O Google deu um ótimo passo em relação ao problema do dautonismo e criou uma funcionalidade experimental. Os que necessitam ajustar as cores para distingui-las corretamente, podem fazê-lo em Configurações > Acessibilidade > Correção de Cor.

– Extra – clone do Flappy Birds:

O easter egg do Lollipop é um clone do jogo Flappy Birds, escondido. Para jogar, vá em configurações > sobre o telefone, e toque 4 vezes seguidas em cima da versão do Android. Quando aparecer um gráfico do Lollipop, continue tocando várias vezes e o jogo aparecerá.

Por Daniel Cavalcante

Novidades do Android Lollipop

Novidades do Android Lollipop

Fotos: Divulgação


A Microsoft começou neste ano a distribuir a tão esperada atualização para os smartphones que utilizam o sistema operacional Windows Phone da empresa. Trata-se do WP 8.1, disponibilizado para todos os aparelhos que já executavam o Windows 8, o que excluiu apenas o Nokia Lumia 710 dos mais conhecidos smartphones com Windows no mercado brasileiro.

Com a atualização, vieram diversas melhorias, como a presença de uma Central de Notificações, capaz de reunir novas informações sobre mensagens, ligações e alertas de aplicativos instalados, assim como fixação de atalhos para as configurações mais acessadas, como Wi-Fi, brilho da tela, travar rotação, modo avião, entre outras que podem ser personalizadas pelo usuário.

Esteticamente, o novo sistema operacional permite que sejam colocadas três colunas de aplicativos na tela inicial para aparelhos de tela grande, além da inserção de uma imagem como plano de fundo dessa tela inicial. Mesmo disponível apenas em inglês no momento, a atualização trouxe a assistente virtual Cortana, baseada em uma personagem de inteligência artificial da franquia de jogos Halo, pertencente à Microsoft, que pode ser instalada em aparelhos no Brasil se for alterada a região nas configurações do smartphone.

Já há algum tempo, a empresa lança versões para desenvolvedores dos programas e sistemas operacionais, o que permite que alguns usuários utilizem as novidades antes do lançamento oficial, com intuito de dar um feedback para a empresa de possíveis erros e melhorias necessárias.

 A última atualização para a versão de desenvolvedores do sistema operacional para dispositivos móveis foi o Windows Phone 8.1.1 14203, que trouxe como grande novidade a possibilidade de instalar atualizações do sistema em cartões MicroSD para os aparelhos que contam com essa função. Essa é uma função bastante útil para os aparelhos das linhas iniciais da marca, que contam com apenas 4 GB ou 8 GB de memória de armazenamento, já que os usuários são forçados a desinstalarem aplicativos ou excluírem dados para conseguirem atualizar seus aparelhos.

Outra novidade é a possibilidade de visualizar a porcentagem de bateria restante em tempo real na live tile do aplicativo, assim como fixar esse app na Central de Notificações. Essa é uma versão de teste e ainda não possui data de quando será distribuída oficialmente para os usuários.senvolvedores dos programas e sistemas operacionais, o que permite que alguns usuários utilizem as novidades antes do lançamento oficial, com intuito de dar um feedback para a empresa de possíveis erros e melhorias necessárias.

 A última atualização para a versão de desenvolvedores do sistema operacional para dispositivos móveis foi o Windows Phone 8.1.1 14203, que trouxe como grande novidade a possibilidade de instalar atualizações do sistema em cartões MicroSD para os aparelhos que contam com essa função. Essa é uma função bastante útil para os aparelhos das linhas iniciais da marca, que contam com apenas 4 GB ou 8 GB de memória de armazenamento, já que os usuários são forçados a desinstalarem aplicativos ou excluírem dados para conseguirem atualizar seus aparelhos.

Outra novidade é a possibilidade de visualizar a porcentagem de bateria restante em tempo real na live tile do aplicativo, assim como fixar esse app na Central de Notificações. Essa é uma versão de teste e ainda não possui data de quando será distribuída oficialmente para os usuários.

WP 8.1

Foto: Divulgação


A nova atualização do iOS (8.1) já está disponível, e traz com ela algumas novas possibilidades impressionantes. Antes de mais nada, teremos a introdução do “Apple Pay”, a nova forma de pagamento via celular embutida nos últimos modelos do iPhone (6 e 6 Plus) e iPad (Air 2 e Mini 3). Mas o novo sistema operacional também oferece a capacidade de enviar e receber mensagens de texto e ligações do seu telefone direto no seu Mac, o retorno do “rolo da câmera” e a versão beta da biblioteca pública do iCloud. E muito mais.

A primeira grande atualização do iOS 8 é uma mistura de características que não vingaram na versão original juntamente com mudanças que a fabricante adicionou baseada nos feedbacks de usuários, como o retorno do rolo da câmera. A possibilidade de fazer e receber chamadas através do Mac, bem como utilizar o serviço de SMS no PC, foram anunciadas na Feira Internacional de Desenvolvedores da Apple (WWDC, sigla em inglês), porém a falta de compatibilidade do novo iOS para os celulares com o antigo OS para PC fez com que fosse necessário aguardar uma atualização deste último, o que explica o porquê da funcionalidade não ter sido disponibilizada na primeira versão do 8. Essa característica de compartilhamento dos meios de comunicação é uma grande melhoria, visto a capacidade de receber e enviar, mensagens ou chamadas, a contatos que não utilizam “iDevices”, mudando a visão de que os dispositivos da marca só funcionam entre si em algumas funcionalidades.

O retorno do rolo da câmera elimina certo desconforto no gerenciamento de mídias que acontecia na versão anterior. Quanto ao novo sistema de pagamento da Apple, a princípio será restrito às redes comerciais que aderirem à opção, sem contar que, assim como a maioria das novidades tecnológicas, ainda não estará disponível no Brasil.

O iOS 8.1 estará disponível na opção Software, dentro de “Geral”, no app de Ajustes, caso tenha uma conexão boa, ou se preferir também é possível realizar a atualização via cabo, conectando o dispositivo a um computador que tenha o iTunes instalado. Para utilizar as novas ferramentas de comunicação compartilhadas com seu Mac, terá de instalar neste a versão X 10.10, grátis na Mac App Store online.

Por Felipe Foureaux Freitas

iOS 8.1

Foto: Divulgação


Além dos novos iPhones a Apple também está apostando no iOS 8, o novo sistema operacional da empresa para plataforma móvel, rodando tanto no iPhone quanto no iPad.

O visual do iOS 8 é praticamente o mesmo de seu antecessor, a Apple não quis mudar muito para não dificultar para os usuários que estão cada vez mais habituados com o iOS. Mas nem por isso o novo iOS deixou de trazer novidades e elas são muitas!

Uma melhoria que vai agradar é quanto ao dicionário que sempre tentou ajudar aos usuários, mas muitas vezes acabou atrapalhando com sugestões de palavras erradas. Mas no iOS 8 as sugestões serão mostradas no topo do teclado e para que esta sugestão seja aceita, será preciso que o usuário toque na palavra. Antes, a inclusão da sugestão era feita quando se pressionava a tecla de espaço e por isso havia muitos erros, pois o usuário acabava inserindo sugestões erradas sem saber.

O Aplicativo de Notas também ganhou uma importante melhoria, principalmente para quem desejar inserir uma imagem em suas anotações, assim o aplicativo ficou mais completo e funcional.

O Aplicativo de Mensagem também passou por melhorias e ficou muito parecido com o WhatsApp, pois permite conversas em grupo, além de gravação de vídeo, capturar foto e até compartilhar a localização do usuário. Se quiser gravar, será preciso que você pressione o ícone do microfone e fique pressionando por alguns instantes.

Mas um dos recursos que mais vai chamar a atenção é o Time-lapse e Timer na câmera, que deixará o aparelho tirando fotos, mas seguindo um intervalo de tempo e no final será gravado um vídeo onde as fotos serão mostradas em sequência e o efeito é muito interessante. Antes, os usuários precisavam baixar algum aplicativo que oferecesse esta opção, mas agora não será mais preciso. O problema foi que a Apple disponibilizou o tempo de 3 ou 10 segundos para tempo de espera, não deixando a cargo do usuário escolher este intervalo de tempo.

O iOS 8 é na verdade, uma atualização do iOS 7, mas trouxe muitas novidades e os usuários certamente vão aprovar.

Por Russel

iOS 8

Foto: Divulgação


O Google está muito perto de anunciar a versão 5.0 do Android, que deve incluir uma quantidade grande de mudanças, principalmente no design dos apps da companhia. Por enquanto, a nova versão é conhecida apenas como “L” e ainda não temos detalhes de quando estará disponível para os primeiros dispositivos como o Nexus e Motorola.

O anúncio do novo sistema operacional veio algumas semanas após o lançamento da versão 4.4.3, que corrigiu alguns bugs e já está disponível para a maioria dos dispositivos mais recentes. Após ser liberada para a maioria dos smartphones da linha Nexus e Motorola, agora é a vez da Samsung atualizar os seus aparelhos da linha Galaxy S4 e S5. Com a mudança, espera-se que o sistema ganhe melhorias de estabilidade e correção de outros problemas menores e imperceptíveis aos usuários. Quem deseja mudanças significativas no visual terá de esperar o anúncio da versão 5.0 que deve chegar em breve.

De acordo com a Samsung, os modelos tops de linha da companhia devem ganhar a atualização 4.4.3 do KitKat já nas próximas semanas. A atualização está passando por leves ajustes da fabricante e deve chegar ao Galaxy S5 ainda neste mês. Por outro lado, os donos do S4 terão que aguardar um pouco mais para ter as novidades e correções da nova versão em seus aparelhos.

É importante salientar, no entanto, que a nova versão 4.4.3 não traz modificações visíveis de aparência e corrige apenas alguns bugs de instabilidade. Outro fator a ser destacado é que nem todos os donos dos modelos S4 e S5 receberão a atualização em breve. Isso porque após a liberação pela Samsung, as operadoras ainda precisam adicionar seus softwares exclusivos, algo que acaba atrasando o processo. Essa é uma das principais reclamações de usuários de dispositivos da Samsung, que costuma incluir uma série de modificações na versão original do Android, algo que o Google tenta mudar já há algum tempo.

Por Ebenezer Carvalho

Android L

Foto: Divulgação


Um dos maiores Frissons do mundo da tecnologia atualmente gira em torno do que a nova versão do Android trará ao mercado. Desde abril muitas especulações giram na internet falando sobre testes que já estavam sendo realizados em aparelhos que atuam com o sistema operacional, porém mesmo com essas informações, o que seria realmente as novidades do browser ainda se mantém meio que nubladas e sem consistência.

Aos poucos cada vez mais evidências vão sendo apresentadas ao público, indicando o provável caminho que o navegador tomará até chegar de vez ao mercado.

O Google acaba de dar mais sinais sobre o que poderá ser a nova atualização do Android. São elas:

1 – Ciclo Natural do Sistema:

O KitKat, nome dado ao sistema quando foi lançado em outubro de 2013. Desde o lançamento ele já foi considerado como não sendo uma versão sólida do sistema de Jelly Bean.

O sistema está atualmente em sua quarta fase e desde de 2011 o público já espera o lançamento da fase 5 e há indícios de que ela surja ainda em 2015.

A versão Ice Cream Sandwich foi lançada em outubro de 2011, o 4.1 Jelly Bean em julho de 2012; o 4.2 Jelly Bean em novembro de 2012; o 4.3 Jelly Bean em julho de 2013; e o 4.4 KitKat em outubro de 2013, considerando esta estatística é provável que a nova versão apareça no mercado em julho ou mesmo antes, se considerarmos que o Google I/O ocorre em junho.

2 – Aparição de novos ícones:

Tanto o iOS, Google Chrome e o Windows 8 possuem interface plana e neste cenário consideramos que o Android já está meio “atrasadinho”.

Segundo imagens que circularam na internet mostram o sistema operacional com o visual reformulado, o que provavelmente será o novo layout do sistema, outro indício também são os ícones interativos que acompanham a tendência tecnológica do mercado.

Por Jaime Pargan

Android

Foto: Divulgação


A empresa Microsoft vai lançar a qualquer momento o seu novo sistema operacional Windows Phone 8.1. Na semana passada, algumas notícias relacionadas ao lançamento do programa e de como ele irá funcionar foram divulgadas. A própria marca tinha publicado uma página exclusiva para falar sobre o Windows Phone 8.1 no site da companhia, contudo ela foi retirada esta semana.

Os usuários da marca esperam que este lançamento seja um dos mais reveladores dos últimos anos. Eles aguardam que a Nokia e Microsoft divulguem novidades principalmente para o hardware dos aparelhos móveis, já que muitos ainda opinam que o sistema atual está abaixo dos sistemas mais conhecidos no mercado. A marca promete dar uma cara nova ao programa que integra os seus celulares e com pretensão de renovar a linha completa dos Lumias sem perder a funcionalidade que o sistema já possui.

A empresa já deu algumas dicas de que o lançamento se aproxima cada vez mais. A Nokia atualizou, por exemplo, o aplicativo Nokia Glance, que inclui um sistema que mostra informações interessantes quando o dispositivo está em modo de espera, com notificações sobre o tempo e outras informações. O usuário pode até personalizar esta opção e configurando de modo que as informações sejam mostradas sem que o uso de energia seja gasto de forma exagerada.

Ao que tudo indica, a marca não quer fazer o lançamento do novo Windows Phone 8.1 agora porque a data do evento em que a Microsoft realiza todo ano está marcado para acontecer entre os dias 2 e 4 de abril deste ano, o que iria ser menos uma novidade para o grande acontecimento. Caso não ocorra nesta data – por questões técnicas – o lançamento acontecerá logo após o evento, aproveitando ainda a atenção que a mídia dará as novidades da companhia.

Para quem se interessou em conhecer o aplicativo Nokia Glance, pode baixá-lo gratuitamente no Windows Phone Store. O tamanho do “programinha” é de 2 MB e já é compatível com o Windows Phone 8 e o futuro WP 8.1.

Por Carolina Miranda

WP 8.1

Foto: Divulgação


O sistema operacional Tizen foi lançado há quase um ano e o primeiro smartphone com a tecnologia deve ser apresentado pela empresa Samsung ainda em 2014, o novo produto recebeu o nome de ZEQ 9000. Vale lembrar que o Tizen é o resultado de uma parceria da Samsung com a Intel. O novo aparelho deverá ser apresentado para os consumidores durante a MWC desse ano, a informação foi passada pelo site especializado no assunto Intomobile.

A MWC é considerada a maior feira mundial de tecnologia móvel e vai acontecer entre os dias 24 e 27 de fevereiro em Barcelona, na Itália. Durante esse período, toda a mídia especializada volta a sua atenção para as novidades das marcas.

A fabricante ainda não passou todos os detalhes técnicos sobre o modelo, até o momento foram divulgadas notícias de que ele terá uma tela de 4,8 polegadas com resolução de 1280×720 pixels. Contara com um hardware avançado e com um processador Snapdragon 800 desenvolvido pela Qualcomm, que irá rodar 2,3 GHz. Uma foto do novo aparelho também foi liberada pela Samsung.

Segundo especialistas no assunto, é provável que o ZEQ 9000 tenha duas versões, uma que suporte dois chips e outra com um chip único. Outra previsão é que ele tenha 2GB de memória RAM e que o corpo do aparelho tenha grande semelhança com a linha Galaxy, outro produto da empresa.

Vale lembrar que o Tizen foi desenvolvido também para rodar em outros equipamentos como computadores e TVs. A versão final do sistema operacional passou por várias mudanças até atingir o aspecto que tem hoje. O resultado faz parte de uma série de testes feitos por diferentes desenvolvedores.

A versão que será comercializada possui interface muito parecida com o Android que faz parte da maioria dos aparelhos vendidos pela Samsung em todo o mundo e é muito popular entre os clientes que optaram por comprar produtos da companhia.


O botão “voltar” presente no sistema operacional Windows Phone está dando o que falar, principalmente entre os desenvolvedores de aplicativos para a plataforma. O botão poderá ser extinto nos próximos aparelhos e atualizações do SO. O que deixou alguns usuários insatisfeitos, para não dizer furiosos com a notícia.

Não se sabe se a notícia é verdadeira, contudo é necessário avaliar o quão importante ele pode ser. Há informações rondando na internet que a Microsoft estaria planejando remover não só o botão voltar como outras funções importantes nos sistemas operacionais da empresa. Os próprios botões físicos poderão ser dispensados, tornando-se apenas botões não físicos, cujas funções seriam acionadas na tela, em opções virtuais.

Windows Phone

Foto: Divulgação

Uma das mudanças drásticas em relação ao SO da empresa diz respeito às exigências de hardware. Dessa forma, as fabricantes de celulares tem a liberdade de instalar ou não um botão físico para funções como a câmera, bússola digital e outros. Até o momento só a Huawei abandonou o botão físico da câmera, enquanto as outras marcas parceiras não alteraram a função.

A mudança de atitude da Microsoft pode estar relacionada aos pedidos da empresa para que outras fabricantes utilizassem o seu sistema operacional nos aparelhos. Uma delas foi a HTC, que foi orientada a lançar o One Max tanto com o Android quando o Windows Phone. 

Por Robson Quirino de Moraes


Android KitKatPrevisto para o lançamento em outubro, o novo Android foi anunciado pelo Google no último dia 3 de setembro. O Android KitKat também tem nome de doce, o mesmo do chocolate KitKat da Nestlé. As empresas fizeram um acordo que permite que o Google utilize o nome e a identidade visual do chocolate da marca.

O Android KitKat, ou somente Android K (nome abreviado) segue a tradição de usar nomes semelhante a doces, o que ocorre desde da versão Cupcake, lançada em 2009. A última lançada foi a versão Jelly Bean, em 2013.

Há informações que a versão seria chamada de LimePie (torta de limão), contudo para ter maior visibilidade, a empresa realizou a parceria com a Nestlé, que irá modificar as embalagens do chocolate Kitkat em 19 países. Nesta versão, há uma imagem do robô símbolo do Android dando uma mordida no chocolate.

Essa é a versão 4.4 do Android que, atualmente, é o sistema operacional mais usado em smartphones em todo o mundo. Estima-se que 80% dos aparelhos usam o sistema operacional do Google.

O Android passou a ser usado por ser uma alternativa mais barata e com diferentes possibilidades de mudanças e código livre. A popularização dos smartphones se deu, principalmente por sua criação.

Por Robson Quirino de Moraes


Depois de várias especulações, a Fundação Mozilla finalmente anunciou que a plataforma para aparelhos móveis, Firefox OS, está chegando ao mercado.

O anúncio foi feito no dia 1º de julho e os primeiros aparelhos compatíveis com o sistema operacional já começaram a ser vendidos no dia 2 de julho. Os dois gadgets compatíveis com o Firefox OS são o Alcatel One Touch Fire e o ZTE Open, mas a Sony já anunciou que lançará um gadget no ano que vem com os SO.

A nova plataforma da Fundação Mozilla é toda baseada em HTML5 e conta com código aberto. Com isso, a Mozilla tem esperanças de que essas características já sejam suficientes para conquistas os usuários de outros sistemas, como Windows Phone 8 e iOS.

Além disso, um dos principais diferenciais do Firefox OS é uma ferramenta chamada de Adaptive App Search, que significa busca adaptável de apps em português. Essa ferramenta tem a capacidade de se adaptar ao que o usuário está buscando naquele momento, visando gerar resultados mais qualificados.

Além disso, é claro que o Firefox OS tem características comuns como player de música, navegador de internet e sistema de envio de mensagens.

Junto do lançamento do sistema operacional, a Mozilla lançou a Firefox Marketplace, que é parecida com a App Store e com a Google Play. Algumas grandes empresas já se mostraram interessadas no potencial do Firefox OS, como o Twitter, que já anunciou que vai disponibilizar seu app oficial para a plataforma.

Os brasileiros que se interessaram não precisarão aguardar muito, pois a Mozilla tem intenção de trazer ao Brasil já as primeiras remessas dos smartphones com o Firefox OS.

Por Guilherme Marcon


A Samsung fez uma parceria com a Intel, e o resultado foi um novo sistema operacional apresentado na última MWC. A plataforma, batizada de Tizen, e, assim como no sistema Android da Google, ele é baseado no Linux, e será usado apenas em smartphones mais básicos, com a intenção de atingir os mercados emergentes.

A companhia sul-coreana ainda prometeu que o primeiro modelo com o novo sistema operacional sairá ainda em 2013.

A interface do novo sistema é bem semelhante a do Android, porém com ícones um pouco mais arredondados para identificar os apps, e conta com a colaboração da Orange, a operadora telefônica europeia, e com a NTT DoCoMo. Ambas as empresas apoiam a ideia de aumentar as opções dos consumidores, que, atualmente, possuem apenas o Android e o iOS.

Chamada de Magnolia, a versão 2.0 do sistema deverá aparecer no mercado na metade do ano e, de acordo com alguns representantes da Samsung, ajudará a empresa a conseguir aumentar seu portfólio de smartphones, que hoje conta com Android, da Google, com Windows Phone, da Microsoft, e com o Bada, criado pela própria Samsung, mas que agora possui um futuro incerto.

Por Felipe Santos Bonfim


Desenvolvedores, a espera acabou! Já está disponível para download a versão Developer Preview do Ubuntu Touch, a investida da Cannonical no mundo dos dispositivos móveis.

Quem tem um Galaxy Nexus, Nexus 4, Nexus 7 ou Nexus 10 já pode rodar o novo sistema operacional.

É bom lembrar que essa é apenas a versão de prévia para desenvolvedores, e que bugs ou travamentos podem ocorrer (e ocorrerão). A versão não conta com um player de música ou cliente para e-mail, mas as funções de telefone, SMS, câmera e navegação na internet estão funcionando normalmente.

Contando com uma aparência limpa e bem elaborada com degradês e brilhos de ótimo gosto, o Ubuntu Touch parece um sistema operacional promissor e muito interessante. Usuários de Android devem se adaptar mais facilmente ao sistema, pois são parecidos, além de que ambos usam o Kernel do Linux para rodar.

Por enquanto, não existem aplicativos de terceiros ou muitas funções na versão mobile do sistema da Cannonical, mas essa é a intenção da Developer Preview, mostrar aos desenvolvedores o que eles podem fazer com o sistema e aguçar suas ideias.

De fato o Ubuntu Touch é um sistema que assim como o Windows Phone, desperta uma certa curiosidade, já que de início, ele parece um tanto quanto abstrato, mas com alguns segundos de observação, você começa a compreender que há muito mais a ser explorado. E como uma sacada de mestre a Cannonical anunciou que os aplicativos desenvolvidos para o novo sistema rodarão também para as versões desktop sem maiores problemas, que foi o que a Microsoft e a Apple tem tentado e conseguido fazer gradativamente em seus sistemas.

Agora, resta-nos esperar para ver todo o potencial desse tal de Ubuntu Touch, que parece chegar para dar uma cara nova aos smartphones e tablets.

Por Anderson Silva


A Sony anunciou neste mês de dezembro que irá disponibilizar no mercado uma versão atualizada do Android 4.0 para seus modelos de smartphones.

Segundo a empresa, esta nova versão possui como grande objetivo corrigir os bugs e também melhorar a atuação de modelos como Xperia Go, Xperia P, Xperia sola e Xperia U.

Além da mudança no sistema operacional serão inseridos nestes aparelhos melhorias nas mensagens, resolução da câmera e acesso à internet pela rede Wi-fi.

As atualizações serão diferentes para cada tipo de smartphone. Aqueles que já possuem o Android 4.0 poderão fazer a atualização pelo próprio aparelho enquanto aqueles que possuem apenas a versão 2.3 do Android terão de baixar a nova versão pelos programas Bridge for Mac ou PC Companion.

Por Ana Camila Neves Morais


A empresa Strategy Analytics divulgou pesquisa que mostrou a liderança no mercado de smartphones para o modelo Samsung Galaxy SIII.

Segundo o estudo, este modelo foi o mais vendido em todo o mundo durante o terceiro trimestre de 2012 com 18 milhões de aparelhos sendo comercializados e um lucro de 7,3 bilhões de dólares para a Samsung.

Com isso, a Samsung supera por enquanto a Apple no topo da lista, mas tudo pode mudar no próximo trimestre com as vendas do iPhone5.

Fonte: Reuters

Por Ana Camila Neves Morais


Tudo indica que em pouco tempo haverá mais um sistema operacional para smartphones sendo oferecido no mercado mundial.

A novidade desta vez é o Sailfish feito pela startup Jolla e criado a partir do antigo sistema MeeGo.

A primeira visualização deste sistema aconteceu em novembro deste ano em um aparelho semelhante ao Nokia N950.

Dentre as características apresentadas pelo sistema está um menu multitarefa, o Ambience que consiste em um gerador automático de tema, widgets interativos e outros.

Para acelerar o seu desenvolvimento, a Jolla firmou parcerias com empresas como a ST-Ericsson e a DNA para a produção de chips e a distribuição dos produtos.

Assim, é esperado que o sistema operacional Sailfish seja lançado até o final do primeiro trimestre de 2013.

Por Ana Camila Neves Morais


A RIM informou mais uma inovação em seus smartphones Blackberry e a novidade do momento é o suporte que agora será oferecido nestes aparelhos para o uso da rede social Instagram.

Com esta novidade, os proprietários deste tipo de celular poderão acessar o site desta rede de compartilhamento de fotos com muito mais qualidade e menos bugs.

No entanto, não é possível ainda nos BlackBerry´s fazer postagens e atualizações da rede do Instagram, sendo que espera-se com o novo sistema operacional da RIM que esta melhoria ocorra.

Por Ana Camila Neves Morais


Os fãs do sistema operacional Android do Google podem se prepara, pois tudo indica que em pouco tempo ele terá uma nova versão.

Esta afirmação se justifica porque um smartphone da Sony com nome de LT30i está em fase de testes com a versão 5.0 do Android.

Segundo o site Pocket-Lint, a Sony estaroa produzindo um smartphone para concorrer de forma direta com o iPhone 5 e o Samsung Galaxy S III e que pode ser este aparelho misterioso.

Além disso, as relações entre Google e Sony estão cada vez mais estreitas justificando o teste do Android 5.0 em um modelo desta marca japonesa.

Ainda segundo especulações na internet, o novo smartphone da Sony terá uma tela em HD com resolução de 1280 X 720, processador Qualcomm e o inédito Android 5.0 como seu sistema operacional.

A partir destes testes é esperado que o novo Android com o nome “Key Lime Pie” seja lançado no início de 2013.

Por Ana Camila Neves Morais


A finlandesa Nokia decidiu aposentar de vez o sistema Symbian. A notícia deu-se de forma acidental num post dos desenvolvedores da empresa. O funcionário escreveu na publicação que a plataforma encontra-se em manutenção e só será atualizada caso ocorra bugs críticos.

De acordo com o post, o sistema só receberá updates no caso de um bom retorno financeiro para a Nokia, mas se levar em conta a vida útil desses aparelhos, essa possibilidade ficará cada vez mais remota com o passar do tempo.

O software está no fim de sua vida útil e a empresa não adotará medidas radicais de atualização na plataforma, nem mudará ferramentas ou adicionará novos recursos, a não ser que surja uma oportunidade financeiramente viável com a criação de novos padrões, num futuro próximo.

No último ano, o sistema teve sua participação de mercado reduzida de 16,9% (agosto 2011) para 4,4% (em agosto de 2012).

Esse abandono do Symbian não significa, porém, que a Nokia sairá do mercado de desenvolvimento de sistemas. A empresa também não divulgou nada a respeito do sistema S40 (presente nos aparelhos do modelo ASHA) e nem se pronunciou sobre o abandono do sistema Symbian.

Fonte: Techtudo

Por A.V.S


Com o lançamento da última versão do sistema operacional do Google, o Android 4.1, muitos rumores começaram a surgir sobre quais aparelhos terão um upgrade de plataforma. Um dos aparelhos mais cogitados para receber o Jelly Bean é o Samsung Galaxy S 3, lançado neste ano.

Rumores antigos indicavam que o Galaxy S 3, o Galaxy Note e o Galaxy S 2 receberiam o novo Android até o final do ano. Porém, novas informações indicam que a atualização do Galaxy S 3 acontecerá muito antes dos demais. Isso, porque as especulações atuais apontam que durante o evento Samsung Unpacked será lançado o novo Galaxy Note 2 e também anunciado o upgrade do sistema operacional do mais potente Galaxy do mercado, o S 3. O evento organizado pela Samsung está previsto para o dia 29 de agosto, mas não há confirmação da sul-coreana sobre os lançamentos que acontecerão no encontro.

Se os rumores se confirmarem, já no mesmo dia os donos do Galaxy S 3 na Europa e na Ásia poderão baixar o novo Android Jelly Bean. Não há informações sobre quando a atualização será liberada para os outros continentes. Além disso, se o S 3 receber a atualização ainda neste mês, é provável que o Note e o S 2 sejam atualizados antes de dezembro.

Por Guilherme Marcon


Chegou uma das novidades mais esperadas pelos usuários do smatphone da Sony, o Xperia P. Já está disponível o download da atualização para o sistema operacional Android 4.0 ou Jelly Bean, a mais recente que o Google liberou. Para baixar é preciso acessar o endereço eletrônico oficial do software de produtos da Sony: www.sonymobile.com.

Entre as vantagens oferecidas pelo novo sistema, a atualização oferece novos aplicativos de mídia da Sony, como o Álbum, Filmes e o Walkman. Outra novidade é que quando a bateria entrar em modo de espera o tempo será estendido em até quatro vezes. A tela de bloqueio também ganhou novas funcionalidades, facilitando a vida do usuário.

Na atualização para o Android 4.0, os widgets de aplicativos instalados na página inicial do aparelho poderão, agora, ser redimensionados. Outros recursos vieram como melhorias para quem aproveitar a nova versão do sistema operacional, como o que permite o controle de dados consumidos. Os aparelhos atualizados poderão também acessar os últimos aplicativos abertos mais facilmente, por uma aba de aplicativos recentes.

A Sony informou que a atualização do Android 4.0 será liberada para outras versões do Xperia em breve.

Por Tadeu Goulart


A Samsung poderá disponibilizar, até o final do ano, a atualização para o Android 4.1 Jelly Bean para o Galaxy S II e o Galaxy Note.

De acordo com algumas informações do site SamMobile, as novas ROMs dos dois dispositivos já se encontram em fase de testes. Ainda que a decisão não seja definitiva, a expectativa é que a versão mais recente da plataforma móvel do Google seja disponibilizada para os dois modelos no último trimestre deste ano.

O site ainda afirmou que os testes do Jelly Bean nestes dois aparelhos lançados em 2011 são bastante positivos. Como o Galaxy S II ainda possui um bom número de aparelhos vendidos, é interessante manter o sistema operacional do dispositivo atualizado. Se a Samsung mudar de ideia, os donos do smartphone irão receber um pacote de modificações para o Android 4.0, já disponível para este aparelho.

A mesma situação ocorre no caso do Galaxy Note, devido às boas vendas do dispositivo, que até o momento não possui nenhum substituto no mercado. Com os bons números, a Samsung se empolgou para liberar a atualização do sistema para o aparelho.

Em relação ao sucessor do Galaxy S II, espera-se que a nova versão da plataforma chegue mais rápido. Já, quanto ao Note II, que será o próximo lançamento da fabricante sul-coreana, ainda não se sabe qual versão do Android será utilizado.

Por Guilherme Marcon


Como todos sabem, a Apple anunciou o novo sistema operacional iOS 6 neste ano durante a WWDC 2012. Assim, surgiram as versões Beta, sendo que a Beta 2 já veio com mapas disponíveis para o território brasileiro, contendo hospitais, postos de gasolina, e outros. O que dá indícios de que talvez a Siri comece a falar português ou ao menos funcionar corretamente dentro do território brasileiro.

Com certeza as funções que estão surgindo nas versões Beta indicam algumas características que estão sendo desenvolvidas para o novo iPhone 5, que deve ser anunciado em setembro deste ano.

A Apple informou que a versão Beta 2 do iOS 6 irá expirar no dia 31 de julho e, mesmo sem anunciar quais mudanças foram feitas entre a versão 2 e 3 do sistema operacional, a Maçã indicou que serão feitas 200 mudanças entre a versão final do SO e a sua antecessora.

A versão Beta 3 foi lançada 21 dias após o lançamento da Beta 2 e está disponível apenas para desenvolvedores, sendo que sua data para expirar é 30 de setembro. A boa notícia é que ela será a última versão para testes do iOS 6, que tem previsão de lançamento para o próximo trimestre.

Por Guilherme Marcon


De acordo com o site PC Mag, recentemente a Nokia anunciou que está procurando uma forma de levar alguns dos recursos tradicionais do seu sistema operacional Symbian para os Windows Phones da série Lumia. Alguns dos recursos escolhidos são: a possibilidade de compartilhar o 3G pelo Wi-Fi, quem possuir DLNA poderá compartilhar a tela da TV, suporte a NFC e monitoramento de gastos dos planos de telefonia, além da possibilidade de tirar fotografias panorâmicas com alta resolução.

Todas essas características são ineficientes ou até mesmo inexistentes nos Lumia, com exceção do compartilhamento 3G via Wi-Fi (que só está disponível no Lumia 610). Isso, devido ao fato de o sistema operacional do Windows Phone ainda utilizar o código interno, chamado de kernel, baseado no Windows CE.

À medida que os testes tiverem resultados positivos, os recursos serão aplicados aos poucos nos aparelhos da linha Lumia, em uma tentativa de elevar o volume de vendas.

O motivo real desse incremento para os Lumia é que as vendas não foram tão bem como esperado e os investidores estão extremamente insatisfeitos. Sendo assim, além dos recursos do Symbian Belle sendo levados para os novos smartphones, a finlandesa irá expandir os mercados onde os Lumia estão sendo vendidos, levando primeiramente os dispositivos para o mercado chinês.

Por Guilherme Marcon


Depois de Apple e Google confirmarem a gravação da localização dos usuários do IOS e Android, agora foi a vez da Nokia confirmar que o Symbian também fazia tal gravação.

De acordo com a Nokia, o Symbian é capaz de gravar até 2.500 posições de torres de celulares utilizadas pelo aparelho. Não bastasse isso, as coordenadas das conexões Wi-Fi e também do GPS também são gravadas.

A empresa informou que estas informações são criptografadas e enviadas para a Nokia para que com estes dados a empresa possa aperfeiçoar a experiência com seus serviços.

A empresa afirmou que estas informações são armazenadas em um local protegido do celular e logo após os dados serem enviados para a empresa eles são deletados.


Uma guerra está em curso no mercado de smartphones. E como num sonho apocalíptico parece que o mundo vai ser dominado por um exército de Androids. Diante deste cenário, uma das maiores empresas de software do mundo, a Microsoft resolveu jogar duro e pagou a fortuna de 1 bilhão de dólares para manter a maior fabricante de celulares do mundo, a Nokia, longe dos robozinhos do Google.

Brincadeiras à parte, o que fez a Nokia abrir mão de adotar o Android como seu ecossistema alternativo foi mera e simplesmente o dinheiro da Microsoft. E isso, convenhamos, a empresa americana tem de sobra. Segundo o site Bloomberg o negócio deve durar 5 anos. A previsão é que o primeiro, ou os primeiros, smartphones Nokia rodando o Windows Phone 7 surjam ainda em 2011.

Além do Google e do seu batalhão de robozinhos verdes, a dupla Nokia/Microsoft também precisará enfrentar a Apple e seu exército de um homem só chamado iPhone.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: BusinessWeek


Conforme informações do jornal Reuters, a Google anda na frente em vendas de smartphones com seu sistema operacional embutido, o Android. A Nokia ocupa o segundo lugar no ranking com seu sistema operacional para celulares inteligentes, o Symbian, que antes detinha o domínio nesse nicho.

Conforme dados divulgados pela Canalys, empresa especializada em pesquisas, foram vendidos cerca de 32,9 milhões de celulares Android nos últimos meses de 2010.  Já em relação aos aparelhos com o sistema da Nokia, esse número foi de 31 milhões.

As estimativas são de que o Android tenha suas vendas aumentadas ainda mais durante os primeiros meses desse ano, período em que devem iniciar as vendas do novo modelo da Motorola, o Xoom.

Por Andrea Gomes


Uma hora isso ia acontecer. Segundo dados da Nielsen e NPD, duas empresas de consultoria, smartphones que utilizam o sistema operacional móvel Android, ultrapassaram as vendas do iPhone, que utiliza o sistema iOS da Apple.  É a primeira vez, desde o início da pesquisa, que a Apple ficou em segundo lugar no market share de sistemas operacionais móveis.

De acordo com a pesquisa da Nielsen, o Android está presente em 27% dos aparelhos, enquanto o iOS tem 23% do total. O fato de vários fabricantes terem adotado o SO da Google em seus aparelhos é o principal motivo do aumento de participação do Android, tendo em vista que apenas os smartphones da Apple possuem o iOS. Já para a NPD, o Android tem 28% do mercado, contra 21% do iOS.

Por Camila Porto de Camargo

Fonte: G1


Os desenvolvedores de software para celulares e smartphones devem estar com os cabelos em pé. O motivo? Mais um sistema operacional para celulares chega ao mercado, o Brew. Desenvolvido pela Qualcomm, famosa fabricante de chips para celulares, o novo SO deve ter inclusive a sua própria loja de aplicativos.

O interessante é que o Brew não é exatamente novo, mas trata-se de um relançamento. O sistema foi pioneiro quando surgiu, em 2001. Segundo a Qualcomm, o objetivo do sistema é permitir que fabricantes criem mais facilmente aparelhos diferenciados uns dos outros.

Uma vantagem do Brew sobre seus concorrentes diz respeito aos hardware necessário para o sistema rodar. A exigência mínima é um processador de 300 Mhz, e no mínimo 256Mb de memória. Isso permitira a fabricação de smartphones de preços mais básicos, mas que não abririam mãos de recursos avançados.

O primeiro smartphone a trazer o Brew embarcado será o HTC Smart.

Por Maximiliano da Rosa


O Symbian, sistema operacional da Nokia para smartphones, está com seus dias contados. Tudo indica que o sistema não obteve o sucesso esperado, e o que é mais importante para um SO: a adesão dos desenvolvedores. Talvez a gigante finlandesa não tenha levado em conta que o mercado possa estar saturado de sistemas operacionais diferentes, e que muita gente esteja focado em dois sistemas: o Android e o iOS.

Portanto, o smartphone N8 será o primeiro e o último da série N a vir com o Symbian. O foco da empresa daqui para frente deve ser no MeeGo, fruto da parceria com a Intel. Isso quer dizer que o sucessor do N900, o N9, deverá mesmo usar o MeeGo. Assim como o Android, esse sistema é baseado no Linux.

E para não dizer que o Symbian não será mais visto por aí, a Nokia afirmou que apenas as séries C, E e X usarão o sistema.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Tecnoblog


Depois do iPhone 4G, o Nokia é um dos modelos de smartphone mais esperados do ano. O motivos são muitos, e vão desde a câmera de alta resolução, passando pelo sistema operacional Symbian 3, sem esquecer do design e das cores chamativas que devem agradar principalmente os jovens.

Bom, ao contrário da Apple, que envolve seu produto em mistério, e não fornece uma única informação para matar a curiosidade dos seus fãs, a Nokia logo forneceu alguns detalhes sobre o aparelho tão logo algumas informações vazaram na internet.

Agora a empresa divulgou que resultados de testes feitos com o smartphone. E uma dos resultados mais interessantes é quanto à velocidade: o N8 é quase 200 por cento mais rápido que o N97 mesmo não tendo o processador mais veloz do mercado. A explicação? Pode estar no sistema operacional.

Atualmente o N8 está em pré-venda na Europa, e é esperado no Brasil em breve.

Por Maximiliano da Rosa


Você sabe o que é o Sistema Operacional (SO) do smartphone? E para que ele serve? Não?

A resposta é bem simples: o conjunto de comandos responsáveis pela execução de tarefas básicas do smartphone.

Como num jogo de futebol, o SO faz o meio de campo entre o hardware do aparelho (principalmente o processador) e o usuário: é ele quem recebe as informações como o toque na tela, por exemplo e devolve o resultado de acordo com o solicitado como tocar uma música, exibir uma imagem, etc.

Ou seja, os celulares inteligentes são como pequenos computadores, e são capazes de fazer coisas que até bem pouco tempo só eram possíveis para PCs. E por que? Porque o hardware evoluiu. E também porque os sistemas operacionais também acompanharam essa evolução.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: